Porca dos sete leitões

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Capeta-2.jpg

Porca dos sete leitões fez pacto com o CAPETA!
Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!

Porca dos sete leitões é uma lenda que comprova que falta de planejamento familiar é um mal que atinge não só a vida real, mas o mundo das mentiras lendas também.

A Lenda[editar]

A Leitoa e seus 7 porcos com cara de mal até nos desenhos.

Diz a lenda, que a porca era uma senhora, uma Baronesa, muito má e gorda. Ela vivia espancando e maltratando seus escravos, mesmo sem eles não terem feito nada de errado. Era uma masoquista de carteirinha. Quando não estava dando chibatadas nos seus escravos na senzala, os usava como objeto sexual em um jogo de vida ou morte, onde era melhor morrer a fazer sexo com essa escrota.

Essa gorda masoquista tinha sete filhos, um com cada escravo diferente. Esses filhos da puta tinham o cão no couro, e viviam maltratando os pobres negrinhos trabalhadores, cantores de Hip-Hop e jogadores de Capoeira. A vida dos escravos era um verdadeiro inferno, e muitas vezes a morte era o melhor caminho para se viver em paz. Mas um escravo, o mais esperto de todos, teve a brilhante idéia de se vingar, coisa que nunca ninguém havia pensado, até então.

Para tanto, eles procuraram um feiticeiro para jogar um feitiço tão forte, mas tão forte que só por um milagre de Deus poderia desfazer o feitiço, o que não aconteceu. Então, a Baronesa e seus sete filhos se transformaram em porcos. De acordo com os estudiosos sobre a lenda, o feitiço só seria desfeito após encontrarem um colar, que sabe Deus em que lugar está enterrado, só sabemos que foi enterrado em uma floresta.

Assim sabemos que nunca a Baronesa vai voltar a ser gente, e pra sempre vai ficar comendo resto de comida dos outros. Ela se fodeu bonito.

Segundo populares, a Porca e seus sete leitões aparecem durante a noite, principalmente em becos e encruzilhadas, para assombrar homens casados que traem as esposas com as putas negras de sua cidade. Ela não faz mal a ninguém, apenas some e aparece igual um pisca-pisca das árvores de Natal.


Ver Também[editar]