Residência de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Confucio.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Residência de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde é a bendita casa de verão do imperador, famosa na China por abrigar mais de 500 vacas sagradas e ser o principal ponto de proliferação da gripe aviária no mundo.

O Resort[editar]

O estábulo de verão do imperador da China em Chengde.

O Resort Imperial de Chengde iniciou a sua construção durante a Dinastia Qing em 1703 sob ordens do imperador Kangxi, mas pedreiro é enrolado até na China, e a obra levou 80 anos para ser concluída, e 4 imperadores morreram assassinados e outros 5 morreram envenenados até a conclusão do Resort que durante muito tempo foi o refúgio tranquilo de Mao Tse Tung.

O Resort das Montanhas de Chengde conta com uma luxuosidade única, ambientado com belas virgens dançarinas e um clima frio e romântico. O lado ruim é que o local fica perto da PQP e onde Judas perdeu as botas.

Atualmente, como não existe mais imperador, o resort serve de casa de campo de altos membros da Yakuza, e de boate da máfia chinesa.

O Resort é dividido em quatro áreas, que são a Residência aonde ficam os cavalos, os Lagos aonde ficam as belas virgens nuas, a Planície aonde não tem nada, e as Montanhas aonde se esconde o Abominável Homem das Neves.

Os Templos Vizinhos[editar]

Nos arredores do Resort da Montanha Chengde, há diversos templos especializados em treinamento Jedi.