Poitou-Charentes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Poitou-Charentes é uma ex-região, atualmente pertencente a Nouvelle-Aquitaine, que era costeiras da França, daquelas coadjuvantes por que as melhores praias estão em Córsega, os melhores portos em Bretanha e as melhores invasões em Nord-Pas-de-Calais.

História[editar]

Símbolo, bandeira, brasão, selo, símbolo dos jogos Poitou-Charentesianos de 1911 e figurinha de Poitou-Charentes.

Na época antiga conhecida como Poitou (que do franco-perso significa Onde Fica Isso?) foi uma província francesa criada após a Revolução Francesa para onde foram banidos quem não falava francês.

Depois que Quebec foi descoberto, o governo francês, sem saber quem mandar para aquele fim de mundo, ordenou que os habitantes de Poitou, os Picto-Charentais fossem habitar a região e sobraram assim uma meia dúzia de pessoas na atual Poitou-Charentes que a duras penas vem fugindo de serem deportadas para o Canadá (apesar da França não ter mais nada haver com Canadá), a lei de deportação Picto-Charentais ainda vigora.

O local por ser vazio foi ocupado naturalmente por navegadores vikings gregos e escoceses que se desentenderam no local sobre aonde enterrar seus tesouros, o que desencadeou a conhecida Batalha de Poitiers. Quando todos os bárbaros se mataram e Poitou-Charentes voltou a se tornar um deserto, o estado francês da Aquitânia anexou Poitou-Charentes, até o final do século XX, quando sacou que aquele território não tinha futuro e se livrou dele.

A língua da região é o Poitevin-Saintongeais, uma mistura de alfabeto grego com mímica.

Geografia[editar]

Poitou-Charentes é o mais mal posicionado estado francês, não possui estradas, nem rios e sua costa marítima é deserta. Longe da Espanha, longe de Paris, londe de Londres, longe de tudo.