Reserva Natural de Srebarna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
3447b7d8de8464.jpg
Митре ле, ий!
Stoichkov.gif

Este artigo foi feito na Bulgária. Ele é naturalmente sem assunto e caso você queira vandalizá-lo, Hristo Stoichkov vai chutar a sua cabeça

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Reserva Natural de Srebarna é uma área de matagais, animais selvagens, entre outros tipos de aberrações naturais localizada na Bulgária. Fica perto da vila de Srebarna, no estado de Srebarna (que variedade de nomes). Essa reserva natural é composta quase totalmente por lagos o alagadiços, formando uma espécie de pântano extremamente perigoso. Para piorar, milhares de pássaros param por lá, onde descansam e sujam enormes áreas com cocô e doenças transmitidas por eles, como gonorréia e amebíase.

Nessa reserva natural, não existe outra paisagem além dessa.

Muitas pessoas imploram ao governo para que este permita o desmatamento da área, o que beneficiaria milhares de pessoas. O problema é que se isso acontecer, os animais assassinos que vivem na floresta escaparão dessa prisão natural e trucidarão a humanidade (ou só os búlgaros), então o matagal continua do mesmo jeito, pelo bem da existência humana. Para mostrar aos curiosos como são os animais que vivem na reserva, há um museu com espécies de mafagafos, unicórnios, entre outros bichos selvagens e assassinos.

História[editar]

A formação da reserva teve início há 400 milhões de anos atrás. Um grupo de pássaros pré históricos passou pela região quando deu neles uma forte diarréia. Antes, eles haviam comido animais contaminados, o que causou a infecção alimentar. Então, eles bateram o barroso evacuaram e formaram uma montanha de cocô.

Essa montanha desapareceu com o tempo, mas ela alimentou várias plantas, que se reproduziram descontroladamente, formando um matagal. Fugindo da ocupação humana, bandos de animais se mudaram para o matagal, onde conseguiram abrigo. Como os humanos não conseguiram desmatar o local, ele continua existindo, isolado da civilização pela Reserva Natural de Srebarna.

Características[editar]

Muitos estudiosos tentaram decifrar um modo de instalar a civilização nessa área, mas nenhum estudo chegou a alguma conclusão significativa. A Bulgária, que não queria ficar com um monte de mato, doou esse território à Romênia, mas esta recusou ficar com o "presente". A população em Srebarna é composta 60% de pássaros, os responsáveis pela criação da reserva natural. Os 50% restantes são outras espécies de seres, como mafagafos, e dinossauros que sobreviveram ao extermínio.

Depois que a reserva foi atingida pelo acidente de Chernobyl, alguns animais sofreram mutações, e esses animais foram parar no museu da reserva, que abriga todos os corpos de criaturas existentes em Srebarna. A população local sobrevive de forma milagrosa, já que eles são proibidos de caçar e plantar (portanto, não podem comer). Sendo um raro matagal na Europa, a UNESCO o transformou em patrimônio mundial.