Rede Globês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Globo e você, nada a ver Cquote2.png
Galvão Bueno sobre Rede Globês

Rede Globês
Rede Globês "Redi Globeiz ou Rede Burguezzzzz"
Falado em: Brasil,Grécia e Nicarágua
Total de falantes: 190 Milhões (IBGE, 2005)
Classificação genética: Latim
Proto-Itálico
Português Galáctico
Português
Brasileiro


Rede Globês

SIL: RGP


Rede Globês (RedJJJJJi GlobeiXXXXX) é um dialeto da língua Portuguesa usado pelos noticiários da Rede Globo cujo vacabulário é constituido por 800 palavras. Esta anomalia verbal ocasinou a criação de várias outras como o Carioquês, o Internetês, o Xuxês, o Terranostrês, o Gregum Globalia e o Miguxês. Caracterizado pelo uso de sentenças cabalistico-aforismáticas remetendo etimologicamente ao galaico-romeno, de conteúdo cireno-pitagórico.

Caracteristicas[editar]

Evolução da Rede Globo.

O Lema da Globo é DE VOLTA A LAGOA AZUL O Rede Globês, e não o inglês, ao contrario do que pensam os tolos, é o verdadeiro esperanto que deu certo. Infunde neologismos que têm a função filológica-cultural de permitir a identificação dos indivíduos com QI menor ou inferior a 70, a saber, "Fala sério", "Ninguém merece", "Aventura radical", "Num é brinquedo não", "Eu sou chique bem" e qualquer outra expressão de novela da moda ou bordão humorístico capaz de fazer rir os que sofreram a lobotomia extremamente lenta e cruel chamada Malhação (vide ficção científica).

Sem contar as malditas alterações que eles fazem no português para não falar algo que irá fazer propaganda à outros. Ex: em época de olimpíadas os apresentadores nunca falam "recorde" da maneira correta. Se procurarmos em qualquer dicionário encontraremos recorde sem acento e não o maldito "rÉÉÉcorde" que eles cismam em falar.... Veja abaixo outras malditos chavões que eles criam para cada vez manipular mais..

Rápida explicação: Eles falam "rÉcorde" para não fazerem propaganda da Rede Record. Assim como chamam a Região ANTÁRTICA de ANTÁRTIDA para não fazerem propaganda de cerveja de graça. (A palavra "Antártida" não existe, exceto na rede globo).

Uma alteração recente na língua portuguesa, cujo único intuito é testar estatisticamente a influência global através do JN sobre a opinião pública, é o tal de "risco de morte", lançado estrategicamente no horário nobre. Desde os primórdios, qualquer anta sabe que correr "risco de vida" significa correr risco de perder a vida.

Outra pérola que mostrava o alcance da rede era o famoso "Niguel" Mansell, do astuto Gavião Bueno. Em vez de pronunciar corretamente o nome do ex-piloto de Fórmula 1 de maneira correta, que é "como se lê mesmo", Nigel, como em "gel de cabelo", o povo brasileiro acreditou no Gavião e preferiu o "Niguel".

Chavões Globais[editar]

  • "Fazendo a festa" (típica do Faustão)
  • "Fulano é um monstro sagrado" (idem)
  • "Tanto no pessoal quanto no profissional" (idem)
  • "Grande___, a Mãe/Pai do ..." (idem)
  • "Mais do que nunca..." (idem)
  • "Uôlôco, meu!" (idem) (ou seria "ôlô, comeu!"?)
  • "Os astros e estrelas da televisão brasileira..." (idem)
  • "Reclames do plim-plim" (idem, embora ninguém chame intervalo de reclames)
  • "Tudo a ver"
  • "Alô você" (quando o Fernando Vanucci ainda tava lá)
  • "Ler também é um exercício"
  • "Joga muito esse menino Neymar" (Galvão Bueno em época de Copa do Mundo 2014)
  • Um(uma) _________ da pesada armando as maiores confusões em..."(Narrador da Sessão da Tarde)
  • Cláudia Rodrigues está a serviço da alegria em A Diarista..."(Narrador da Sessão da Tarde, quando ainda existia A Diarista)
  • "As feras da velocidade vêm voando baixo no circuto de..." (Narrador da Sessão da Tarde no anúncio da Fórmula 1)
  • "As feras da Stock Car vêm encarando mais esse desafio em alta velocidade" (idem)
  • "As feras do Futebol de Areia em mais um grande desafio..."
  • "As feras do Volei de Praia em mais um grande desafio..."
  • "As feras do Futebol de Botão em mais um grande desafio..."
  • "As feras do [Esporte qualquer] em mais um grande desafio..."
  • "Bem, amigos da Rede Globo, falamos ao vivo do circuito de (...) onde daqui a pouco vamos curtir em todas as suas emoções, o grande prêmio de (...) de Fórmula 1" (Galvão Bueno)
  • "O amigo internauta..." (idem)
  • "Pra você ligado na Globo (...)" (Cléber Machado)
  • "E mandou a bola pro fuuundo do gol..." (idem)
  • "Fátima Bernardes, ooondi está você?" (William Bonner durante a cobertura da Copa)
  • "Eles vão se divertir e vai ter muita confusão" (Narrador da Sessão da Tarde anunciando a Sessão da tarde)"
  • "Ele vai enfrentar uma verdadeira guerra" (idem, anunciando a Tela Quente)
  • "Eles vão enfrentar um verdadeiro inferno" (idem, anunciando o Super Cine)
  • "Você que se liga na globo" (Luis Roberto)'
  • "Vamos dar uma espiadinha" (Pedro Bial)

Descrevendo a programação em Rede Globês (vide Sessão da Tarde )[editar]

Sessão da tarde: Gírias do tempo de Charlie Chaplin.
  • "Agitando todas"
  • "Essa turminha irada"
  • "Encarando altos desafios"
  • "Vai encarar uma barra pesada"
  • "Esses hóspedes da pesada"
  • "Uma tremenda galerinha"
  • "Vem arrepiando"
  • "Seu grande amor" (mantra que deve ser repetido a cada 5 segundos)
  • "Aprontando mil e uma confusões"
  • "Numa comédia para lá de engraçada"
  • "Vai ser um osso duro de roer"(para "comédias" com cachorros)
  • "Uma história boa pra cachorro" (idem)
  • "Altas confusões"
  • "Uma galerinha da pesada"
  • "Esse carinha esperto pra cachorro"
  • "Confusão é o que não vai faltar"
  • "Altos agitos"
  • "Altas gatas"
  • "A azaração vai rolar solta"
  • "Rola a maior azaração"
  • "Na maior roubada"
  • "Essa tremenda gata"
  • "Agitos de uma turminha animal"
  • "Uma galerinha da pesada"
  • "Batendo de frente com...(para filmes de ação em que um Justiceiro decide enfrentar a Máfia, a CIA ou o patrão que não pagou o salário em dia)"
  • "Um tira muito louco"
  • "Pra lá de engraçado"
  • "Inédito na televisão brasileira"
  • "Amanhã vamos torcer pela nossa seleção em mais um desafio"
  • "(qualquer coisa) da nossa puta Xuxa!"
  • "De Steven Spielberg..." e similares - gírias para "FILMAÇO!"
  • Exemplos de chavões da Sessão da Tarde imperdível!
  • "Show de Bola" (Caldeirão...)

Chamadas institucionais[editar]

Claramente indicações dos melhores pontos na sociedade brasileira atual, mostrando como a Rede Globo não aliena de forma alguma seus tele-ouvintes.

Futebol e transmissões ao vivo[editar]

Chamada para o Campeonato Brasileiro 1996.

Atualmente o maior expoente desta língua, é o pássaro narigudo chamado Galvão Bueno e o seu grunhido "Bem amigos da Rede Globo", com o qual arrebanhou milhões de fiéis que lotam estádios de futebol com a infame placa "FILMA NÓIS GALVÃO"!

Outra coisa extremamente lobotomizante é a mais-que-prá-lá-de-batida-musiquinha-diabólica-do-futebol-da-globo, que desde 1991 é tocada insistentemente em TODAS as transmissões de futebol da Globo no Brasil e do Mundo.

Esse jingle aparetemente inocente, o famoso "pã-pã-pãpã-pãrãrãpãrãrã...(repete 42 vezes!)" já foi até remixado várias vezes, e teve uma época que tinha a letra "eu sei que vou, vou do jeito que eu sei..." mas supostamente contem mensagens subliminares diabólicas quando tocado ao contrário e que supostamente entram no subconsciente coletivo fazendo com que as pessoas assistam as transmissões esportivas da Globo.

Uma outra característica peculiar das transmissões ao vivo da Globo é que elas sempre acontecem após a novela das oito (que começa às nove). Pois não há nada mais sagrado na Globo do que o horário de suas novelas, e nem mesmo Chuck Norris consegue fazer a Globo mudar o horário ou deixar de exibir suas novelas.

Exemplos:

"Oferecimento: Chupita,quem faz uma chupita não engole qualquer coisa..."

Video Relacionado ao futebol, para você ficar alienado mais do que nunca[editar]


Carnaval Globeleza[editar]

Assim como é feito no futebol, no carnaval os brasileiros e seus ouvidos são bombardeados maciçamente com outra das musiquinhas diabólicas e extremamente lobotomizantes da Globo: é a mais-que-prá-lá-de-batida-musiquinha-diabólica-do-carnaval-globeleza, que desde o carnaval de 1932 é tocada insistentemente em TODAS as transmissões, reportagens, chamadas, telejornais, intervalos comerciais da programação (de 2 em 2 minutos) da Globo no Brasil e do Mundo, durante todos os mêses de Janeiro a Fevereiro ou Março.

Letra:

Lá vou eu, lá vou eu
Hoje a festa é na aveniiida
No carnavaaaal da gloobo
Feliz, eu tô de bem
Com a vida, meu amor!
Vem pra ser feliz (pra ser feliz)
eu tô no ar to globeleza
eu tô que tô legal
Na tela da TV no meio desse povo
a gente vai ser ver na Globo 
(repete 42 vezes)

Pesquisas da APAE realizadas nos últimos anos mostram que o durante o Carnaval aumentam em 642% os casos de suicído no Brasil. Pesquisadores da Universidade Jonh Hopkins, em Nova Jersey, já elaboraram vários estudos que sugerem que esse fato se deve à tal musiquinha diabólica.

Ano Novo na Globo[editar]

Não se pode esquecer também da mais-que-prá-lá-de-batida-musiquinha-diabólica-do-ano-novo-globo, que aparece lá pros meados de Dezembro, desde do ano 500 a.C.na grade de comerciais da TV Globo.

Letra:

Hoje, é um novo dia, de um novo tempo que começou.
Nesses novos dias
As a-legrias se-rão de todos. É só querer.
Todos nossos so-nhos, serão verdade. O futuro, já começou!
Hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa, é de quem quiser, quem vier!
A festa é sua, hoje a festa é nossa, é de queeeem quiiiseer!
Globo: a gente se liga em você.

Vocabulário:[editar]

O vocabulário, em relação ao português muda em alguns casos como:

  • Drink, por bebida.
  • Shop (shopping), por loja.
  • Mouse, por rato
  • Maestro, por mestre
  • Sanduba, por sanduíche
  • Tira, por policial
  • Confusões, por suruba
  • Sebo nas canelas, por correr
  • Puta, por sua mãe

Horário[editar]

Em suas chamadas, a Globo mostra que seus programas não começam além de 12:59. E depois de 13:00? Aí volta para 1:00, e ninguém entende nada. E é claro também há aqueles inúmeros casos onde simplesmente não há horário, é sempre: "depois de Fina Estampa".

Veja Também:[editar]