Porto Mauá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Porto Mauá e seu mar de dinheiro. Claro, na maneira figurativa de falar.
Wikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Porto Mauá.

Porto Mauá é uma cidade que o barão de Mauá, um dos homens mais ricos do Brasil usava para descarregar seu dinheiro de forma secreta. Como o povo da cidade era facilmente explorável, ele fazia isso direto e sem se importar se denunciariam ele por estar quebrando a lei dos direitos humanos dando 10 moedinhas douradas para os habitantes da cidade.

Ironicamente, quando o Barão morreu, as pessoa ficaram ricas, pois guardaram todas as moedinhas que o barão havia deixado em seus cofres.

História[editar]

O barão de Mauá era uma pessoa muito rica... Quer dizer, era uma pessoa rica que poderia ser considerada uma das mais exploradoras também. Mas como a história está pouco se fudendo para quem era esse indivíduo, apenas contaram os fatos engraçados do barão ou então os fatos em que ele estava roubando do povo para dar aos ricos.

O barão inaugurou um porto especial só para receber seu dinheiro que estava entupindo todos os bancos do Rio de Janeiro em geral.

Então era fundada a cidade de Porto Mauá, em que ele não poupou homenagens egocêntricas a si mesmo e intitulou a cidade com o seu nome, sem esquecer do porto para ele se lembrar que aquele lugar era um de seus lugares onde guardava o dinheiro que roubava ganhava. A cidade tinha milhares de guardas e cidadãos que ficavam guardando o dinheiro e recebiam 10 moedinhas de chocolate por mês para poderem ficar por lá e ganharem algo em troca.

O sistema funcionou muito bem, mas quando o barão morreu, todos saquearam as riquezas dele. O barão já previa isso e por isso todo o dinheiro dele estava convertido em moedas de chocolate.

Economia[editar]

A cidade usa como moeda a moeda de chocolate. As moedas de chocolate tem o mesmo valer que o Real, o Peso e o Dólar, só que em taxa negativa.

Que foi? Esperava mesmo que moedas de chocolate iriam valer mais que papel colorido? Enfim, Porto Mauá tem economia fraca, pois vivia da fama de guardar dinheiro de milionários, e após esse duro golpe (ui!) do barão, a cidade foi diminuída até o que é hoje.