Prince of Persia 3D

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Prince of Persia 3D é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, o Link está puto porque chamaram ele de Zelda.


Príncipe do Irã 3DS
Prince of Persia Arabian Nights.jpg

Capa da versão para Dreamcast, com vergonha de admitir ser o 3D

Informações
Desenvolvedor Red Orb Entertainment (quem?)
Publicador The Learning Company (quem?)
Ano 1999
Gênero Jogo de Pulo
Plataformas Nintendo 3DS
Avaliação 1%
Idade para jogar +21 (necessário coordenação motora de um neuro-cirurgião atômico sueco)

Prince of Persia 3D lançado para o PC da Xuxa e Tamagochis em 1999, foi um jogo feito totalmente às pressas e nas coxas, pois acreditava-se na época que o mundo acabaria em 2000, e portanto não haveria prazo para adiamentos. Sabe na escola quando a professora pede para todos mostrarem o dever de casa e aquele aluno vagabundo que não fez o copia às pressas de maneira porca em menos de 1 minuto? Prince of Persia 3D é a mesma coisa, uma cópia mal feita dos jogos de sucesso em 3D da época. 1 ano depois, o jogo foi adaptado para o falido Dreamcast, único console carente o bastante para aceitar rodar essa porcaria, mas sob o nome de Prince of Persia: Arabian Nights para tentar disfarçar ser outro jogo, mas continuou um enorme fracasso, exceto um único prêmio, o foi vencedor do primeiro The Game Awards de 1999 na categoria "Jogo mais bugado do ano".

Enredo[editar]

Para os padrões da época, os bugs encontrados em Prince of Persia 3D eram aceitáveis e toleráveis (ou não).

Para aqueles que entenderam a história desse jogo, estão de parabéns por serem tão incrivelmente desocupados para jogar essa porcaria que causa ânsia de vômito em qualquer um tão berrantes as cores e tão mal feita a movimentação. Percebe-se que o príncipe perdeu a princesa novamente para variar, aquela vadia que não fica quieta e já rodou na vara de todo mundo até então, menos na vara do príncipe, desta vez a princesa cai nas mãos de um novo vilão, e cabe ao príncipe explorar todo um novo universo em três dimensões de um mundo lisérgico para encontrar a princesa e fugir da indústria do videogame para nunca mais retornar. O jogo retoma o espírito do primeiro jogo de 1989 ao adotar o speedrun, pois se o jogador não encerrar o jogo em menos de 1 hora, ele poderá sofrer de tonturas, enjoos, cinetose e que podem gerar sequelas irreversíveis como retardo mental e vagabundagem crônica.

Jogabilidade[editar]

Após Super Mario 64 ter sido lançado em 1996 ele criou um novo paradigma nos videogames que significava que absolutamente todos jogos deveriam ser feito em 3D, não importa o lixo que ficasse, e assim surgia Prince of Persia 3D.

Prince of Persia 3D foi criada por uma empresa de fundo de garagem, formada por estudantes nerds que nem para estagiários serviam, muito antes dos lixos de jogos indies virarem modinha, eram apenas o que são mesmo, jogos lixo, que é o caso de Prince of Persia 3D, pois se o jogador conseguir jogá-lo por 15 minutos sem travar, já é muito.

O jogo oferece também um sistema de combate inovador, no qual a câmera posiciona-se no pior ângulo possível, criando um desafio a mais.