Polônio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
TimedaPolônia.jpg
NA ZDROWIE!
Este artigo vêm da Polônia. Seu autor provavelmente adora jogar The Crims e Tibia, têm um nome impronunciável com 200 consoantes e adora pegar putas checas.
É devoto de João Paulo II e discípulo de Marie Curie, Robert Kubica e Obi-Wan Kenobi.
Se o artigo for sem graça, é apenas um alemão nazista ou um maldito soviético se passando por polonês.Portanto, muito cuidado!
Night creature.JPG
Polônio surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif


Cquote1.png Vou adicionar uma pitada de polônio aos meus ovos matinais! Cquote2.png
Químico louco sobre Polônio
Cquote1.png É bom mesmo, pois ter três braços o ajudaria bastante no trabalho! Cquote2.png
Outro químico sobre frase acima

Polônio é um elemento químico, metal indeciso, que representa uma conspiração russa para dominação mundial. Com ele se faz praticamente tudo que Jesus não gosta, de envenenamentos a bombas atômicas! Mas primeiro, não esqueça de pedir autorização ao Gueto de Varsóvia para executar tais feitos.

[editar] História

O polônio-210 é também um dos ingredientes da fabricação da vodka. Quem não é acostumado a beber pode acabar sendo envenenado.

Inicialmente chamado de Rádio FM, foi descoberto por Marie Curie e seu marido totalmente coadjuvante em 1898, recebendo esse nome em homenagem à terra de João Paulo II, da qual era fiel devota e fazia romaria todo ano, hábito que teve que abandonar por causa da União Soviética que invadira a Polônia. O elemento foi descoberto enquanto o casal analisava a causa da radioatividade do adamantium.

Porém o elemento só veio ganhar notoriedade em 2006 quando o maligno Vladimir Putin utilizou amostras de polônio-210 para fazer presunto de um antigo espião russo que vinha ameaçando suas ricas fazendas em Vladivostok. O pobre acabou sendo enviado para a conta do Papa.

[editar] Características

O polônio é um elemento radioativo, altamente tóxico, que dissolve-se facilmente em ácidos de festas raves, embora tenha ele preferência por bebidas alcálicas alcóolicas. É mais eletronegativo e potente sexualmente que seus amiguinhos telúrio e selênio, ambos da mesma família.

Como polônio-210, é um metal volátil, que possui um baixo ponto de fusão e macheza, e metade dele vira a purpurina após 45 horas jogando Paciência (existe algo pior que isso?). Libera grande quantidade de viadagem energia quando mísero meio grama dele deteriora, emitindo um fulgor azul tóxico psicodélico.

[editar] Aplicações

Ele também serve pra fazer este mineral radioativo pra cacete!
  • O polônio, em liga com o berílio pode ser empregado como uma inútil fonte de nêutrons.
  • Usado em escovas que removem a poeira acumulada em filmes fotográficos, o que mostra que o espanador da sua empregada não limpa tais objetos, especialmente se estiverem armazenados desde a época do faraó Tutankhamon.
  • Utilizado para envenenamento de espiões russos.
  • Utilizado para envenenamento de espiões americanos.
  • Utilizado para envenenamento de espiões ingleses.
  • Utilizado para envenenamento de espiões argentinos.
  • Utilizado para envenenamento de sogras.
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas