Professor Pasquale

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Se vəndalizarish, um bäenfiquista vai atrás də tua mãe



Nada!
Professor Pasquale está relacionado à TV Cultura, assiste Cocoricó, Viola, Minha Viola e Roda Viva, mas lá só passa 99% Cocoricó e 1% Professor Pasquale


conheça mais dessa gentalha aqui


Loituma.gif Este artigo é sobre algo ou alguém muito irritante e inferniza os outros por diversão. Se você vandalizar, ele será seu tormento pro resto da vida!
Prof. Pasquale após descobrir a maldita inclusão digital.
Camisa "fashion-conservadora" da grife “Pasquale Uiear” usada pelo próprio
Memórias de um Professor
Nossa! Língua Portuguesa! - Vol. Máximo
Nossa! Língua Calabresa! - Vol. Sem Cebola
Odia odia a nossa Língua
Português - Piadas e Gírias
O livro Secreto do Lulanês

Cquote1.png Experimente também: RR Soares Cquote2.png
Sugestão do Google para Professor Pasquale

Cquote1.png Experimente também: Professor Girafales Cquote2.png
Sugestão do Google para Professor Pasquale

Cquote1.png Escreveu e não leu, Professor Pasquale comeu! Cquote2.png
Professor Pasquale sobre Você não saber ler

Cquote1.png Na União Soviética, quem corrige o Professor Pasquale é VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Professor Pasquale já deu a bunda em Malta Cquote2.png
Ofensiva Maltesa sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Na Holanda, o Professor Pasquale se ensina sozinho, não precisa de VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Holandesa sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Tudo que eu sei sobre português deve-se a ele Cquote2.png
Carla Perez sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Se errar na ortografia, você vai sentar no colinho do Chuck Norris! Cquote2.png
Professor Pasquale sobre um idiota que errou na ortografia

Cquote1.png RR Soares também é professor de Português? Cquote2.png
Você sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Ele é idêntico a mim, só que sem o bigode! Cquote2.png
Professor Girafales sobre Professor Pasquale

Cquote1.png Ele não sabe nada sobre a língua portuguesa Cquote2.png
Reversal Negativa Kennedyana sobre Professor Pasquale

Quem???[editar]

Pasquale Cipó Neto é um português nascido em Trás dos Montes em 1960, ex-professor da rede pública de ensino e exímio caçador de erros, fato este que o faz ter um programa televisivo só uma vez por ano. O resto do ano ele fica de licença, no resort de Águas Esgotais de Lindóia.

Pasquale emigrou para o Brasil para assistir shows de mulatas de Oswaldo Sargentelli, quando trabalhava como molde do Sr. Cabeça de Batata na fábrica de brinquedos Estrela.

Resolveu continuar os estudos no Brasil e matriculou-se no maternal da Escolinha Acarajé Feliz, onde estudou junto com Pelé, que fazia o curso pela 6ª vez. Ambos são reprovados.

Se inscreve então no MOBRAL onde é aprovado com louvor.

Camisa projetada no Paint
Camisa pronta

Formou-se em Letras pelo Instituto Universal Brasileiro Vai Até Você, o IVOVIUAUVAVIVADUVIADUDUVOVÔ. Pós-graduou-se em Estudos Imunológicos Lingüísticos Avançados, no ITA e, desde então, não suporta ver nenhum Erro Gramatical.

Se candidata a vaga de professor de escola estadual em São Paulo, na era Orestes Cuércia, onde ganha pouco e trabalha menos ainda.

Pasquale também dá aulas de inglês no mexico, para que os mexicanos possam invadir os [[Estados

Unidos]]

Vida Pessoal[editar]

Por na infância ser discriminado por sua enorme nariga deu uma de emo e resolveu se vingar de todos se trancando no quarto estudando noites e dias e se tornou um homem inteligente.
Professor Pasquale

Conhece sua atual esposa, espanhola de origem grega, nariz de batata e também professora, Doralice Concepción de Vaz Diaz Mendeguelli Clitóridas Aureliana, apelidada carinhosamente por ele de Docovadimenclia.

Pasquale teve um romance extraconjugal com Dona Marluce Diaz, mãe do grupo KLB. Gerando dessa união, o “B”, Bruno, o mais esquisito da banda. O pai de “K” e “L” criou o garoto sem saber que se tratava do filho de outro, até descobrir a semelhança de seu filho com o professor ao assistir ao programa televisivo de Pasquale, Nossa Língua Portuguesa.

Pasquale ficou feliz ao saber que o filho se tornara o filho de um milionário do petróleo em vez de viver na pobreza como professor da rede pública. Em entrevista para a revista “Capricho”, Pasquale afirmou:

Cquote1.png
Fiquei felis que o Bruno se suscedeu melhor de que eu e os seus irmãos professores. Enquanto eu ando de Citröen, lecionando uma vez por mês nas escolas estaduais, o padastro do Bruno anda de helicópitero.(sic)
Professor Pasquale sobre seu filho Leandro ser adotado pelos pais de K e L.

Foi sobretudo na década de 1990 que a figura de Pasquale torna-se notória. Enquanto tentava, sem sucesso, conseguir uns trocados corrigindo pequenos erros de português em filas de junk-food, Pasquale chama a atenção do, ainda preemente, diretor Cao Hamburguer (este nome é incrível!). Hamburguer (diretor) chama Pasquale para estrelar o comercial do mais especializado restaurande junkfood do mundo. Esta seria a porta de entrada para o estrelato.

O comercial se baseia natradicional música do hamburguer (comida) mais famoso da marca que é cantada por uma pessoa:

"Dois hambúrguers, alface...".

Prontamente corrigida por Cipó Neto:

"não são dois hambúrguers, mas dois hambúrgueres, já que em português o plural de palavras terminadas em ‘r’ é feito com ‘es’".

O mundo aplaude Pasquale.

Atualmente, Pasquale trabalha na Rede Globo, corrigindo erros de concordância verbal e nominal e substituindo o Word ao corrigir erros ortográficos idiotas.

As camisas[editar]

Apesar de suas tentativas de ser famoso, ensinando uma língua morta como a língua portuguesa, Pasquale ficou mais conhecido por suas camisas de gosto duvidoso.

Cores que não combinam entre si, estampas ridículas e o estilo EMO marcaram sua presença televisiva.

As grifes do Brás e da CIA eram suas patrocinadoras oficiais e sempre criavam modelos diversificados exclusivos para Pasquale. Os modelos eram estudados através de um programa de design 3D, feito para Windows 95, depois os desenhos eram feitos no Paint onde a estampa e a combinação de cores eram criadas. Todo esse processo minucioso não levava mais que 5 minutos.

Pasquale decidiu criar uma grife exclusiva de camisas bregas chamada “Pasquale Uiear”. Licenciada para o mundo inteiro em mais de 200.000 idiomas, a grife não durou muito porque sua etiqueta estava escrita em português. Timbuktu, que conta com metade dos idiomas da terra, não se interessou mais pelas camisas já que não conseguiam entender o português das etiquetas.

Além das camisas eram vendidos meias e suspensórios para combinar com a camisa. O apresentador Fausto Silva chegou a usar suas camisas.

Método de Ensino Inovador[editar]

Pasquale ficou também conhecido pelo método inovador de ensinar português. O método consistia em adequar o tema das aulas ao modo de vida dos estudantes.

Nas escolas públicas da periferia[editar]

Encontre o sujeito das frases:

  1. Dei um role no shops.
  1. Três pedras de Crack caíram no chão.
  1. Me bateram com o fio do ferro de passar.
  1. Roubaram o tênis do meu primo outro dia.

No interior[editar]

Encontre o prejudicado das frases:

  1. Meu vizinho ouve música muito alta.
  1. Meu vizinho faz compras todos os dias.
  1. Meu vizinho limpou o quintal.
  1. Os filhos do vizinho não trabalham.

Na redação da Rede Globo[editar]

Encontre os adjetivos:

  1. A Globo é o canal de TV mais importante do mundo.
  1. As novelas da Globo são bem feitas.
  1. O Ronaldo Fenômeno não gosta de travestis.
  1. O governo Lula é uma maravilha.
  1. No BBB 10, só tem esquizofrênico.

Nas escolas da Zelite[editar]

Coloque no plural:

  1. Comprei um carro importado e um helicóptero novo.
  1. Meu pai deu um tiro e ficou chapado.
  1. Vou comprar uma lancha quando chegar em Miami.
  1. O Amaury Jr. me pediu um empréstimo de novo.

Pasquale sempre prendia a atenção dos alunos nas poucas vezes que lecionou. Em seu livro, Memórias de um Professor, na última página (pág. 12) ele diz:

Cquote1.png
Impresso em offset. Com filmes fornecidos pelo editor.

Última página do Livro Memórias de um Professor, de autoria do Prof. Pasquale. Ed. Osako, 1990.

Obras[editar]

Curiosmente, todos os livros foram lançados por uma editora japonesa, a Editora Osako que não entende uma só palavra de português:

  • Memórias de um Professor - Autobiografia de Pasquale, 12 páginas
  • Nossa! Língua Portuguesa! - Vol. Máximo - 1920 páginas
  • Nossa! Língua Calabresa! - Vol. Sem Cebola - 1290 páginas no rodízio
  • Odia odia a nossa Língua - Somente ilustrações
  • Português - Piadas e Gírias - Participaçao expecial de Carla Perez
  • O livro Secreto do Lulanês - Por que ele pode falar errado?

Ver também[editar]