Pokémon Omega Ruby / Alpha Sapphire

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Pokémon Omega Ruby / Alpha Sapphire é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, um tanque com metralhadora fuzila um monte de soldados.


Pokémon Omega Ruby/Alpha Sapphire
Pokémon Alpha Sapphire.png

Foto da capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Game Fresco
Publicador Pokémon CoCo
Ano 2014
Gênero RPG/Furry
Plataformas Nintendo 3DS
Avaliação 7,8 (muita água)
Idade para jogar 5-10 anos (isto não se aplica aos Nerds)

Cquote1.png VAI TOMA NO CU Cquote2.png
Qualquer um sobre sinal em frente a "Battle Frontier" do jogo
Cquote1.png Aff... Cquote2.png
Blaziken sobre não ser mais o único inicial de Hoenn com Mega evolução
Cquote1.png ... Cquote2.png
Flygon sobre não possuir uma Mega Evolução nesse jogo
Cquote1.png MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Salamence e Garchomp sobre frase acima
Cquote1.png Too much water. Cquote2.png
IGN sobre o jogo
Cquote1.png Fudeu... Cquote2.png
Qualquer lendário sobre Mega Rayquaza

Pokémon Omega Ruby & Alpha Sapphire, ou também chamado de ORAS Bolas é um jogo estilo remake na preguiça de Pokémon que foi feito no final de 2014 que como diz o nome, é uma segunda versão (ou terceira, se contar Emerald) que possui exatamente a mesma coisa que o Ruby e o Sapphire, só que com melhores gráficos e uma pior jogabilidade. (ou não)

Mudanças[editar]

As mudanças além disso incluem várias mudanças nas equipes dos líderes de ginásio, o que deixa mais fácil que o próprio Emerald, além dos times da Elite 4, que continuam a mesma bosta com um time que costuma usar mais de uma vez o mesmo pokémon, pelo fato dos mesmos cagarem e andarem para qualquer pokémon que não seja de Hoenn. Além disso, para que as gurias retardadas tentem jogar este jogo inútil, conta com os vários contests para desafiar a chefe e campeã Lisia, uma gostosinha que possui um Mega Altaria, um pokémon inútil que apenas serve para isso mesmo.

Além das várias funções inúteis acima, o jogo também principalmente conta com uma Battle Frontier que dá para disputar contra os líderes da Batalha da Fronteira como dava para disputar nos jogos anteriores e fazer uma simulação de Ash Ketchum durante a sua saga em Hoenn.




Mega Evoluções[editar]

Por ser um jogo que passa durante os eventos da sexta geração, voltaram as tão sonhadas e famosas Mega Evoluções, mas como óbvio, metade delas são da terceira geração, como o resto dos iniciais, deixando a maioria para pokémons ex-inúteis e fazendo uma minoria para a quinta e sexta geração, tirando um pokémon no uni-duni-tê, apenas ficando com uma mega cada, como óbvio, Flygon não recebendo nenhuma mega evolução, ficando mais um ano como vítima de piadas dos outros dragões fodões do jogo apesar de atualmente apanharem para fadinhas. Além dos próprios pokémons, como se alguns .lendários não fossem poderosos o bastante, alguns deles também ganharam Megas para ficarem mais apelões ainda.

Os lendários tretando para para ver quem tem o pinto maior é melhor.

Primal Reversions[editar]

Talvez uma das maiores cagadas atualmente da Nintendo e da Game Freak, onde por serem os pokémons da capa, ganharam formas especiais, que são diferentes de Mega Evolução, também chamadas de Primal Reversions, algo que deixa um pokémon super apelão, mas os lendários Groudon e Kyogre ficaram tão apelões que conseguiram ultrapassar metade das mega evoluções, sendo um câncer total nos competitivos do jogo, um dos piores atualmente.

História[editar]

Mega Rayquaza indo apartar uma briga de marmanjos.

A história é a mesma, May/Brendan se mudam para Hoenn, salvam o noob do Professor Birch de um Poochyena, usam algum inicial e seguem derrotando alguns líderes de ginásio. Nas mudanças das equipes vilãs, a Equipe Aqua e a Magma ainda continuam de briguinha, onde o Maxie fica ainda mais nerd e o Archie passa a usar anabolizantes, além de fazer um Michael Jackson ao contrário, mas continuam usando os mesmos pokémons noobs dos jogos antigos, mas só que dessa vez os mesmos irão usar a apelona Mega Evolução, mas como Camerupt e Sharpedo são dois pokémons meia-boca, então os mesmos não dão problema algum.

Com isso, os dois líderes tentam raptar alguns cientistas para localizar Groudon ou Kyogre dependendo da versão, falham em capturar os lendários e ficam putassos como qualquer líder de equipe malvada.

Mega evoluções dos iniciais posando com 2 guris retardados.

Depois de acabar isso tudo na história principal e ser campeão da liga, no capítulo Delta aparece um Meteoro da Paixão e com isso, todo mundo de Hoenn começa a pirar feito malucos, aparecendo uma guria retardada metida a Mary Sue chamada Zinnia, que apesar de gostosinha, costuma ser muito odiada.

A mesma convida May ou Brendan para ir a alguns lugares tentar achar o Rayquaza e como fazer a reza brava para invocá-o e causando tudo isso com suas cadas, Archie e Maxie tem uma crise emo e começam a chorar juntos, virando miguxos. O protagonista e Zinnia aparecem em uma torre localizada no cu do mapa, exatamente no topo, onde conseguem com sucesso invocar o mesmo e Brendan ou May captura-o, dando uma surra em Deoxys por invocar meteoros ou até mesmo o capturando. Zinnia também fica putassa com o protagonista capturar Rayquaza e o desafia em um duelo com um time cheio de dragões noobs, terminando a história.

Ver também[editar]