Programa do Hugo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
TV pós-Globo. Este artigo é sobre mais um programa de tortura televisiva. Salve-se mudando para o Canal do Boi, ou leia mais sobre a desgraça, logo abaixo.
Cquote1.png Olá amiguinho!! Vamos brincar de perder dinheiro e não conseguir nunca falar comigo?! Cquote2.png
Hugo

Cquote1.pngVocê quis dizer: DynavisionCquote2.png
Google sobre Programa do Hugo
Cquote1.png Ahh mãe, deixa eu ligar, diz que sim vai, sim?! Cquote2.png
Kiko Você sobre Programa do Hugo
Cquote1.png Hugo, meu controle remoto tá sem pilhaaaa!! Que eu façoooo?! Cquote2.png
Pobre sobre Programa do Hugo
Cquote1.png Custo de uma ligação de celular para Belo Horizonte. Cquote2.png
Burocracia sobre Programa do Hugo
Cquote1.png Eu sou uma ursinha, olha só como eu sou macia... maciia... maciiia... Cquote2.png
Xuxa para Hugo sobre suas tetas
Cquote1.png Ele traiu o Movimento dos duendes, véio!! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Hugo
Cquote1.png Um amigo meu se suicidou após ter puxado a corda errada na fase final... Cquote2.png
Amigo de um Emo sobre Hugo.
Cquote1.png Na União Soviética, quem dá ocupado é VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Hugo.
Cquote1.png Agora aperta o 3! Aperta o 3! 3! 3! Não! Nãããããão! É 6! 6! 6! Aperta o 9! Nãããããão! Cquote2.png
Apresentador Mala sobre Você
Cquote1.png Isso garota! Vai! Mais rápido! Ai! Vai! Você vai conseguir! Não para! Não para! Mais rápido! Ai! Meu Deus! Você é muito boa! Não para! Não para! Cquote2.png
Apresentador pedófilo

Na tv do Hugo, se você fazer direitinho passa até pornô!!

Tabela de conteúdo

[editar] História

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Programa do Hugo.

[editar] Nascimento

No longínquo condado do Bolsão, ouvem-se gemidos. Mamãe Hugo chora, esperneia. Uma pequena criança está saindo. Já se pode ver os pés. Papai Hugo observa ansiosamente, proferindo palavras de acalento para mamãe Hugo, que se contorce de dor, visto que a cabeça da criatura entalou no ventre da velha, porém sábia, matriarca.

"E que cabeça hein?!" disse papai Hugo assim que analisou melhor a situação... Horas já se passaram e a cabeça homérica daquele menino homem não saía. Eis que mamãe Hugo, já exausta, utilizou seus últimos esforços para, enfim, livrar-se daquele grande fardo de seu corpo. E fez força, muita força. Até que enfim aquilo escapou de suas entranhas, sendo arremessado para longe, devido a força da inércia e do impulso utilizados no parto.

Aquela pequena criança, cai no chão e suas primeiras palavras são proferidas nesse momento: "Obrigado! Caí sentado..." . Foi um milagre! Foi o nascimento mais esperado do ano. Todos os animais comemoram a notícia. "O príncipe nasceu" agora enfim, o ciclo da vida pode ser perpetuado. Papai Hugo então sobe na pedra da vida, e urra, mostrando com orgulho sua cria, que viria a se chamar: "Hugo".

Mas nem tudo são flores nessa história, o pequeno Hugo foi crescendo, assim como sua curiosidade, papai e mamãe Hugo bem que avisaram :"Hugo, você não deve ir à zona proibida, o cemitério dos antigos lenhadores celtas que aqui viveram em tempos de outrora!". Mas ele não escutou. Seu espírito aventureiro falou mais alto...

[editar] Numa manhã...

Hugo mostrando a quê veio.

Certa feita, Hugo decidiu conhecer uma garota. Ele, que não tinha muitos amigos nem era "pop", não sabia muito bem como lidar com esse tipo de situação. Foi então que em 1º de junho de 1987, o jovem Hugo pegou sua moto e saiu pela rua.

Deparando-se com uma linda jovem chamada Xuxa, ele disse com carinho a ela: "Não seja boboca. Pule nessa motoca"

Xuxa então sobe naquela Honda Biz esculhambada e, após alguns sussuros ao pé do ouvido de Hugo, convence o menino a ir para um Motel com ela.

Aquela enfim foi a primeira aventura de Hugo. A trepada inicial.

Na manha seguinte, Xuxa acorda e vê que tem um duende ao seu lado na cama. Assustada, ela dá um chute no pequeno Hugo. Ele esbravejando de dor, profere uma célebre frase:

"Ai ai ai! Meu bumbum doi"



Hugo procura ainda seu espaço na mídia. Há algumas aparições no Sítio do Pica-Pau Amarelo

[editar] O começo do vício

E pensar que você já brigou com sua mãe por causa dessa merda...

Hugo começava aos poucos notar que tinha sim um talento nato para o mundo da rima. Acordava de manhã, com coração alegre, cheio de vontade de rimar. Começava falando com mamãe Hugo: Mamãe, bom dia! Meu leite está na pia.

Mamãe Hugo dava uma risada e aumentava o ego do pequeno duende. E, aos poucos, aquilo ia se tornando mais que uma mania. Ele estava começando a ser possuido por aquelas palavras. Ele ouvia alguém dizer alguma coisa e involuntariamente respondia:

- Mas você viu aquilo?

- Hm.. hmmm... hm... gosto de comida à kilo!

Quando estava indo para o trabalho, ele ficava imaginando quais seriam as surpreendentes rimas que usaria com os telespectadores.

"Fim do jogo.. você é bobo." Não.. essa rima está fraca. Preciso de algo que anime o babaca. "Não sei o que aconteceu. Você perdeu.". É um ótimo golpe. Mas preciso de algo que dê ibope. "Não tem chororô. Esse jogo acabou."

E assim, mais uma vez, Hugo criava um bordão que seria um ícone para toda uma juventude aventureira possuida por instintos selvagens.

[editar] O Fim da carreira

Neste caso, não é uma referência a drogas. Estamos falando dos últimos dias de Hugo nas telinhas. Sim! O mito teve seu fim.

Depois de não ter sido atendido, Fernandinho Beira-Mar deixou um recado na secretária eletrônica de Hugo.

Essa porra tudo é farsa! Cambada de bandido! É bom os carinha que faz isso se cuidá senão o bonde passa por cima deles.

Após ouvir estas palavras, Hugo entrou na famosa Síndrome do pânico, que é uma doença que ataca o sistema nervoso, deixando a vitima com vontade de dançar a dancinha do siri, imitar o Sílvio Santos, fazer piadas e estourar garrafas de refrigerante no chão.

A vida de Hugo a partir daquele momento era nula. Fernandinho conseguiu acabar com a alegria de uma nação de espectadores.

Moradora do condade do Bolsão vendo Hugo cair do alto da montanha

[editar] Caracteristicas

Nome completo: Hugo

Apelido: Hugo

Idade: 125 anos

Altura: 49 cm

Peso: 5Kg

Estado civil: Em paz

Sexo: Aos sábados

Carteira de motorista: A, B, C e D

Idolo: Obina

Tipo sanguineo: HIV positivo

Orientação sexual: Use camisinha

Música preferida: Liberdade pra dentro da cabeça (Natiruts)

Cor: Verde

Canal preferido: CNT

Bebida preferida: Água de Jamaica

Uma planta: Cannabis Sativa

Hugo por Hugo: Um cara super descontraído que adora fazer novas amizades

Uma frase: "Não tem chororô. Esse jogo acabou!"

Uma mania: Não atender telefonemas

[editar] Frases célebres

Dentre muitas frases já ditas pelo grandioso Hugo, ai vão as mais importantes:

[editar] Que te dão ajuda moral

  • "Não seja boboca. Pule nessa motoca"
  • "Subindo a montanha, sem fazer manha"
  • "Não dê moleza que voar é uma beleza"
  • "Vamos em frente que atrás vem gente!"
  • "Não desanima que a vida termina"
  • "Agora eu quero ver a gente vencer"

[editar] Que te deixam cabisbaixo

  • "Não tem chororô. Esse jogo acabou"
  • "Errei a mira, cai na China"
  • "Caí do penhasco, virei churrasco"
  • "Obrigado! Cai sentado"
  • "Se Liga! É a última vida!"
  • "Nâo me deixe; cair no peixe!"
  • (Cantando): "Hey hey hey! O meu forte é a rima!"

[editar] Que são bem safadas

  • "Ai ai ai! Meu bumbum doi"
  • "Conseguimos, assim é que eu gosto"
  • "Eu tô pronto pra outra, e você?"
  • "Ai ai ai que dor, esqueci o bronzeador"
Gugu no telefone com Hugo.

[editar] Pessoas que ligaram para o Hugo

[editar] E completaram a ligação

[editar] E não conseguiram completar a ligação

[editar] Ver também


v d e h
Sonics.gif|||Tabela Periódica dos Bons Elementos||||Sonics.gif

  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 24 42 51 69
1 D
Ss
Φ Jc Ry
Ns Am Ar Ag Jn Bv
2 Cn G
Mt Lk Sp Sn Sj Aj
e Bu Me Ma H Bm Ul Te Pe Ax Rh Sh S C Nm Jd Jg Fg Ay
3 Kt Ms Bl Jl Jh T Mi Hz Z Ww Bo M Jp Is Ab Po Fa P
π Tu Du Y Ls Ne Op Gd N Cu Ll Jo Za L Ci Fr Jk Sa K
4 At Hp * Ti Mq Oc Ra Le Al El Jb Au As O Da Mg Sg Di
5 Gn Hh ** Be Mv Ja Jy Ji Wi Sl Gv Pr Lu Mr Lk Dl Si Js
Dr Ge *** Ib Hu So Pt Df Pi Pp Ps Si Bn Ca Sb Ap Mn St

* Série dos ONGônios Mf Gp W Cv Ae Aa Ce U Dn I Ia Rt Tt Mo Pa
** Série dos Heronídeos Su B Mm Lv Aq Ha De Se Li Co Ch Cp Rc He F
*** Série das Femininas Hr Cd Sm Mq O Cm Ep Ag Bb Ig Di Mmi Cm Cl Pd
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas