Quarta Geração de Consoles

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Resumo dessa geração.

A Quarta Geração de Consoles, também chamada de 16-bits, ou até mesmo de Nintendo vs. Sega é o período da história dos videogames que corresponde aos anos de 1987 até 1993, ou até 2003 quando a Nintendo se tocou que ninguém mais comprava o Super Nintendo interrompendo a produção do console. Com o lançamento de Super Mario World para o Super Nintendo e o lançamento de Sonic the Hedgehog para o Mega Drive, essa geração foi tomada por "istas", onde de um lado tinham os nintendistas que adoravam o gordo do Mario, e do outro os seguistas que adoravam o rato bubônico do Sonic.

Foi nessa geração que podemos ver as maiores bizarrices dos games (até essa geração). Como os consoles eram fracos de hardware, no final da vida deles, decidiram fazer um complemento-acessório para ajudar a aumentar a força do poder de cada console ou alguma coisa do tipo. O mais famoso deles é o Sega CD ou Mega CD, um acessório (não confundir com trambolho) que era acoplado abaixo do Mega Drive para suportar CDs. Outro é o Satellaview, lançado apenas no Japão, deu suporte ao Super Nintendo para receber sinais de transmissão via satélite, aí o jogador poderia ouvir uma rádio, comprar jogos e revistas por telefone.

Alguns recursos que diferem da terceira geração são:

  • Microprocessadores de 16-bits capazes de reproduzirem até jogos em 3D, como Star Fox por exemplo.
  • Controles com trocentos botoes.
  • Áudio rodando normalmente sem ruídos ou gemidos do além.
  • Paleta de cores completa.
  • Mario vs Sonic.

Consoles de Mesa[editar]

  • TurboGrafx-16
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: TurboGrafx-16

Também chamado de PC Engine no Japão, foi lançado em 1987 pela NEC com a colaboração da falida Hudson Soft. Foi um console até que notório durante a guerra de Nintendo e Sega e tinha jogos muito parecidos com os de fliperama da década de 70. Ele também teve um acessório de CD e que deixava ele o dobro do tamanho tendo que deixar o aparelho no chão, ocasionalmente esquentando e queimando o seu tapete.

Os gráficos invejáveis do Mega Drive.
  • Mega Drive/Genesis
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Mega Drive

Lançado pela Cega em 1988 é o sucessor do Master System, é também o berço de Sonic e contém 1,0102 de radiação em seu interior. Nessa geração a Sega se deu bem (pelo menos em 2 lugar) vendendo o dobro de consoles do que na ultima geração, mas acabou por comer poeira por fazer cagada até meados dos anos 90. O processador do console era o mais rápido da geração, também era preciso pra aguentar a correria do Sonic, além de conseguir ascender uma lâmpada de 200W depois de 30 minutos de jogatina. Para aqueles que se confundem o nome do console, Sega Genesis é como se chamada o console nos Estados Fudidos e Mega Drive em todo o mundo.

  • Super Nintendo
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Super Nintendo

Lançado pela Não-Intendo em 1990 é o sucessor do Nintendinho e dono dessa geração. Mesmo chegando atrasado, nunca dependeu de um acessório para CDs (até porque nunca suportou CDs), teve uma caralhada de jogos do Mario e sua gangue. Também contou com o feiíssimo Star Fox, o gay do Yoshi's Island e incontáveis Final Fantasies. Jogos da Rareware como a trilogia de Donkey Kong Country e a copia de Mortal kombat, Killer Instinct, fizeram a popularidade do console ser desejável pela Sega, que desesperada por vitória acabou por cavar a própria cova.

Link rindo do fracasso do CD-i.
  • Philips CD-i
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Philips CD-i

Lançado pela Philips em 1991 foi um DVD que fez parodia de consoles. Na maior cara de pau a philips comprou os direitos de Mario e Link para produzir alguns joguinhos para o seu DVD-console, durante toda a vida do console os únicos jogos famosos são Hotel Mario e Link: Faces of Evil, ambos com histórias ilustradas magnificas.

  • Neo Geo
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Neo Geo

Lançado pela SNK em 1990 era um console com todos os jogos de fliperamas, além de ter o melhor áudio e gráficos da geração, também tinha o preço mais alto, custando apenas 650 dolls para ter aquele fliperama dentro de casa.

Comparação[editar]

Nome TurboGrafx-16 Mega Drive/Genesis Super Nintendo Neo Geo
Fabricante
NEC, Hudson Soft
Sega
Nintendo
SNK
Imagem
176113-turbografx.jpg
Sega CD Mark 1.jpg
Yellow-snes-plastic.jpg
Neogeo.jpg
Preços de Lançamento $199,99 $189,99 $199,99 $649,99
Vida JP: 1987-1994
AN: 1989-1994
EU: 1990-1993
BR: nunca lançado
JP: 1988-1997
AN: 1989-presente
EU: 1990-presente
BR: 1990-presente
JP: 1990-2003
AN: 1991-1999
EU: 1992-1998
BR: 1993-2003
JP: 1991-1997
AN: 1991-1997
EU: 1991-1997
BR: nunca lançado
Maior Best-Seller Bonk's Adventure Sonic the Hedgehog, 15 milhões Super Mario World, 20 milhões Samurai Shodown
Retro-compatibilidade não Master System NES e Game Boy não
Acessórios
  • TurboGrafx-CD
  • Adaptador de arcade
  • 5 jogadores
  • Turbo Stick
  • Turbo Booster
  • Turbo Booster Plus
  • Sega CD
  • Sega 32X
  • Mouse
  • Menacer
  • Conversor de Master System
  • Hexágono de movimentos
  • Super Scope
  • Mouse
  • 4 jogadores
  • Super Game Boy
  • Controle com Stick
  • Memory Card
  • Pro controller
Vendas Totais 10 milhões 33 milhões 49 milhões 980 mil

Consoles Portáteis[editar]

Enxergar alguma coisa nesses consoles era e ainda é um grande problema para os jogadores.
  • Game Boy
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Game Boy

Lançado em 1989, foi o primeiro console portátil lançado depois da fuleragem de 1983, o que também deixou o mercado de consoles sem portáteis na terceira geração. O Game Boy tem gráficos em preto e branco tons de verde aparentemente iguais ao do NES, ou até pior. Até meados dos anos 90, o GB estava pau a pau com o Game Gear, mas devido o lançamento de Pokémon agora em cores, o console vendeu mais do que água, perdurando o seu tempo no mercado por mais de uma década.

  • Game Gear
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Game Gear

Primeiro portátil da Sega, foi lançado em 1989 para desleixar o Game Gay da Nintendo, mas acabou arregando mesmo antes de Pokémon lançar. O console tem cores, além das de preto e branco e até que dá pra ver o Sonic correndo pra caralho direitinho. O único problema era que o tamanho não é portátil e nem mesmo dava pra colocar no bolso, e o preço também não ajudava, sem contar na bateria que durava menos de meia hora, dizem que o console era uns dos consoles que mais batia recordes pelos speedrunnes.

Comparação[editar]

Nome Game Boy Atari Lynx Game Gear TurboExpress
Fabricante
Nintendo
Atari
Sega
NEC
Imagem
Gameboy chaplin.jpg
AtariLynx2.jpg
GG-sg1000.jpg
Ep150.png
Preços de Lançamento ¥12,500
$89,95
$189,99 ¥14,500
$149,99
$299,99
Vida JP: 1989-2003
AN: 1989-2003
EU: 1990-2003
BR: 1991-2003
JP: 1990-1995
AN: 1989-1995
EU: 1990-1995
BR: nunca lançado
JP: 1990-1997
AN: 1991-2001
EU: 1991-1997
BR: 1991-1995
JP: 1990-1994
AN: 1990-1994
EU: nunca lançado
BR: nunca lançado
Maior Best-Seller Tetris, 35 milhões RoadBlasters Sonic the Hedgehog 2 Bonk's Adventure
Retro-compatibilidade não não Master System TurboGrafx-16
Vendas Totais 118 milhões 500 mil 11 milhões 1,5 milhões