Região Norte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Caboco.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!

60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Região Norte.

Cquote1.png Você quis dizer: Amazônia? Cquote2.png
Google sobre Região Norte
Cquote1.png O Acre não existe. Cquote2.png
Descíclope sobre Região Norte.
Cquote1.png Tem razão. Cquote2.png
Outro descíclope sobre citação acima.

A Região Norte é unha das cinco regiões brasileiras, sendo a mais extensa delas, com área de extensos bosques e matos, que corresponde o 42,27% do território brasileiro. Segundo o IBGE do 2010 tinha narcotraficantes, guerrilheiros, chavistas bolivarianos e Motumbo como habitantes, o que dá 3,77 hab./km². Formada por sete seis estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins; a Região Norte está localizada na região geoconômica da Amazônia, entre o Escudo das Guianas (ao norte), o planalto Central (ao sul), a Cordilheira dos Andes (a oeste) e o Mar Tenebroso (a nordeste). Nesta região encontra-se o maior e o segundo maior estado do Brasil, respectivamente Amazonas e Pará, e também os três maiores municípios do Brasil por área territorial, Altamira, Barcelos e São Gabriel da Cachoeira, possuem cada um mais de um estado do Brasil. Na Região Norte localiza-se um importante ecossistema para o planeta: a Amazônia.

Cultura[editar]

A Cultura da Região Norte é assim: As crianças desde cedo aprendem a reciclar, mas assim como todo mundo, não respeita o Meio Ambiente e depois cria cartazes idiotas, além de serem sem-cultura não sabem até fazer brincadeiras.

"Estados"[editar]

Acre[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Acre

O Acre, também conhecido como a "bundinha do Brasil", é o que todos os brasileiros desinformados acreditam ser um pedaço de terra a oeste com capital em Rio Branco, mas na verdade é um estado rebelde criado pelos "mapinguaris" que fundaram sua verdadeira capital em uma cidade ao norte que chamaram de "Cruzeiro do Sul". O que todos não sabem é a conspiração criada pela Globo para fazê-los acreditar nisso. Na verdade, o Acre é dividido entre Bolívia e Peru, mas estes dois países fazem questão que o Brasil pense que é dele, pois não existe mesmo.

Amazonas[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Amazonas

Amazonas é o pior maior estado brasileiro. fazendo fronteiras com os conhecido Estados do Acre, Roraima, Bolivia, vila Xurupita e Terra Média. É também é conhecido como Xoxota, pois é um lugar quente, fedorento, e úmido pra cacete. Fica longe de qualquer lugar habitado e que sempre faz os moradores de fora pensarem o que realmente estão fazendo lá. O nome provém de um antigo costume dos homens da região frequentarem prostíbulos e correrem atrás de vagabundas com os peitos de fora montadas em cavalos. Daí o nome Ama-zonas.

Pará[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Pará

O Pará é o estado menos importante da região norte no território brasileiro.Também muito odiado pelos amazonenses por roubar não sei o que de lá. A origem do nome Pará vem de pó-pará, expressão Tapajó, muito usada pelas indias da tribo para afastar seus maridos tarados. Segundo o contador de estórias Forrest Gump a expressão "Parar", vem do País de origem, Brasil. Se quiseres conhecer um paraense é só prestar atenção como se fala “você já chegou” se alguém falar “Tu chegaste” é um paraense, serve para outros verbos. Sua capital Belém é conhecida mundialmente por ser o lugar onde nasceu Jesus.

Tocantins[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Tocantins

Tocantins nada mais é do que o lixo que sobrou de Goiás (que já não é lá esses estado todo para ser esnobe assim). Também serviu durante muitos anos como chapéu de duende ou gorro de Papai Noel daquele estado. O fim deles foi ser incorporado a região Norte para aumentar o número de estados. Quando se trata de Economia, eles miam sim! O Estado gera renda através da prostituição em massa, que aumentou a economia da região em 2% ao ano. Eles aprendem desde pequenos que o Tocantins é uma cidade grande. São mais de milhão e graças ao acasalamento em massa só aumenta mais.

Rondônia[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Rondônia

Rondônia é um estado "brasileiro" com crise existencial por não ter uma cultura própria e sólida, afinal o interioRR (puxando o RRR) é composto basicamentes por gaúchos que insistem em tomar a porra do chimarrão mesmo sob um sol de 40º e paranaenses (que sonham em voltar para o Paraná) enquanto a capital é infestada de uma mistura de cearenses com indíginas.

Amapá[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Amapá

O Território Do Amapá é um dos estados Caçulas do Brasil. Está localizado no hyper-extremo-Norte do País. Sua capital é Macapá, localizada lá no meio do mundo, e ganhou fama nacional após desfilar como Rainha De Bateria da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, ajudando a dar o títudo de campeã do Carnaval de 2008 à escola. Com o lucro dessa fama meteórica, Macapá pretende dividir parte do dinheiro com seus pais e familiares, residentes no Amapá e com a outra parte irá se mudar para o Rio de Janeiro, comprar uma Ferrari e agora pretende seguir a carreira de modelo e demonstrou interesse em posar nua para a revista Playboy.

Roraima[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Roraima

Economia[editar]

A Região Norte é um lixão, e junto com o Nordeste, só contribui para diminuir o IDH do Brasil.

  • Acre: Se isso não existe, como pode ter economia?
  • Amapá: Não é um lixo, mas sua capital Macapá é.
  • Amazonas: A principal economia da região, todo o norte é dependente dele.
  • Pará: Estado mais pobre e miserável do norte.
  • Rondônia: Estado insignificante e que ninguém se importa.
  • Roraima: Outro estado insignificante.
  • Tocantins: Um lixão, seria melhor se continuasse sendo Goiás.

Turismo[editar]

Uma casa comum em Manaus

Tem que ser muito retardado para visitar a Região Norte, o único centro financeiro que essa porra tem é Manaus (só?), mas além de manaus, tem outros lugares que você pode visitar para pegar febre amarela:

  • Porco Velho: Tem várias (?) opções de turismo em Porto Velho, onde você pode visitar aquele rio feio e sujo.
  • Presidente Figueiredo: aqui você pode ver águas, selva, recursos naturais, cavernas e cachoeiras. Tudo isso grátis!
  • Salinópolis: Aqui as praias tem área fina e branca com águas de cor de uma cor bizarra que é a combinação entre verde e cinza, tem também o lago da coca-cola onde você pode fumar maconha escondido que tem esse nome por ser doce, gelada e ter cor de cocô.
  • Santarém: O Rio Tapajós e Nada Mais.
  • Parintins: O Festival folclórico de Parintins, sô.
  • Belém: Tudo lá serve para Turismo.
  • Macapá: O mesmo de Belém.
  • Coari: Extrair petróleo e gás.
  • Belém: De novo?
  • Bragança: Catedrais, igrejas, catedrais, igrejas, catedrais, igrejas, catedrais, igrejas, catedrais, igrejas, catedrais...
  • Parauapebas: Minérios.
  • Salva de Palmas: É realmente a única cidade que presta do Norte, tem boas praças, hospitais e escolas.
  • Má Vista: Pontos culturais: (teatros e palácios), hotéis, bancos, correios e catedral diocesana.