Relics

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Capa03.jpg Este artigo se trata de um álbum

E já teve milhares de cópias vendidas! (ou não)
264939.jpg
ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.
Pouca gente sabe, mas o álbum do Relics é um barco criado pelo Inspetor Bugiganga a partir de um projeto de Oscar Niemeyer dado de presente à banda no ano em que ela foi criada (1865), o barco foi feito nada mais e nada menos de coisas reciclaveis!

Cquote1.png Junta essas tranqueiras e põe pra vender Cquote2.png
Pink Floyd sobre Relics
Cquote1.png Não me lembro de ter tocado essas músicas! Cquote2.png
Roger, David, Nick e Richard sobre Relics
Cquote1.png Tem certeza que isso é Pink Floyd? Me parece Beatles! Cquote2.png
Qualquer Um sobre Relics

Relics, ou Recicle foi um álbum montado pela banda Pantera cor-de-rosa, onde reuniu todas as músicas mal feitas e jogadas pela banda ao longo de 200 anos. Nessa época o Pink Floyd ainda não sabia o que fazer, visando que seu último álbum era o Atom Heart Mother, se é que posso chamar isso de álbum. Como a banda continuava sem inspirações, resolveu criar o Relics.

Foi um imenso trabalho, procurar as fitas de gravações e juntar as músicas que iam até o final. A Banda numa crise de overdose, teve como melhor ideia ganhar dinheiro vendendo as músicas recicláveis. Mas os caras tavam tão doidões na hora da concepção do disco que acabaram pondo 18 músicas já lançadas, como Internet Underline e Bic! Quando finalmente um dos membros percebeu (suspeita-se que tenha sido o cachorro que canta Seamus, pois foi o que menos se drogou), não acharam tão ruim, afinal eles não tinham música suficiente pra preencher o disco!

Recicladores[editar]

  • Rogério Águas de Lindoia - (Baixo, mais baixo, poquinho mais pra baixo [que piada idiota])
  • Davi Gilmar - (Guitarra/Violão (usando as cordas vocais))
  • Ricardão - (Teclado/2º e 3ºvoz/sons bizarros..etc)
  • Cidão Maconheiro -(Guitarra/1º Voz (quando não estava sóbrio). Na verdade nessa época Syd já tinha tomado pé na bunda, mas grande parte das músicas ele tinha composto. Os membros atuais deram pra ele, como pagamento dos direitos autorais, uma cópia pirata do disco, mas depois ele entrou com um processo.)
  • Nico Manso - Baterista e nada mais, além de ser parente do Pede mais Um Perry Mason

Músicas recicladas[editar]

Música composta em 1865, descartada em todos os álbuns, inclusive Ummagumma! Fala sobre um tarado que roubava calcinhas do varal da mãe de Roger e Syd para se travestir. Coisa de inglês!

  • Internet Underline

Música criada apenas para fazer barulho. Foi lançada no primeiro álbum, com o título de Interstellar Overdrive, mas não obteve sucesso algum, além do mais o som é totalmente distorcido e com defeito, a banda só pra encher o saco, colocou a música no álbum Relics achando que dessa vez ia obter algum resultado satisfatório. E ainda mudaram o nome pra esse, achando que ia atrair os nerds, mas o nome simplesmente não faz sentido. É que o único nerd da banda, Ricardão, tava muito doido, impossibilitado de reagir.

Descartada em várias versões do primeiro álbum, por se tratar de uma música fútil criada quando Syd Barret tava num estado mental infantil, foi lançada em Relics pois na época a banda não tinha nada melhor que isso.

  • Remember a Day

Mal tinham lançado a música no segundo álbum, e ela já tava em Relics. Total falta de ter o que colocar. Deviam ao menos ter escolhido uma menos feia!

  • PaintBox

Música criada quando Barret tinha 6 anos, descartada em todos os outros álbuns pois incentivava o uso da bebida alcoólica. Por falta de opção, também foi parar em Relics

  • Julia dormiu Dream

Típica música do Pink Floyd que faz dormir.

  • Careful with That Axe, Eugene

Roger Waters tinha achado que essa música fez sucesso em Ummagumma, e resolveu colocar em Relics, a música tinha acabado de ser lançada, mas Roger drogado tinha se esquicido disso, e colocou ela em Relics.

  • Cirrus Minor

Músicas em que os passarinhos cantam e você continua dormindo. Após o susto em Careful.

  • The Nile Song

Se você dormiu em Cirrus Minor, se fudeu ao chegar em The Nile Song. Essa é a música mais Rock demoniaca do Pink floyd. Descartada em todos os álbuns por ser pesada demais, resolveram colocar em Relics só pra dizer que Pink Floyd também já compôs som pesado. Alguns fãs idiotas do Floyd usam essa música pra argumentar que o Floyd foi o criador do Funeral-Doom-Satanic-Resident-Evil-Power-Metal, mas todos sabem que o Chimbinha foi quem criou.

  • Biding My Time

Assim que começa Biding My Time, parece que você mudou de álbum, pois logo após um Satanic Black Metal, começa uma outra música para se fazer dormir. Coisa de Pink Floyd mesmo. O Chimbinha é quem toca o solo de guitarra, mas mantendo o nível do disaco, o solo é péssimo. Os fãs do grande guitarrista não entenderam como isso foi possível, mas o Mestre explicou numa entrevista: "Cara, a música é tão longa e chata, que quando toquei aquele solo, eu já tava dormindo." E mais uma vez, a sagrada imagem de Chimbinha permanece incólume!

  • Bic

Outra música infantil de Syd Barret, com uma letra totalmente escrota. Fala sobre uma garota que Barreto tentou traçar, dando uma caneta pra ela. Se você ouvir a música ao contrário, ouvirá a mesma merda duas vezes a letra faz mais sentido. Lançada no primeiro álbum e novamente relançada de novo em Relics por falta de opções.