Recanto das Letras

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mk-literario.jpg
Sliassafado.jpg

Este artigo é relacionado à literatura.

Este artigo louva Shakespeare.

Cquote1.png Amor é um fogo que arde sem se ver... Cquote2.png
Poser filho da mãe sobre Literatura


Usuário cadastrado como "Escritor Profissional" no Recanto das Letras

Cquote1.pngVocê quis dizer: DeviantArt para Escritores?Cquote2.png
Google sobre Recanto das Letras
Cquote1.png Pode postar Fanfic nesse site? Cquote2.png
Otaka sobre Recanto das Letras
Cquote1.png Pode, mas praticamente ninguém vai ler ... Cquote2.png
Eu sobre citação acima
Cquote1.png Só vou na sessão de Contos Eróticos! Cquote2.png
Punheteiro sobre Recanto das Letras
Cquote1.png É uma melação só! Cquote2.png
Qualquer um sobre 80% das poesias do Recanto das Letras
Cquote1.png Volta o cão arrependido, com suas orelhas tão fartas ... Cquote2.png
Chaves escrevendo uma poesia para o Recanto das Letras
Cquote1.png Aprendi a ser escritor neste site! Cquote2.png
Paulo Coelho sobre Recanto das Letras
Cquote1.png Escrevi e sai correndo, pau no cu de quem tá lendo ... Cquote2.png
Guri Retardado após escrever algo no Recanto das Letras
Cquote1.png Atirou. Matou. Morreu. Cquote2.png
Alguém que escreve textos minimalistas no Recanto das Letras


Recanto das Letras (Também conhecido como "Recato das Letras") é um site criado para escritores ou simplesmente para pessoas que não sabem desenhar e por isto não são capazes de utilizar o DeviantArt, mas sentem uma grande vontade de mostrar seus dons artisticos. O Recanto das Letras é acessado todo dia e sempre tem novos textos, muito embora a grande maioria sejam poesias de amor que todo mundo cansou de ler.

[editar] Como surgiu

Cquote1.png Oh não! plagiaram meu poema no Recanto das Letras! Cquote2.png

Em meados de um ano por ai, pessoas que participavam fluentemente do chat de putaria da UOL tiveram a ideia de criar um portal para armazenar contos eróticos de diversos tipos, uma vez que boa parte destes usuários tinham entre 10 a 12 e não podiam acessar o sexo na van, uma vez que isto gerava um grande risco da mãe dos mesmos observar o que eles faziam e deixá-los um mês sem televisão. Com isto, os punheteiros tentaram forçar a UOL a criar o tal do site para contos eróticos, e vendo uma deliciosa fonte de lucro, os mesmos criaram o tal site sem pestanejar.

Mas, depois de um tempo, um CDF sem ter o que fazer, resolveu começar a postar textos do Carlos Drummond de Andrade e Clarice Lispector no site, os punheteiros ficaram com um ódio tremendo desse cara e o chamaram de bobo, feio, chato e cara de mamão, o que revoltou o mesmo e fez o mesmo hackear o site e passar a administração do mesmo para Paulo Coelho, que alterou o site por inteiro, adicionando sessões como: Poesias, Artigos, Acrósticos, Cartas e outras viadagens que ninguém se importa. Mas ainda mantendo a sessão de Contos Eróticos.

Com o tempo, o Recanto das Letras ficou lotado de gente sem ter o que fazer, a fim de escrever poesias para seus miguxos ou falar de assunto relevantes para a sociedade como "Porque Tupã é o deus do sol" ou "Qual a localização exata de Salzburgo". Hoje em dia, ele tem várias atualizações e vários textos novas na página inicial, entretanto, ninguém lê a tal da página inicial, uma vez que os contos eróticos são proibidos de aparecerem por lá e ficam escondidos em sua própria sessão.


[editar] Sessões

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas