Punky Skunk

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Punky Skunk é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Guile solta um Alex Full.


Punky Skunk
Punky Skunk Cover.jpg

Classificação: F (para furries apenas)

Informações
Desenvolvedor Ukiyotei
Publicador Jaleco
Ano 1996
Gênero Ação
Plataformas PlayStation
Avaliação -2
Idade para jogar Você já nasce assim, amiguinho furry.

Cquote1.png *fap fap fap* Cquote2.png
Pedófilo Furry sobre Punky Skunk
Cquote1.png Esse jogo é uma bosta! Cquote2.png
Pessoa normal sobre Punky Skunk
Cquote1.png Pokébola vai! Cquote2.png
Ash confundindo Punky com Stunky
Cquote1.png Já disse que ele não é meu filho! Cquote2.png
Dente-De-Sabre sobre Punky
Cquote1.png Um grande amigo! Cquote2.png
Sly Cooper sobre Punky

Punky Skunk é um jogo de ação com gráficos de Minecraft. A qualidade é tão ruim que faz os jogadores se pergutarem: "Estou mesmo jogando um jogo desses em um PSX?" parece uma versão beta de jogos da Looney Tunes. O jogo tem um sistema similar ao de Tail 'Gator, onde, você, sem vergonha peida na cara dos inimigos para derrotá-los.

Elementos do jogo[editar]

Enredo[editar]

Você assume o papel de Punky, um gambá-aberração que anda sobre duas patas. Sua ilha sofre um ataque de um Lobo du Mal e seu exército du mal. Punky decide que vai salvar a ilha, mesmo que custe sua vida mas seus amigos aparecerem e prometem que vão ajudar. E é só isso.

Façanhas de Punky[editar]

Punky apesar de ser uma aberração consegue fazer 1001 coisas. O que faz os fãs da série (furries, claro) sustentarem a teoria de que Punky era um animal de circo. Ele pode:

  • Peidar: ... ... ...Tá, eu sei, você também pode fazer isso. Esse poder não é tão especial assim.
  • Praticar Snowboard na cabeça dos inimigos: Porque ele se acha um Gambá descolado.
  • Pular de para-quedas: Grande coisa, até velhinhas fazer isso hoje em dia!
  • Andar de Patins: Punky peida com a bunda para o sul para que consiga correr como o Sonic.
  • Usar espada: Não fica animado não, é uma espada de plástico.
  • Pular alto: Ele precisa do item feijoada para soltar um peido forte o bastante.
  • Voar: Usando a mochila-à-jato roubada do CJ.

Personagens[editar]

O jogo gira em volta de quatro personagens. Todos furries.

  • Punky: O Gambá (que não consegue sair do armário) de moicano que parece ter sido banido da terra dos Looney Tunes.
  • Amigo nerd do Punky que ninguém quer saber o nome: Tem síndrome de Franjinha e cria coisas inúteis e/ou que não funcionam direito. Punky é secretamente apaixonado por ele.
  • Amiga que tenta ser gostosa mas é peluda demais para ser comestível: Ninguém sabe o nome dela também. É uma coelhinha vermelha (que não é da Playboy. Pelo menos por enquanto, talvez a Playboy decida fazer ensaio sensual com animais especialmente para os furries algum dia). Ela é secretamente apaixonada por Punky (coitadinha dela).
  • Lobo du Mal: É um Lobo-aberração assim como Punky que também fica sobre duas patas. Ele só quer tocar o puteiro sem razão aparente.

Recepção[editar]

O jogo foi mal recebido pela crítica, não por ser uma cópia de Mário (pelo o contrário, cópias de Mário sempre tiram notas boas), mas sim porque Punky além de ter uma voz irritante, te faz ficar em dúvida se ele é realmente macho ou fêmea. Além disso, os críticos tem a mente saudável (quero dizer, mais ou menos... ...Eles são virgens que nunca beijaram ninguém) e qualquer um em sã consciência não ia sentir atração por um gambá criança que SEMPRE vira a bunda para atacar.