Praga

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira-da-Republica-Checha.jpg
Mulher
ESTE ARTIGO É DA TCHECA!!!


E com certeza não é confiável, como tudo que sangra por cinco dias e não morre! -->

Habita em castelos de contos de fada, puxa o saco de alemães, bebe mais cerveja que eles, odeia os eslováquios, possui uma grande crise de identidade, mas no final resolve tudo com muita putaria e libertinagem!
Cquote1.png A saída é abrir para poder entrar com tudo Cquote2.png
Prefeito de Praga sobre Crise Econômica de 2001

Cquote1.png Estocadas fortes no meio é a melhor saída Cquote2.png
Ministro do Bem-Estar Social checo sobre como melhor manufacturar os cereais

Cquote1.png Você bate para mim? Cquote2.png
Baros sobre falta a ser cobrada de Nedved

Cquote1.png Por trás é mais gostoso lucrativo! Cquote2.png
Secretário Geral do Gabinete checo sobre exército checo

Cquote1.png Eu senti o dedo deles! Cquote2.png
Ministras dos Esportes sobre intervenção da CCF

Praga, conhecida também como Desgraça e Maldição é a capital, maior cidade e talvez o único nome que você conheça da República Checa. A cidade se situa na margem do Rio Voltava, é conhecida como cidade das cem cópulas e centro da produção cultural de filmes adultos do mundo.

[editar] História

Prefeita de Praga pedindo seu voto para a reeleição.

Por volta dos século IV e III a.C. Praga era uma vila de celtas, eles ainda nem sabiam o que era libertinagem. Foram expulsos quando Roma conquistou a Europa.

As checas foram unificadas quando as Přemyslovcis inventaram o lesbianismo. Praga era rota obrigatória do tráfico de prostitutas que Calígula promovia durante a época do Império Romano e veio a se tornar a primeira bordel-cidade do mundo.

A cidade recebeu esse nome por causa das inúmeras pragas que assolavam seu território, frutos das macumbas das diversas mãe-de-santo rufiãs da cidade. Elas invocavam essas pragas quando achavam necessário.

Quando os bordéis de Praga descobriram a cerveja, se tornaram a capital do Reino da Boêmia. Em 1170 a cidade cresceu quando a igreja católica proibiu a prostituição e prática do sexo em diversas regiões da Europa. Os necessitados de várias regiões tinham que se refugiar em Praga. Foi nessa época que se iniciou a construção de vários castelos em Praga, até os mendigos nessa época tinham algum castelo.

A medida que a cidade ia evoluindo, foram surgindo novas formas de atrair turistas como a lei de não-pudor, a legalidade da prostituição e formas inovadoras de libertinagem como sexo anal, sexo oral e suruba. Todas invenções da checa.

Quando surgiu a Checoslováquia em 1918 para separar melhor o que era região de cerveja, o que era região de checa e o que era região de suvaco, Praga ficou como capital do sexo e dos castelos das princesas. Em 1938 Praga fechou um acordo com Berlim de troca de produtos, onde exportava putas para a Alemanha (algo que faltava muito na época na Alemanha) em troca de comida. Como os nazistas eram emos nunca aproveitaram muito. Somente durante as invasões soviéticas que entraram duros no meio que as checas puderam relembrar o prazer dos tempos áureos.

[editar] Economia

Dois jovens movimentando a economia local.

A venda de filmes pornôs abastece a economia da cidade, além do turismo de garotinhas que querem tirar fotos do castelo da Bela Adormecida. Internamente a economia gira em torno dos serviços prestados por checas, R$ 100,00 a noite. Na cidade se uma pessoa não é prostituta ou pedreiro de castelos é com certeza mendigo.

[editar] Cultura e Arte

Em 1257 Oscar Niemeyer foi convidado para projetar os hoje famosos castelos de Praga. A cidade comporta também diversos castelos, entre eles o Castelo da Branca-de-Neve, o Castelo da Bela Adormecida, o Castelo da Bela e a Fera, o Castelo do Mário, o Castelo da Zelda, o Castelo do Shrek e o Castelo do João da Esquina.

Se uma checa não está tirando fotos desses castelos, está transando ou comendo papa Cerelac.



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas