Protozoa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Silvio e o bambu.jpg Este artigo é relacionado à biologia.

Se uma tênia sair do seu rabo, não mexa!

Protista
Protozoário na água da sua casa, se vista bem de perto.
Protozoário na água da sua casa, se vista bem de perto.
Classificação científica
Domínio: Cara de idiota
Reino: Animal

Cquote1.png Filho, não beba a água da privada, nãão!! Cquote2.png
Tua mãe sobre Amebíase
Cquote1.png Mãe, eu bebi. E sinto que vou ter uma diarréia... Cquote2.png
Você sobre citação acima
Cquote1.png Mas não to vendo nada nessa água! Protozoário o que! Cquote2.png
Ignorante sobre Protozoário
Cquote1.png Pro-to-to-to-to cumé-pro-toto zo... Cquote2.png
Gaga de Ilhéus sobre Protozoário
Cquote1.png Hoje eu vou trollar geral Cquote2.png
Merda de mosquito sobre contaminar alguém hoje


'Protozoa, o reino dos protozoários ou protistas, são aquelas criaturas bem pequenas, que não são nem bactérias nem vírus. Mas afinal, o que diabos é um protozoário?

Identificando um protozoário[editar]

Já que existem tantos seres minúsculos, daqueles que fazem o salário mínimo parecer algo digno, houve a necessidade de se botar ordem no barraco. Concluiu-se que os protozoários são sempre pequenos e roubam os alimentos de outras criaturas, portanto são heterótrofos ou aproveitadores mesmo. Em toda regra, há as exceções, cabendo-a a alguns protozoários que preferem produzir sua própria comida, são sempre protozoários clorofilados e verdes, afinal é errado roubar a natureza. Isso é um belo exemplo de ecologia encontrado no próprio mundo da Biologia.

Uma cultura de amebas em laboratório.

Outra característica dos protozoários é a assaz ótima organização que se pode encontrar em seu interior, tornando-os aptos a roubar mais coisas do que as bactérias, que são os seres vivos mais desorganizados da face da Terra, talvez comparando-se aos vírus, os quais nem se sabe se são de fato seres vivos. Enfim, os protozoários desenvolveram um sistema de organização celular que inclui o inédito núcleo celular, uma estrutura que permite muito mais coisas do que células anárquicas bacterianas. Como prova de sua utilidade, os protozoários diariamente usam o núcleo celular para atacar outras células e roubar-lhe os nutrientes. Sem celular, não se rouba mais nada nos dias de hoje, PCC que o diga.

Classificação[editar]

É uma lagartixa? Não, Pedro Bó, é um tripanossomo.

Os protozoários estão classificados como membros da quadrilha do Reino Protista, um dos cincos grandes reinos. Até hoje, muitos cientistas não sabem diferenciar um protista e um protozoário, afinal até o nome é quase igual e esses cientistas provavelmente se formaram brincando com o famoso Mini Laboratório de Química na infância, que só serve para formar nerds desocupados. Pouco antes de 1900 e guaraná com rolha, quando ainda não havia microscópios, minilaboratórios nem massinhas Amoeba, tudo era Animal ou Vegetal. Quando observaram as primeiras criaturas unicelulares, os pesquisadores acharam mais fácil jogá-las todas em um grupo separado, afinal cansa muito ter de incluir uma a uma nos dois reinos de então. Na verdade eles queriam meter tudo no reino Animal, mas isso pegaria mal para a comunidade científica, todos pensariam com razão que se trata de um bando de preguiçosos que ficam na Desciclopédia em vez de pesquisar coisas úteis. Então criaram o reino Protista. O Reino Protista inclui os protozoários e também as algas, aquelas folhas que se encontram nos mares e nos restaurantes japoneses e são as verdadeiras responsáveis pela fotossíntese na Terra ou seja, a razão pela qual protozoários e algas têm algum tipo de parentesco são totalmente escusas, são dois tipos de seres em nada semelhantes, coisa que só cientista doido consegue entender.

Estou de olho em você.

Dentro dos protozoários, há ainda mais classificações, fruto da desocupação crônica do pessoal da comunidade científica. Nesse caso, observou-se os movimentos empregados pelos protozoários quando eles cometem seus ataques celulares.

  • Rizópodes - Mestres nas artes ninja, utilizam-se de pés falsos para se locomover até a célula-alvo e roubar os nutrientes. As amebas são o exemplo mais conhecido.
  • Flagelados - São o flagelo da sociedade, pois atacam suas vítimas de modo direto e brutal, causando grande comoção no mundo unicelular. Movimentam-se mexendo o rabo, o que permite um ataque mais profundo. O poderoso Tripanossomo é o maior exemplo dessa corja.
  • Ciliados - Quando agem, afiam seus cílios, que envolvem todo o seu corpo, e rolam em direção ao seu alvo, gritando "Nikudan Sensha!!." São uma classe tida como secundária dentro dos protozoários, pois não têm grande importância quanto aos roubos praticados e à sua força.
  • Esporozoários - Esses protozoários são interessantes. Utilizam-se de sua astúcia quando parasitam o oponente. Não costumam se mover rapidamente como seus primos, mas em vez disso arremessam esporos nos alvos, fazendo-os dormir por até 5 rodadas sem chance de falha. Nesse meio tempo, basta entrar e roubar tudo. O plasmódio já derrubou muitos seres em florestas equatoriais usando essa técnica, vide os efeitos da malária.

Alimentação e Reprodução[editar]

Estrelinhas? Que nada, são amebas mesmo.

Para se alimentar, os protozoários precisam atacar outras células usando seus variados meios, dependendo da sua classificação. Eles entram na célula, abrem espaço e pegam a comida necessária, partindo sem deixar nada para trás. A digestão do alimento é feita rapidamente pelo próprio sistema celular, assim não ficam provas do crime. Por não produzirem nada os protozoários são obrigados a roubar dos outros.

Pelo fato de serem coisas pequenas e insignificantes, os protozoários não inovaram em nada nos métodos de reprodução. São serem completemente sem-graça, e isso se reflete inclusive na cama. Mas na verdade nem se pode falar em cama, afinal os mesmos mantiveram o sistema de reprodução assexuada das bactérias, ou seja, sem a necessidade de um parceiro. É a famosa Técnica do 5 contra 1 aplicada na reprodução de seres unicelulares. Isso explica a razão das amebas terem cinco pés.

Porem tem alguns protozoário mais espertos que já usam a reprodução sexuada como os ciliados (com cilios) que se unem pela "boca" para formar uma ponte citoplasmatica.

Ainda tem outros que utilizam copulação em que as microgametas "dos macho" vão de encontro com as macrogametas "das fêmeas" que só ficam lá paradas esperando. Aí originam um "filinho"

Principais Espécimes e Doenças[editar]

Enquanto você cheira o pobre gatinho, pode haver um toxoplasma esperando por esse momento.

Além de furtar e roubar as pequenas células unicelulares do tamanho do teu cérebro, os malignos protozoários também causam danos em seres bem maiores. Animais possuem muitas e muitas células, logo são uma inesgotável fonte para as quadrilhas de protozoários, que acabam ficando dentro desses animais, parasitando-os em tempo integral.

Os protozoários podem estar em qualquer lugar, aguardando um descuido das potenciais vítimas para se alojar em seu interior, desde a água da privada até o seu gato de estimação, o qual você adora cheirar. Abaixo estão alguns tipos de protozoários e as doenças que eles causam nos seres humanos.

Agora não são protozoários, pode comer as jujubas sem nenhum temor.
  • Ameba - É aquele famoso protozoário em forma de meleca que se arrasta para andar, usando o jutsu do pé falso para enganar seus hospedeiros, ou o Jutsu da Amebíase, como também é chamado. Por ser o mais conhecido, a ameba já inspirou muitas obras, sendo a principal a Massinha Amoeba, usada para formar nerds desde cedo, da mesma forma que os minilaboratórios químicos. Um dia essas crianças crescerão e pesquisarão formas de combate às amebas, pelo menos é o que se espera. Para ver como as amebas são fodásticas.


  • Tripanossomo - Ataca os humanos e causa a Doença de Chagas. É um espécime muito bruto, prefere avançar diretamente no coração dos alvos, o que causa danos imensos. Conhecido como o flagelo dos protozoários, o malvado tripanossomo nega a cruz de Jesus Cristo e continua a praticar o mal. Os efeitos são tão devastadores que fazem qualquer bichinha gritar Cruzes!! quando veem uma vítima dessa doença. Por esses dois motivos o protozoário é também conhecido como Trypanosoma cruzi.
  • Toxoplasma - O inimigo número um dos gatinhos e seus respectivos cheiradores. Primeiro ele ataca os gatos para depois infectar aqueles que os inalam através da popular técnica do cheiramento de gatinhos.
  • Plasmódio - Elemento de alta periculosidade, o plasmódio transmite a malária aos seus inimigos. É o terror dos moradores de selvas e florestas localizadas no fim do mundo e até no Acre, avançando mais um pouco. Derruba qualquer criatura com seu ataque de esporos seguido da invasão às células-alvo. Não sobra nada inteiro.

Habitat e costumes[editar]

Esses bixos acham super descolado andarem fedidos e espalhando doenças, gostam de fazer suas tocas em merda de mosquito e, por serem uns dos primeiros animais a habitarem na Terra, foram sentindo cada vez mais inveja dos animais que iam evoluíndo na frente deles e resolveram se juntar e mostrar quem manda nessa porra, espalhando doenças e sintomas que botam qualquer animal grande e assustador no chinelo, não sei como que uma praga que tá pau-a-pau com pênis de japonês em tamanho é capaz de fazer tanto estrago sem que nenhum animal tenha como se defender (que covardia), servem só pra encher o bolso do profissional que inventa remédios (seilá como a gente chama esses caras)e que só dão certo em 0,00023% dos casos.

Tratamento e prevenção[editar]

Pra se prevenir dessas pragas, simples, não seja pobre, porque assim tu vai ter mais contato com água putável e menos contato com mosquitos, mas se tu for, se ferrou siga os passos abaixo:

  • Arrume um mosqueteiro.
  • Não faça criação de mosquitos.
  • Compre todo tipo de inseticida disponível.
  • Não deixe o mosquito cagar na sua cara feia.
  • Não coma bosta.

Mas agora se tu pegou alguma doença, aguente ela que é melhor que o próprio tratamento, pois assim tu vai ter que tomar 20 pílulas por dia, tomar 5 banhos só usando sabonete de 500 reais por dia, ser emo, pegar fila ir ao médico quinzenalmente, cagar do jeito certo e na hora certa, e não vai mais poder comer 99% do que é bom e saudável como pizza, pudim, lasanha e mulher (essa te pegou no kokoro não foi?). Melhor aproveitar os seus 4 anos de vida restantes com a doença do que fazer um tratamento de 20 anos pra poder aproveitar depois o mesmo tanto sem a doença (ou não porque tu já vai ser um velho(a) cheio de pelhanca).

Filos[editar]