Qarabağ Futbol Klubu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Qarabağ Futbol Klubu
Escudo do Qarabağ.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Qaralho Bagos Futbol Klubu
Origem Bandeira do Azerbaijão Azerbaijão- Quzanlı
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Tofraco, Ruínas de Agdam
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Azeri
Divisão Premyer Liqası
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Qarabağ Futbol Klubu é só mais um desses times de futebol que existem nesses locais inóspitos do mundo para levar inclusão social a sebe-se lá quem. Não passa de um time inútil que é aceito em grandes torneios civilizados da Europa apenas como parte de um grande fair-play de aceitação de times de origem humilde do meio do mato (ou da terra, no caso do Qarabağ).

História[editar]

Fundação[editar]

O clube foi fundado em 1951, e não satisfeito em ser de um país inútil, obscuro desconhecido, escolheu ser de uma cidade inútil, obscura e desconhecida dentro deste país. Na pequena aldeia de Quzanlı a pequena população de 200 habitantes (não é exagero) tinha como principal esporte o arremesso de estrume. Aos poucos, novas modalidades de arremesso iam surgindo, e um dos mais populares eram aqueles realizados com os pés através de chutes. Aos poucos, a acanhada equipe de chute ao estrume ia se tornando um time de futebol respeitado e temido (pelo seu mau cheiro e não por qualquer habilidade futebolística).

Primeiros anos[editar]

Nunca disputou qualquer campeonato soviético, nem mesmo a Quinta Divisão, porque o Azerbaijão foi equiparado ao Quirguistão e Tadjiquistão em nível de falta de habilidade, e os times de Moscow jamais se rebaixariam à possibilidade de ir jogar nesses lixos de lugares, então a equipe de futebol do Qarabağ FK teve que se contentar em seus primeiros anos de existência a jogar apenas os campeonatinhos municipais e de vez em quando campeonatos azeris não-oficiais.

Campeonato azeri[editar]

Com o colapso da URSS, a primeira coisa que o governo azeri fez foi organizar seu próprio torneio de futebol, para assim ser aceito na ONU como país independente. No primeiro ano de competição, deixou o seu rival Neftçi PFC ser campeão, time tradicional da capital que usa chuteiras e joga em estádio com gramado para quem sempre perde, mas na edição de 1993 veio a se tornar campeão.

Só foi vencer pela primeira vez na vida algum time de fora do país pela Copa Intertoto de 1999, quando derrotou o Maccabi Haifa, para posteriormente ser fatalmente eliminado.

Liga dos Campeões Europa de 2014–15[editar]

O time do Qarabağ precisou ganhar o campeonato azeri duas vezes consecutivas para provar ser merecedor de disputar uma fase preliminar de Liga dos Campeões na edição de 2014-15. A numerosa torcida deste clube formada por 22 pessoas (o pai e mãe d ecada jogador titular) comemorou a goleada aplicada sobre o Palleta FC de Malta, o que elevou o Azerbaijão de país péssimo-horrível para país mais-ou-menos-ruim. Na fase seguinte ainda venceu em casa o Red Bull Salzburg por 2x1, mas depois foi derrotado por 2x0 na Áustria e acabou relegado para a Liga Europa.

Após empatar em casa por 0x0 e fora de casa por 1x1, eliminou o Twente da segunda divisão da Holanda e se tornou o primeiro país da Conchinchina a se classificar para a fase de grupos da Liga Europa. Orgulhou-se de ter empatado em casa por 0x0 com a tradicional Internazionale, mas não passou de um terceiro lugar no final das contas e ficou por isso mesmo.

Liga dos Campeões de 2017-18[editar]

Pela primeira vez na história da humanidade um time das proximidades da Puta que o Pariu chegou à badalada fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA e o Qarabağ pode se orgulhar de tal feito. Para conseguir tal feito só precisou eliminar duas bostas e na cagada eliminar o FC Copenhague.

Na fase de grupos, quem deu a sorte de ficar no grupo do Qarabag foram Chelsea FC, Atlético de Madrid e AS Roma, que disputariam quem por mais gols goleariam o Qarabag.

Títulos[editar]