Queijo minas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapaminas.gif Minas Gerais... quem te viu, não te esquece jamais...

Uai, sô! Este artigo foi inscrito pur um minerim! Se ele inda num tá completo é por causo de que o disgramado deve tá comeno um pão de quêjo, um paster de milho ou a vaca atolada da tua mãe purque minêro come quéto!

Cquote1.png Você quis dizer: Pedra Cquote2.png
Google sobre Queijo minas
Cquote1.png Sou mais o queijo de Mussarela! Cquote2.png
Brasileiro sobre o Queijo minas

Trata-se provavelmente de um dos queijos brasileiros mais antigos e estragado. Estima-se que sua fabricação tenha se inicado no século XIX, no Estado de Minas Gerais onde lá não gostavam dos queijos tradicionais por eles serem uns ignorantes.

O estilo deste queijo[editar]

Cquote1.png Eita queijinho bão sô! Cquote2.png

É um queijo macio, porém mais seco e firme, de coloração interna branco-creme e casca fina amarelada. Dizem que este queeijo por dentro é na verdade uma mistura de porra com creme batido e mais um rato morto para que faça aquele toque gostoso do queijo, se não descobrirem a sua fórmula secreta antes. Apresenta um sabor pronunciado, ligeiramente ácido com algumas olhaduras irregulares, provavelmente causado pelo apodrecimnento interno do produto. Seu formato é cilíndrico e seu peso varia entre 800g a 100,2 kilos, depedendo do rato que colocam.

Um fato interessante[editar]

É também conhecido como Minas Curado ou Minas Prensado, pois esses queijos são prensados com botas de soldados para que fiquem em formato desses queijos (os soldados, quando punidos, eram obrigados a pisar em queijos), onde explica também como é que se criam estes buracos internos no queijo. Existem outros queijos de características similares porém feitos a partir de leite cru, conhecidos como queijo do Serro, da Canastra e queijo de coalho, muito enjoativo para quem consome.