Polegar opositor

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gramsci.jpg Atenção, kamarada!

Este artigo é comunista, portanto, come criancinhas. Ele pode ser
marxista, leninista, stalinista, metido a Che Que Vara ou oportunista.
Se vandalizar a marcha revolucionária, levará uma picaretada.

BIBA LA REVOLUCIÓN!!!

Cquote1.png Cristo era um judeu. Os judeus possuem o telencéfalo altamente desenvolvido e o polegar opositor. São, portanto, seres humanos. Cquote2.png
Locutor sobre o fato de Jesus ter sido humano e não um dos X-Men

Polegar opositor, uma introdução cretina[editar]

O Polegar opositor é o símbolo máximo da evolução, não sendo encontrado em criaturas subdesenvolvidas como indies, emos e funkeiros. O número de polegares opositores no indivíduo indica seu grau de evolução (e não de deformação como se pensava), ou seja, se você tem 7 polegares na sua mão peça pra tua mamãe te tirar da APAE que você é um superdotado, o que não muda sua situação de lesado mental. Recentes pesquisas da ONU, datadas de 1900 e guaraná com rolha, indicam que as localidades com maior concentração de seres com alto grau de evolução são as cidades de Chernobyl, Hiroshima e Nagasaki, não necessariamente nesta ordem.

Involução[editar]

Está cientificamente comprovado, através de um grupo de estudos liderados pela Igreja Ortodoxa, que a perda de um ou mais polegares opositores caracteriza um quadro de involução. Isso significa que alguém que perde seu polegar pode virar uma ameba,uma tênia ou um cogumelo. A perda de dedos menos importantes como o mínimo, causa um menor grau de involução, provavelmente fazendo o agraciado voltar a forma de um anfíbio, na maioria das vezes um sapo, ou até mesmo um molusco (veja Lula).

Você quer mesmo matar a gente, tio?

Polegar e uso[editar]

Esse é o tipo de assunto que você vai encontrar com mais detalhes no livro de anotações da sua mãe.

O pequeno polegar[editar]

Lendas circulam a respeito de polegares que vieram a obter vida própria, algumas fazendo parte do imaginário popular como a fábula "o pequeno polegar opositor". Alguns casos extremos são retratados em trabalhos de ficção como por exemplo o expoente máximo do terror-chiclete "A família Adams" em que uma mão inteira foi dominada por um polegar e decepada de um corpo se tornando um ente vivo.

Project Polegar[editar]

O grande momento da humanidade se deu após alguns polegares ingerirem uma forte mistura de psicoativos com pilhas alcalinas. A forte radiação fez surgir uma grupo de rapazes metrossexuais que dançavam como galinhas. Os antes polegares opositores agora eram (quase) seres humanos, com um enorme potencial intelectual. O cabeça do grupo Rafael, não confundir com a Tartaruga Ninja, sucumbiu ao vício das pilhas, apelando até para as fadadas baterias Rayovac e baterias de relógio. Após o confinamento na prisão de Alcatraz por milênios, foi a uma sessão de desencapetamento total da Igreja Universal do Reino de Deus Ltda. e meses depois aderiu à seita.

O ápice da evolução
Viva la evolución!

Ver também[editar]