Predador (DC Comics)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
0,,14479677,00.jpg Atenção! Predador (DC Comics) seca!
Cuidado ao ler, porque ele pode te passar uma uruca filha da mãe! Ééé... Porque tem gente que bota OLHO GORDO.
Iron Fitness, hein?? Eu sempre quis ter um aparelho de ginástica assim...
Marvel Black Cat.jpg

Sai de perto, Predador (DC Comics)! Teu azar é contagioso!

Esse artigo traz relatos de alguém que só se estrepa no dia-a-dia: Mete o pé no cocô de cachorro, pega o ônibus sempre lotado, tem a cabeça atingida por titica de pombo... Enfim, é um completo desgraçado corriqueiro.
Estrague esse artigo e espalharemos um monte de bosta de vaca na sua casa pra você pisar até se enjoar e cair de cara!

"Caracoles, vou cair da escada!"

Predador (que não tem nada a ver com aquele Predador do filme), ou José Delgado, é um carinha metido a herói e badernista filho de imigrantes do México que foi morar em Metrópolis e virou professor de boxe e outras artes marciais para jovens criados a leite com pera da cidade. Com o passar dos tempos ele descobre que muitos dos seus alunos estão aplicando seus conhecimentos para criar gangues a mando de Lex Luthor. Daí ele fica putinho, pega um capacete de sua motoca, uma roupa da academia e começa assim a carreira do "Predador".

[editar] A tragédia grega

O Predador original era um puta dum azarado. Pra começar, com tanta cidade pra tentar ganhar a vida como cosplay do Justizeca, ops, Justiceiro, só que mais bonzinho, tinha que ser JUSTO EM METRÓPOLIS? E qual seria o problema? Bom, o problema é que nessa cidade já tinha um herói casca-grossa ao extremo (errata: na verdade, só tinha o bundão do Superhomi). E o Super não curtia concorrentes, em especial aqueles que achavam que os bandidos da cidade poderiam servir de saco de pancadas. Com isso, o Superhomi nunca foi muito a favor das ações do Predador, mesmo que entretanto não o impedisse de agir. E incrivelmente ele acabou dando uma boa ajuda ao Azulão pra deter as gangues da cidade.

Mas a merda ficou feia mesmo foi quando Lex Luthor soltou na cidade um bandido chamado Combator. Nesse dia o Super tava no Orkut jogando Mini Fazenda na fazendinha dos pais dele em Pequenópolis após uma invasão de caçadores cósmicos lá fazendo desfiles de moda com modelos hipnotizadas. Combator tinha uma armadura. E tinha uma arma. Uma arma que furava o cu de quem lutasse contra o bandidão de tal forma que deixava ele paraplégico. E assim, pobre Jose Delgado, acabou ficando na cadeira de rodas (pelo menos o japinha que tava vestindo a roupa do Combator achando que era o Jiban morreu). A única coisa boa que ele ganhou com isso tudo foi um temporário namorico com a Lois Lane (numa época em que ela e Clark Kent brigaram por causa de um esmalte).

[editar] O segundo Predador (?)

Guardião está pensando agora numa forma de sumir daí em menos de 0,00004 segundos...

Enquanto o Jose tentava desesperadamente achar uma cura pro seu problema (e a cura foi se vender, sem saber, pra Lex Luthor - e não, não é para o que você tá pensando...), apareceu do nada um outro Predador na cidade. Usando exatamente a mesma roupicha, ele entretanto parecia mais forte, mais rápido, mais doidão e chegado numa brutalidade. Todo mundo caçava ele, até o Super-beroba, mas ninguém, ninguém mesmo, conseguia sequer chegar perto do homem. Somente o Guardião que conseguiu ainda trocar uns sopapos com ele, mas nada mais, sem solução.

Um dia, do nada, após mais uma fracassada perseguição policial contra o malucão marrom, o Guardião conseguiu alcançá-lo e aí começou mais uma briguinha. Daí... no meio da briga eles ficaram com muito calor e decidiram tirar a roupa do corpo e lutar pelados (ou isso, espero...). Qual não foi a surpresa do Guardião ao ver por baixo da armadura do Predador uma cueca por fora das calças. Sim, era na verdade o SUPERMAN, só que depois de ter parado de tomar o rivotril recomendado pelo seu médico. Ele depois dessa mancada saiu fugido da Terra e foi passear na terra do Peter Pan por uns tempos.

[editar] O retorno do original - só que não

Explicando esse subtítulo dessa seção (lOl que coisinha técnica né?), o que acontece é que o Jose Delgado, como eu disse, tava pedindo ajuda pro bandido. E o Lex, sempre bem intencionado (não pera), com a ajuda do seu assistente nerd Sidney Happersen cria uma maquininha que faz com que o Jose volte a andar e muito bem, obrigado. Mas essa máquina tinha um troço que ficava roçando com tudo no intestino grosso Delgado dele (sem trocadilhos, man, por favor!), forçando-o a ser um zumbi do Luthor. Se não fosse a ajuda do Professor Hamilton (a.k.a Ruína) ele seria escravo do Luthor por toda a vida, mas ele se libertou.

Após isso, a vida dele começou a dar merda atrás de merda: perdeu o apartamento, a namorada (Lois), depois a Cat Grant também o abandonou, ele começou a ser perseguido pelos zômiz, daí ele saiu de Metrópolis e passou longos anos longe de tudo e todos. Voltou recentemente, mas apareceu tão pouco que ninguém nem viu. Esse aí é zicado mesmo viu.


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas