Poesia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Poema)
Ir para: navegação, pesquisa
Epitáfio.jpg Este artigo é relacionado à literatura.

Graciliano Ramos e Clarice Lispector podem ter fumado este artigo.

Cquote1.png A arte de poetar! Cquote2.png
Oscar Wilde sobre poesia

Cquote1.png Inho, inho, inho...Vou fazer o meu versinho! Cquote2.png
Guria Retardada sobre poesia

Cquote1.png Calado é um poeta! Cquote2.png
Romário sobre poesia de Pelé

Cquote1.png Hoje bati umas três Cquote2.png
Rotina de um poetero

Cquote1.png Se quiser vir ser alguém na vida, que devore os livros! Cquote2.png
Seu Madruga sobre poesia


Patrícia...Poeta até no nome

A poesia, ou versinhos, ou poeminha é uma das artes mais escrotas e cafonas que existem. Basicamente, consiste em rimar uma palavra com outra. Mas existe também a poesia modernista: neste caso basta fazer qualquer merda e falar que é uma obra de vanguarda (se não te entenderem, ou disserem que você é uma merda falante, parabéns: é sinal de que você é mais um poeta incompreendido). É mais ou menos como escrever um Rap ou uma música da Christina Aguilera.

Na poesia existe ainda a liberdade poética: ou seja, escrever sem nenhuma regra gramatical.

Poetas[editar]

Poetas são uns viados punheteiros pessoas que escrevem poesia. Eles, normalmente, fazem letras, história, ou jornalismo na PUC e USP e vivem à base de maconha.

Eles costumam se vestir de preto por que não gostam de tomar banho assim mostram seu luto quanto a sociedade.

O que é a poesia[editar]

A poesia é tão bonita...
Dá vontade de chorar.
Faço uma todo dia,
Bem na hora de cagar.
Se você faz poesia,
Você é Hippie ou vagabundo.
Deveria é morrer.
Porquê não ajuda em nada o mundo.


Formiga, poeta urbano


Essa merda que você acabou de ler é uma poesia.


Um poeteiro

Como escrever uma poesia?[editar]

Pra escrever uma poesia, em primeiro lugar você deve ser um poeteiro. Para poetar seus amigos, poetar o negão na esquina. Você precisa de algumas palavras que rimem (não precisa em nenhum momento fazer sentido), lápis e papel. Só.

No caso de uma poesia modernista, você deve apenas começar a escrever qualquer merda, sem rima. Usar palavrões te ajuda a ficar com cara de cult.

Para ajudar na sua criação,você pode fumar um baseado,assim como Carlos Drummond de Andrade sua primeira poesia (influênciado pela Malu Madder,e Tobi,sua cabra).Com a cabeça feita fica mais fácil de você ter idéias ridiculas e gays.

Analisando um poema[editar]

Na hora de se analisar um poema, é importante usar algumas palavras básicas do léxico de um escritor frustrado crítico literário:

  • Dicotomico
  • Pós-moderno
  • Plasticidade
  • Zeugma
  • Estética
  • Lirismo
  • Pressuposto

Você pode também usar termos em francês. Por exemplo:

"O abajour soutien desse poema revela uma dicotomia pós-moderna, que é uma premissa para romper com os pressupostos estéticos burgueses, presentes na obra plástica e imagética desse autor prolixo e zeugmático"

Poemas[editar]

Aqui alguns poemas dos poeteiro da descilopédia:

Estava andando ali e senti um grande odor
Era o peido dos passarinhos que cantavam em meu louvor
Peguei uma grande pedra e joguei nessa canção
Acertando os passarinhos em especial os seus dedão.
Passarinho ficou louco
Ficou louco pra chuchu
Me olhou de cara feia
Me mandou toma no copo.
Não suportando a ameaça, tão pouco a situação
Peguei um grande vaso e quebrei ele no chão
O passarinho foi embora e nunca mais voltou
Dei risadas de sarcasmo e no banheiro fiz coco.


  • Cagar é uma arte profunda, a bosta bate na água, a água bate na bunda!!!


Mural sem Muro
Por: Harry Potter
Estava eu com minha varinha na mão
Quando avistei um homem grandão
Ele não possuia varinha
Mas sim um grande bastão.
Fiquei excitado e minha bundinha piscou
Me virei pro mago e falei feito bobo
Qual é sua idade moço grandão ?
Tenho 24 e vou te mete minha mão
Apanhar foi o que eu entendi
Me virei bem rapido para poder fugir
Mas não foi um soco que eu recebi
Mas um tapa na bunda que pude senti
Desvirei bem rápido e em seu colo pulei
Disse meu nome e seu rosto beijei
Não me importa seu nome seu safadão
Quero sentir o poder do seu bastão !!!
E assim essa rima eu terminei sem duvida nenhuma Harry Potter é gay Razz

Rosas são vermelhas, margaridas são amarelas Vira essa bunda e me dá sem chorumelas

-Mestre Tchu

Ver também[editar]