Porto Lucena

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Porto Lucena em uma visão panorâmica. É um amontoado de casebres, mas mesmo assim isso não deixa de abrigar seres malignos e adoradores do falso-rei.
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Porto Lucena.

Cquote1.png Essa vai dar certo! Cquote2.png
Primeiro prefeito da cidade com seu otimismo em relação a Porto Lucena. Infelizmente, ele estava errado...

Porto Lucena é uma cidade do Rio Grande do Sul que atualmente faz parte da Argentina. Alguns dos motivos apresentados para a expatriação do município foi que os habitantes falam espanhol, torcem para a argentina, gostam mais do Maradona do que do Pelé e são uns filhos da puta por pelo menos 23h por dia.

A cidade usou alguns contra-argumentos, o que confundiu muito com as pessoas e principalmente com esse artigo que certamente ficará alternando os lugares onde a cidade está entre Brasil e Argentina.

Origem[editar]

Uma origem comum: dois idiotas estavam passeando na rua, toparam um no outro (ihhhhhhhh...) e devido a batida muito forte na cabeça de ambos, acabaram tendo ideias malucas como a de fundar uma cidade a beira dos esgotos da argentina.

Assim nascia Porto Lucena, a cidade que está mais próxima da Argentina, mais próxima do que o Brasil... Essa relação entre Porto Lucena e Argentina é tão esquisita e difícil de explicar quanto a teoria das Cordas. Por isso, se não entender então é porque seu cérebro está em processo de corrosão.

Geografia[editar]

A geografia diz que a região está em litígio por enquanto. O Rio Grande do Sul está tentando expulsar o município do país pois um pedaço de nada não faria falta e também que metade da população fala espanhol,ou pelo menos algo parecido. Segundo a cidade, aquilo é na verdade uma espécie de Síndrome de Tourette dos habitantes, só que eles não falam palavrões o tempo inteiro, e sim algo parecido. Por exemplo, existe uma diferença entre caralho da porra e porra do caralho... Enfim, os contra argumentos usados pelo prefeito para não deixar o Brasil e se juntar com os demônios azuis, são:

  • A população tem uma grave doença que torna a eles falarem espanhol.
  • A economia do município é muito importante para o estado.
  • As pessoas torcem para a argentina não ganhar o Brasil, e sim para apenas humilhar o mesmo.
  • Eles amam tanto o Brasil que colocaram o hino nacional em espanhol. mentira seus bando de bosta pisoteada

Atualmente[editar]

A cidade está em processo de expulsão. O governo ainda ameaçou explodir toda aquela cidade caso se recusassem a ir para a Argentina. A Argentina por sua vez, acabou recusando a oferta, dizendo que o lugar já estava infectado com o gene brasileiro.

A cidade está em um troca-troca (ui!).