Pro Evolution Soccer 2014

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Pro Evolution Soccer 2014 é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, o seu Neopet termina o curso da ilha Krawk.


PES 2014
PES 2014 capa.jpg

Capa da versão do jogo nas feiras do Brasil

Informações
Desenvolvedor PES Productions
Publicador Konami
Ano 2013 (mas o nome não é 2014?)
Gênero Futebolzinho
Plataformas Todas possíveis
Avaliação 50%
Idade para jogar Recomendado para toda família

Pro Evolution Soccer 2014 é mais uma repetitiva continuação do PES 2013, trazendo os mesmos defeitos e bugs do jogo anterior, com as inovações de uma jogabilidade ainda mais truncada e uma quantidade e variedade menor de times e diferença entre os jogadores. O jogo ficou marcado pelo fato de qualquer um poder pegar um Sport Recife da vida e vencer de 10x0 qualquer time da Champions League na dificuldade normal (se for na dificuldade Estrela, aí inverte, todos só perdem de 10x0 para a máquina).

Os gráficos estão a mesma podridão de sempre, com a diferença que agora alguns jogadores podem se malouqueiros e jogar com a camisa pra fora do calção, parecendo verdadeiros peladeiros.

O jogo é apenas uma versão alternativa para o FIFA 14, que é melhor mas é mais caro.

Jogabilidade[editar]

London FC enfrentando o North London pela licenciada Premier League, o grande torneio do Acre, novidade do jogo.

Foi utilizada para o jogo a FOX Engine, mesma que viria a ser utilizada no jogo Metal Gear Solid 5, e isso explica o travamento geral de PES 2014, definitivamente a edição mais truncada da história de todos PES. A tentativa de reproduzir uma física fiel ao mundo real resultou apenas num jogo que torna qualquer partida tão emocionante quanto assistir ASA de Arapiraca contra o Flamengo do Piauí (que não são times selecionáveis no jogo, apesar disso).

A jogabilidade continua a mesma coisa horrível e irreal de sempre só que ainda mais piorada, com jogadores dando passes errados para onde não foram comandados e tendo uma dificuldade absurda de roubar a bola do computador, inclusive o fato de caso der um pequeno esbarrão no computador o juiz já marca faltas e pênaltis.

Há dois tipos de configurações para controle de passe e finalização, sendo o modo normal aquele em que você aperta o botão do chute e o boneco faz o gol, e o modo realístico que simula ruindade real do jogador ele faz com que seja absolutamente impossível fazer gols ou acertar quaisquer passes.

Agora o jogo vem também com a possibilidade de juiz ladrão, visto que Corinthians e Flamengo estão presentes como times selecionáveis.

Teoricamente, o jogo trazia a possibilidade de jogar online, mas o servidor desse game fechou em menos de 1 ano de serviço, para forçar todo mundo a torrar o salário do mês no PES 2015.

Times e seleções[editar]

v d e h
Pro Evolution Soccer logo.png