Reserva de Conservação da Cidade de Bardejov

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Reserva de Conservação da Cidade de Bardejov é uma área que envolve a cidade de Bardejov, na Eslováquia Sováquia no intuito de impedir o desenvolvimento e o progresso da mesma. Bardejov nunca conseguiu progredir no tempo e continua na Idade Média, mas o governo, em vez de ajudar o local a avançar, ele quer que a cidade continue subdesenvolvida. O que ele pretende com isso, ninguém sabe.

Uma rua de Bardejov. Apesar da resistência, o futuro está chegando por lá. Já é possível encontrar um Fiat 147 nas ruas.

Afinal, essa reserva apenas torna o país mais pobre do que ele já é. Economistas sováquios dizem que isso faz parte de um plano para atrair turistas que gostam de lugares velhos e assim o país ganhará mais dinheiro. É difícil acreditar nisso, mas como existem pessoas que gostam de visitar lugares atrasados, pode ser que o plano dê certo. Bardejov se tornou um patrimônio mundial pela recusa em evoluir em direção ao futuro.

História[editar]

A origem do nome Bardejov está nas palavras "Bard" (do ingles bad, mau)" e "ejov" (eu não sei o que é isso, parece nome de remédio). O local onde se localiza Bardejov era ocupado desde o período Quartenário, há muito tempo. Os homens das cavernas já mostravam que eram contra qualquer tipo de progresso em relação ao futuro.

Enquanto todas as comunidades visinhas de homens das cavernas faziam invenções fantásticas como o George Foreman Grill, a Incrível Bandeja Coletora de Gordura e a faquinha de plástico, os moradores da caverna de Bardejov ainda não tinham descoberto a faca de pedra e o fogo. A primeira vez em que o lugar evoluiu em direção ao futuro foi quando os padres da Igreja Católica e a Inquisição Espanhola descobriram aquela comunidade pré-histórica e decidiram expandr o império do Lord Bento XVI por lá.

A primeira construção em Bardejov foi uma igreja medieval. Nada muito importante, já que todas as cidades européia deveriam ter uma, segundo a constituição. O problema é que os moradores de Bardejov não eram cristãos, portanto não rezavam. Depois de converter os habitantes da região por métodos pacíficos, a igreja passou a ser útil.

Bardejov conseguiu realizar o impossível e passou a enriquecer, graças à sauna natural que existia dentro das cavernas que os moradores pré-históricos do local moravam. A cidade ganhou muito dinheiro com isso e se modernizou. Mas os moradores não gostaram da modernização e fizeraam uma campanha para impedir que o futuro chegasse por lá. Desde esse dia Bardejov nunca mais evoluiu, se tornando uma vila medieval para sempre.