Rafael Greca

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Fofura Cquote2.png
Google sobre Rafael Greca
Cquote1.png Só haveria problema se eu fosse governar com a bunda, mas vou governar com a cabeça. Cquote2.png
Rafael Greca sobre separar vida íntima do trabalho.

Rafael Greca também nem um pouco conhecido como Rafael Greca Valdomiro de Macedo é um boneco da qual ao invés de vinil, náilon(para os cabelos) e látex, foi utilizado substrato de rosa com gordura vegetal hidrogenada(mas sem gordura trans), fabricado absolutamente sem querer, quando um designer com mãos mágicas estava testando ideias novas, mas acabou saindo um boneco megahiperfofokawai e ele não quis jogar fora, porém não quis apresenta-lo aos chefes, achando que não aprovariam.

Desta forma rechonchuda[editar]

Rafael Greca explicando, seja ele o que for(...), como governar com a cabeça e não com a bunda.

Após seu nascimento no escritório do tal designer e levado por debaixo do sovaco desse mesmo que, para sorte de Rafinha Greca não tinha pizza nessa região, não estava transpirando e tinha um perfume de desodorante suave, não de Axe, Greca foi então, levado para a casa desse designer que parecia uma casinha de boneca mesmo, combinando com a profissão do cara, dessa forma Greca já foi desenvolvendo gosto por arquitetura estranha. Não que seu Gepetto criador fosse excêntrico, mas ele gostava de fazer testes, bem como assim que ele mesmo surgiu, devido a um teste.

Melhor ser um boneco pronto do que um ovo, pensava Greca. Seu dono estava fora da idade de brincar com coisas assim, menos ainda bonecas que, ele sendo homem(ao menos parecia numa escala de 60%), seria algo vexatório, mas ainda faltava fazer o teste final que o criador de Greca chamou de projeto Emilia - de início quis chamar de projeto Pinocchio mas ele tinha medo de fadas por causa das asas transparente, que lhe lembrava vespas(já havia sido picado...), nem é preciso explicar muito, ele foi a um caramujo e conseguiu as tais pílulas mágicas e, em meio a tanta macumba magia e sedução, Rafael Greca acabou se tornando gente de vez, antes disso ele já costumava raciocinar, coisa que alguns duvidam até hoje, mas é intriga da oposição.

Agora o designer(não reclame, pois nem eu nem meus detetives contratados, nem mesmo aquele meu amigão douto em linguagem), conseguimos descobrir o nome verdadeiro do cara), mas ele achava que brincou demais, bateu a cabeça e mijou na cama quando fez aquele boneco, mas ele mal sabia que havia criado mais solução do que problema. Falando em solução, ao ver seu único conhecido papai estar perturbado por causa dele, começou a soluçar - arrependido de seu ataque de frescura e exagero, o pai de Greca resolveu apagar as memórias dele e, quando Rafael Greca acordou, seu criador havia já arrumado pra ele, pais verdadeiros... bom ao menos eles se propuseram a ser pais verdadeiros. Assim, Greca foi crescendo e passou de uma bolinha do tamanho de uma bola de pingue-pongue para uma bola mais considerável e chegou à forma em que hoje se sabe.

Carreira política[editar]

Rafael Greca apresentando o Farol do Saber seu projeto de foguete para ir em Marte antes da NASA.

Rafael Grega jamais pensou em entrar para a política e, estava feliz com sua profissão escolhida de arquiteto, principalmente por conseguir trabalhos que o agradavam, já que no meu Paranã sempre houveram casas bem estranhas, parecidas com a de seu criador, embora nem todas se pareçam com casinha de boneca e, nem era a intensão de Rafael transformar as casa todas em casas iguais às do Bosque Encantado e, em geral qualquer gosto que o freguês tivesse para moradia, ele conduzia muito bem, desde cliente ogro, até serezinhos que parecem ter saído de uma caixinha de música, mas não adianta, quase todas são meio estranhas, não necessariamente de mal gosto, mas um pouco estranhas. Pena que a tal telha francesa está em desuso, pois ela ao menos dá um visu legal.

Bem, e a carreira política? Pois então, quando Greca notou que, arquitetos em geral, são dos poucos políticos que conduziam mais ou menos bem a administração de cargos políticos das cidades do Paraná, ele resolveu tentar e, como tinham um certo medo dele por acharem que ele fosse da macumba pesada um infiltrado internacional por causa daquelas histórias pouco comuns da criação dele, acabaram deixando ele fazer parte do partido escolhido(num dado personalizado que ele pediu pro seu criador fazer), depois disso ele, como sua simpatia contagiante conseguiu também fazer um trabalho aceitável... amigo pirralho, se você ainda não vota, já deve aprender uma coisa: um político fazer um trabalho aceitável, em política já é mágica.

Lembrando que mágica já sempre fez parte da vida de Rafael Greca, mas no mandato atual(quase 2018), nem com toda mágica se pode deixar a cidade de Curitiba decente devido às três últimas gestões anteriores terem sido praticamente nulas... não, se fossem nulas ainda seria lucro, as três gestões anteriores foram uma verdadeira cagada e é assim que Curitiba se encontra atualmente: toda cagada, de modo que a fofura e sua equipe podem até tentar desinfetar, mas a cagada realmente foi fenomenal.

v d e h
Ladra02.gif POLÍTICO$ DO BRA$IL

Rafael Greca não paga contas de luz ou água.

Outros políticos em que você já votou e se arrependeu:

Din.jpg