Psicodelia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Um cidadão de bem gozando do efeito.

Cquote1.png Sóóóóóó... Cquote2.png
Psicodélico sobre Psicodelia

Psicodelia, também conhecida como psicadelia ou surto psicótico é uma sensação que as pessoas que se dizem chapadas usam como uma forma de mostrar isso e encorajar os outros a usar porcarias. Se costuma sentir a psicodelia de uma forma que todos já conhecemos, neste caso usando drogas de efeito alucinógeno como o LSD (mais conhecido como doce ou bala) ou cheirar gatinhos, que é o meio mais comum para as pessoas atingirem o estado, ou com o consumo de remédios fortes com a tarja preta, como o Propulsodimexiderosol. As más línguas dizem que psicodelia nada mais e nada menos é uma viagem em um universo totalmente diferente (com uma ajudinha do LSD) e que lá você descobre muitas coisas, explora das suas proezas e se alucina com cada parte... Neste caso chamadas as Good Trips. Mais há também as Bad Trips que são as viagens más, resumidamente é quando o LSD tava escroto e essa porra te fudeu. As Bad Trips provocam efeitos como: convulsões, ataques psiquícos e diarreia nervosa.

Usuários[editar]

Exemplo de capa de CD Psicodélica.

Existem vários subtipos de grupos de adolescente psicodélicos. Atualmente encontramos as pessoas que vão as raves, os chamados "empolgadinhos do trance", os famosos 'sequelados' ou 'maconheiros' e até mesmo os 'mamãe quero ser indie'. Geralmente os jovens hoje em dia descobrem a psicodélica depois de fumar um 'beck' (Cannabis Sativa) mais conhecida como maconha, marihuana, marijuana, birra, lombra, verdinha, erva, neura ou folha de bananeira. Obviamente que hoje em dia ainda são encontradas pessoas que buscam a psicodelia através de músicas. No caso de festas raves por exemplo, também, lá é possível obter a psicodelia, custa entre 30, 25, 40 reais e não é muito difícil de encontrar alguém que venda. Existe um bom motivo para se frequentar esse espaço normalmente apertado com músicas baixinhas, é bem fácil de saber, é só ver o que nela existe. Por exemplo, nas raves é muito mais fácil usar ácidos que te deixam nóiadão, chapado, maluco e doidão, simultaneamente. E também para absorver melhor isso, cheirar gatinhos...

Para evitar uma abstinência assim é recomendado o aumento da quantidade.

As músicas ajudam bastante. Os DJs sempre têm mania de por nas suas músicas coisas que mixando e remixado fica irado, mas nem sempre isso dá certo. Podemos encontrar a psicodelia também nas festas dos indies babacas. Nelas existem ácidos, e ervas, não muito diferente das raves e a música influência bastante, como por exemplo. Pink Floyd, que é um sucesso garantido para ter uma Good Trip. Coisas como solos bem trabalhados e sons diferentes com a voz ajudam muito. Também encontramos nesse universo paralelo e divertido, os famosos reggaeiros, que procuram sentir a psicodelia através das batidas dos tambores e daquela tipica voz tosca dos cantores de Reggae ou os cantores de Ska, Dub, Dancehall ou Ragga, que pra ser sincero, é tudo a mesma merda. São os famosos cheiradores de gatinho que estão na primeira ordem dos usuarios compulsivos.

Há também os hippies ainda não extintos que são amantes da psicodelia, eles já deixam bem claro que deve ser estabelecido para eles "Paz, amor, sexo e psicodelia" e cheirar gatinhos... Existem também os cantores de Rap, Hip-hop e Black Music, que também se baseiam assim (mesmas drogas, som diferente e pessoas diferentes, gestos diferentes). Os cantores de Hip hop, Black Music e Rap são caracterizados por usarem canções que falam de vida bandida, drogas, marginalidade e prostituições e cheirar gatinhos. Resumidamente psicodelia não se vê, se sente! Até tomando um suquinho de frutas é capaz de sentir a psicodelia, é só viajar.

Uma curiosidade[editar]

A psicodelia sempre esteve presente na mídia televisiva. Além do furgão do Scooby-Doo e outros exemplos óbvios, ela já atingiu até programas pra lá de austeros. Veja esta abertura de 1976 do Jornal Nacional:

Mutcho loco!

Experimente também[editar]