Resident Evil: The Umbrella Chronicles

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Resident Evil: The Umbrella Chronicles se trata de um jogo virtual (game)

Enquanto isso, Wander mata mais um Colosso inocente


Presidente Elvis: Tá Chovendo Guarda-Chuva!
Residentqw0.jpg

Capa mostrando Wesker queimando o logo da Umbrella de sangue só ao olhá-lo...

Informações
Desenvolvedor Caviar
Publicador Capcom
Ano 2007
Gênero ThrillerTerror Bosta/Tiro em Primeira Pessoa
Plataformas Uii
Avaliação 0,0000%
Idade para jogar +10

Cquote1.png Umbrella, ella, ella, eh, eh, eh Cquote2.png
Rihanna sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png Finalmente um jogo de porrada só pra Rihanna!! Cquote2.png
Chris Brown sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles e Rihanna.
Cquote1.png STAAAAARSSSS!!! Cquote2.png
Nemesis sobre nota que ele deu para o jogo.
Cquote1.png Nunca vi um jogo tão bonito e legal assim na vida!! Cquote2.png
Stevie Wonder sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Ray Charles sobre afirmação acima.
Cquote1.png Hei...! Eu já não vi isso? Cquote2.png
Você sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png Mas que suruba...!! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png MERDA! Esqueceram de mim de novo!! Cquote2.png
Milla Jovovich sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles.
Cquote1.png Mas lembraram de mim! Cquote2.png
Red Queen sobre afirmação acima.
Cquote1.png Cadê o Leon?! Não vou jogar porque não tem o Leon, tá? Cquote2.png
Fã de RE4 sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles.
Cquote1.png Mas esse game é perfeito para o Wii! Observe os movimentos e posições do Wii Remote, perfeito para esse tipo de jogo! Além disso, eu queria sair do vermelho... Ir pra Nintendo... Com a Sony não dava mais, entende? A Nintendo me seduziu muito... Cquote2.png
Shinji Mikami em seu depoimento pessoal.
Cquote1.png Bosta. Pura Bosta. Cquote2.png
Cara do Wii sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles


Resident Evil: The Umbrella Chronicles é uma retrospectiva dos acontecimentos que levaram a Umbrella à falência um jogo sobre guarda-chuvas. Uma desculpa inútil para fazer jogo para o Wii.

Geral[editar]

Umbrella Chronicles é o jogo mais inovador da série Resident Evil, feito especialmente para o Wii. A Capcom percebeu que os jogadores de Resident Evil estavam atrasados no desenvolvimento sexual, nem sabiam o que é punheta, e decidiu fazer um game para o Wii. O propósito inicial era de que o Wii proporcionasse uma noite de prazer para seus jogadores. O propósito secundário era de bater o recorde de Resident Evil 4 e fazer com que a saga Resident Evil fosse feita até para o Atari 666 e o que a Tua Avó chama de computador. Ou seja, todos os consoles possíveis e os impossíveis. O objetivo menos importante era mostrar a cronologia da empresa da Rihanna...

O jogo é dividido em cenários que contam a história infeliz da Umbrella Corporation. Você controla um personagem principal daquele cenário, e, no caso de terem dois personagens principais no cenário, você pode chamar um amigo seu e tornar a sua experiência ainda mais dinâmica!

Resumindo, é nada mais, nada menos do que Resident Evil Zero, Resident Evil 1, Resident Evil 3: Nemesis e um pouco de Resident Evil 2, todos esprimidos porcamente pra caber no jogo e sem nexo algum aparente. Há uns cenários extras que só servem para acabar com a pouca memória do seu Wii e vão fazer com que essa bosta seja ainda maior! Conclusão: Umbrella Chronicle foi feito para gastar dinheiro da crise financeira para fazer papel higiênico...

Você entra na pele (Ou melhor, nos olhos, já que o jogo é em primeira pessoa) de vândalos travestis, ao invés dos personagens originais, por isso eles quebram até as Torres Gêmeas de Raccoon City.

Em todos os cenários, o grande objetivo é conseguir um guarda-chuva que serviu de inspiração para o logo da Umbrella para escapar da chuva.

Cenários[editar]

Capítulo I - Barrados no Trem (ou simplesmente Resident Evil Zero)[editar]

Cquote1.png Muahahaha! Cquote2.png
James Marcus sobre rir.
Cquote1.png Power Rangers, juntos! Cquote2.png
Billy Coen sobre Power Rangers
Cquote1.png Porra meu... Isso é comida?! Cquote2.png
Rebecca Chambers sobre leechs.
Se passa num trem, em barracos no meio de uma floresta, numa igreja satânica, numa fábrica americana ao estilo da Segunda Revolução Industrial e num puteiro. É a mesma coisa de Resident Evil Zero. Você tem a opção de controlar uma menininha com cara de santa mas safada por dentro ou um ex-Power Ranger que está fugindo das autoridades pois não aguenta mais ser abusado sexualmente no Carandiru. Eles se encontram no trem e você tem que controlá-los no meio desse pudim de jiló, matando sem dó nem piedade os pobres zumbis e monstros que só queriam um autógrafo do falido ex-Power Ranger.

Tem a Leech Queen, nada mais, nada menos, do que James Marcus quando soltou a franga e decidiu se travestir assim como muitas personagens de videogame. Apesar de ter se tranvestido em uma porra nojenta, essa porra nojenta é considerada uma das mais bonitas porras de toda a série.

Subcapítulo I - Grande Theft Frio[editar]

Cquote1.png Sergei Vladimir!? Puta que pariu esses plagiadores do caralho! Mannda bomba prus EUA! Cquote2.png
Vladimir Putin sobre Sergei Vladimir
Cquote1.png Calma, calma... Não precisa ficar putim... Cquote2.png
Albert Wesker Lula sobre revolta acima.
É uma mistura de Grand Theft Auto com Resident Evil. Você controla Neo Exterminador do Futuro Albert Wesker neste cenário. Você irá observar o que ocorreu nos bastidores de Resident Evil Ø, quando Wesker e Birkin gravavam um vídeo pornô das mirabolantes aventuras de Billy & Rebecca. Wesker comendo a esposa de seu melhor amigo, William Birkin; William Birkin desconfiando; Vladimir Putin ficando putim ao ver dois plágios dele; cálculos em relação a armas de destruição em massa; e por fim, discussão sobre quem é melhor: Rússia ou Estados Unidos? Com participação da Máfia Russa.

Capítulo II - A Suruba na Mansão[editar]

Cquote1.png SOLTA A CACHORRADAA!! Let the dogs out!! Hu! Hu! Hu! Hu, hu! Cquote2.png
Doido sobre cachorros zumbis no começo do cenário e do jogo original
Cquote1.png PUTA QUE PARIU! Me borrei todo...! Cquote2.png
Criança sobre comentário acima.
Cquote1.png Cadê a graça e o terror?! Procura ae! Cquote2.png
Solid Snake sobre este cenário.
Cquote1.png Tô procurando! Vai ser uma tarefa bem difícil e muitos de nós poderão morrer! Mas tô procurando! Cquote2.png
Mei Ling de Metal Gear sobre comentário acima.
Se passa na mesma mansão de Resident Evil 1. Contém os mesmos personagens de Resident Evil 1. Tem a mesma história sem pé nem cabeça de Resident Evil 1. É a mesma porra de Resident Evil 1, feita especialmente para os fãs nerds e ricos (ou seja, eles tem dinheiro para gastar nessa merda de Tá Chovendo Guarda-Chuva!) de Counter-Strike. Você passa pelos mesmos lugares de Resident Evil 1, você luta com os mesmos inimigos, então, nem precisa se preocupar. Você controla os os mesmos personagens de Resident Evil 1: Jill Valentine e Chris Redfield, contando com a participação de Wesker, Rebecca e os outros inúteis que morreram pelos motivos mais fúteis que existem. Você sente falta de Barry Burton, mas na verdade, ele não aceitou o cachê de 5 centavos para participar do jogo e foi curtir as férias infinitas numa rave lá no Rio de Janeiro. Ainda a procura do Jill Sandwich, a imagem de Barry bêbado dançando sem camisa é a única coisa assustadora desse jogo para o Wii.

Tyrant aparece também no final em sua forma mais gay.

Subcapítulo I - Inutilidades[editar]

Cquote1.png Você quer sentir a minha cobra? Ou salsicha, pau, como preferir... Cquote2.png
Richard sobre cantar Rebecca
Cquote1.png Eu devia ter fugido com o Billy... Cquote2.png
Rebecca sobre comentário acima.
Você controla Rebecca Chambers, depois do seu encontro com Billy, e o doido da cobra gigante e do tubarão, nomeado de Richard Aiken, na mansão. Enquanto Richard tenta cantar Rebecca, sem sucesso, você tem que matar zumbis inúteis só para gastar energia elétrica, causar mais poluição e acabar logo com o planeta Terra. A coisa menos importante nisso tudo é você perdendo seu tempo vendo um cara sendo comido (em todos os sentidos plausíveis) por uma cobra.

Subcapítulo II - Amor à Segunda Vista[editar]

Lisa Trevor, com todo seu esplendor, em seu melhor ângulo.

Cquote1.png UAAGHH!! Cquote2.png
Lisa Trevor sobre demonstrar todo seu amor por Wesker.
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro jogando o jogo.

Você ficaria assim se fosse expulso do Inferno e do Céu.

Esse cenário mostra Wesker voltando a vida depois de ter levado um ataque no estomago do Tyrant. Ele foi inicialmente para o Inferno, mas foi expulso de lá pelo sindicato infernal da presidência de Lula, que alegou que "nunca antes na história deste País, um cara foi tão malvado e tinha olhos de noite serena tão vermelhos!". Logo, foi enviado ao céu, mas também não foi aceito por lá, assim retornando à vida. Infelizmente, ele reacordou na mansão prestes a explodir em 1 segundo. Com seus super poderes de Batimã, Homem-Aranha, Super-Homem, Neo, Exterminador do Futuro, Clodovil, Chuck Norris, Stevie Wonder e Alex Kidd, ele sai em direção a porta principal da mansão. Porém, muita cilada estará em seu caminho.

Numa batalha de 10291092 milésimos de segundos de duração, Albert Wesker luta com Lisa Trevor, garota apaixonada pelo vilão desde a infância. Não queira saber o por que de ser uma cilada.

Capítulo III - Fudeu Geral Com o Guaxinim![editar]

Cquote1.png STAAARS! Cquote2.png
Nemesis sobre qualquer coisa.

Leon Cullen prestes a morder Ada Wong.

Esse cenário se passa em Guaxinim City. Você pode controlar Jill Valentine ou Carlos Oliveira. O objetivo, além da matança geral, é fugir de uma amoeba sólida (ou não, talvez seja oca), mais conhecida como porra horrenda ou Nemesis. A porra horrenda está doida para acasalar com a protagonista Jill, que está mais abusada do que nunca. Dando até para os zumbis, Jill e seu novo companheiro, Carlos, têm de se aventurar na fudida Guaxinim City em lugares nunca vistos antes (exceto nos Outbreaks). Ou seja, a suruba se estende por mais locais. Nemesis está mais feio e horrível do que nunca, e como é brasileiro, vai demorar para desistir de perseguir sua amada que brilha entre as ruas cheias de zumbis sedentos pelo mesmo desejo e único objetivo de Nemesis. Carlos é o único excluído dessa bosta, mas a Jill consegue dar brechas para sua existência ao seu lado.

É o cenário favorito dos fãs safados da Jill que sonham que um dia irão conseguir ver a calcinha de Jill como os zumbis do início do capítulo.

Subcapítulo I - Porta do Motel[editar]

De gostosa a coisa toda remendada com durex...

Cquote1.png Finalmente consegui me livrar daquela desgraça... Ufa...! Cquote2.png
Ada Wong sobre Leon S. Kennedy
Cquote1.png Ada, não se esqueça do que vai rolar hoje à noite se você sair daí... Cquote2.png
Wesker sobre Ada Wong
Cquote1.png E eu quero saber é quem vai pagar e limpar toda essa porra!! Eu que não vou! Cquote2.png
Darth Vader sobre Motel Apple Inn
Cenário exclusivo de Ada Wong, mostrando como a japonesa/chinesa/coreana/tanto faz reviveu milagrosamente em Resident Evil 4 com a explicação mais fula o possível.

Depois de ser estuprada beijada contra sua vontade por Leon e de ser trucidada por Mr. X, Ada Wong, no fim de tudo, conquistou seus objetivos e apenas precisa realizar o principal: ir para o Motel Apple Inn (é 6 estrelas), visto anteriormente em Resident Evil Outbreak. Toda quebrada e remendada, assim como os Tyrants e cambada, você tem que controlá-la e ajudá-la a passar pelas hordas de zumbis e outras criaturas nefastas malucas para tirar uma casquinha da mulher. Vladimir Putin, Wesker e dois doidos que se proclamam russos estão no meio dessa sopa de Guaraná Jesus misturada com líquidos dos reatores de Chernobyl. A Máfia Russa também participa desse episódio imperdível para qualquer punheteiro.

Subcapítulo II - O Único Inocente[editar]

Cquote1.png Que dèja vú... Cquote2.png
Você sobre O único Inocente
É praticamente a mesma merda daquele mini-game com HUNK de Resident Evil 2, apenas com gráficos mais bonitos, deixando os zumbis mais feios e fazendo o Tofu, que nem aparece, aparentar ter um gosto aceitável, apesar de ser um produto com a tecnologia do sol nascente.

Capítulo III - E o Guarda-Chuva Quebrou... Porque o Vento Levou...[editar]

Cquote1.png Que frio... Não vou aí fora não... Não sinto nem a minha cabeça... Cquote2.png
Jill Valentine

Cquote1.png Umbrella, ella, ella, eh, eh, eh... Cquote2.png
Rihanna sobre Capítulo III
Cquote1.png E como ela ainda tá toda poderosa e rica assim?! Cquote2.png
Jill Valentine sobre Rihanna
Cquote1.png Meu amor, vem cá... Vamo quebrar a cara desse guarda-chuva Cquote2.png
Chris Brown sobre Rihanna
Cquote1.png Filho da putinha! Cquote2.png
Vladimir Putin sobre Sergei Vladimir
Cquote1.png Agradeço à Alá, à Deus, à Buda, à qualquer um, todo dia, toda hora, por não ter participado disso... Cquote2.png
Ada Wong sobre Capítulo III
Cquote1.png Puta que pariu! Tô fudido! Cquote2.png
Serge Vladimir sobre Capítulo III
Cquote1.png Puta que pariu! Tô fudido! Como fica o Iraque?! Cquote2.png
George W. Bush sobre Capítulo III
Cquote1.png PORRA SEUS VIADOS! Cadê eu?!?! EU QUERO EU AÍ TAMBÉM! Cquote2.png
Milla Jovovich sobre Capítulo III

E o Guarda-Chuva Quebrou... Porque o Vento Levou é, finalmente, o último capítulo da cilada planejada nem tão meticulosamente pela Capcom. Era o grande cenário esperado até por aquele mendigo que te roubou ali na esquina, mas somente a Capcom consegue o feito de estragar coisas que ela mesma fez, então esse cenário é feito de papel higiênico para o Cão. Conta a história de um guarda-chuva da Prada que era fraco e foi levado pelo vento russo numa tempestade causada pelo Furacão Katrina enquanto corria a barca preta.

"Era uma vez, Chris e Jill (DE NOVO?!?!) que descobriram uma base secreta da Umbrella ella, ella, ê, ê, ê na antiga União Soviética, ou melhor, na Rússia, mas seus comandantes ainda acham que a União Soviética ainda existe. Wesker também descobre sobre a base e sobre Chris e Jill, e como Chris é sua paixão secreta, vai junto para a Rússia. Lá, um fã de Sephiroth e de Adolf Hitler cria T-ALOS, uma mistura de Nemesis com Tyrant com Mr. X com Negão com um Pauzão com Neo com Navi com Ashley Tisdale com Lady GaGa com Madonna com Taylor Swift com Taylor Lautner com Miley Cyrus com Ana Maria Braga com Agnetha Fältskog com Britney Spears com Flora com Nazaré com Batimã com Osama Bin Laden com Lula, que brilha purpurina no escuro e consegue criar um gêmeo assexuadamente. Esse fã pega uma faca, corta o pulso e faz uma marca no rosto só pra parecer mais legal."

Dr. Ivan Pitanguy, depois uma plástica bem-sucedida, brilhando com toda sua potência!

"O jogador controla os idiotas Chris e Jill em sua patética e inútil jornada de acabar com algo que já quebrou feito pau mole. Como os roteiristas cheiraram hordas de gatinhos enquanto assistiam filmes considerados bons, principalmente Matrix, eles reuniram inúmeros aspectos desses filmes e jogaram nessa merda. E deu na merda de E o Guarda-Chuva Quebrou... Porque o Vento Levou (e consequentemente, deu na merda do jogo inteiro). Analisando bem o que deu, concluimos que isso não passa de mundos paralelos psicódelicos onde as pessoas fumam drogas que nem sabem que são drogas e cultuam o Michael Jackson e o Rambo, sonhando que um dia vão bater em americanos, capitalistas imundos e atrasados economicamente. A prova disso é a inclusão da Red Queen, irmã vadia da White Queen que quer matar todo mundo, nesse cenário. Ou simplesmente, Red Queen, a irmã puta e vadia da Blue Queen do Blue King que quer matar todo mundo. Sem mencionar as salas de lasers que cortam até adamantium."

"Chris & Jill passaram 4 anos, desde Resident Evil 3 e o Code: Veronica, vendo os três filmes de Matrix, os filmes do Jackie Chan, Jet Li, Chuck Norris ,e no mais, Bruce Lee, Hugh Jackman, Jack Sparrow e outros jegues, e por isso sabem voar como borboletas. Basicamente é isso. Mire, atire, cague, mije, quebre a TV, quebre o pulso balançando o Wii Remote, atire, atire, atire, atire, atire, aperte o botão, faça pausa para o lanche, atire, atire, pule, faça Losango Aberto Invertido, voe, atire, atire, atire, atire mais um pouco e veja o era uma vez do guarda-chuva. Amém e finalmente."

Subcapítulo I - Quebra LOGO Guarda-Chuva[editar]

Cquote1.png PORRA! NÃO ACABA ESSA MERDA! Cquote2.png
Eu sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png Porra do caralho! Vai tomar no cu seu filho da puta que não acaba nem enfiando um pau caralho! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Wesker segue Chris e Jill, com o objetivo de pegar o Chris depois da festa. Para realizar isso, ele necessita apenas desativar a Red Queen. Com seu diploma de artes marciais e Matrix em geral, ele passa por todos os desafios deste subcapítulo. Aliás, você passa por todos os desafios deste subcapítulo na pele de Wesker. Mas, Sergei Vladimir, ao saber que Wesker porvavelmente trabalha para Putin, fica com raiva e solta T-A.L.O.S., que irá perseguir Chris, Jill e Wesker que nem um Nemesis da vida. Acabe com aquela desgraça do T-A.L.O.S., com o retardado emo do Sergei e não pegue Chris nem Jill no final da festa.

Cquote1.png ACAABOOOOUUU!! ACAABOOOOOUUU!! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre Resident Evil: The Umbrella Chronicles
Cquote1.png Filma nóis Galvião!! Cquote2.png
Idiota sobre querer ser filmado

Prováveis Significados de T-A.L.O.S.[editar]

  • Trabalho com:

Afeminados

Lésbicas

Ostras e

Simpatizantes

  • Tarado

Assexuado

Louco por

Outras

Seringas

  • Tentando

Agarrar

Leite do

Obama

Safado