Restrição Uruguaia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.
Bambu.png Restrição Uruguaia é boca suja!

Sem vergonhamm! SEM VERGONHAMM!!

Bambusilvio.JPG

Denomina-se restrição uruguaia a ação de se quebrar verdades absolutas em meias verdades. Trata-se de um elemento do mesmo grupo da reversal russa, negação chilena, ou generalização canadense. Foi criada no Uruguai, no séc xxxxxvvv antes de Cristo, por uma tribo de índios charruas do pampa, mas só se tornou popular no século XX. Estima-se que mais de dez milhões de uruguaios utilizem deste método todos os dias.

Funcionamento[editar]

"No Uruguai, o churrasco é, no máximo, para o café da manhã".

O Funcionamento da Restrição Uruguaia é simples, não requer maiores esforços mentais (a não ser no caso de você ser argentino):

"No Uruguai, se você pudesse você mataria 800, no máximo."

"No Uruguai, João Gordo trai no máximo o movimento uniformemente variado, véi."

"No Uruguai, Dercy Gonçalves fala "poxa", "caramba", e muito dificilmente "dane-se"!"

"No Uruguai, A Reversal Russa reverte, quando muito, a si mesma!"

"No Uruguai, Cicarelli dá, no máximo, pra torcida do Botafogo!"

"No Uruguai, Sílvio Santos apresenta, no máximo, o Show do R$ 1,99"

"No Uruguai, o Ipatinga vence, no máximo, o Flamengo"

"No Uruguai, Jeremias bebe, isso quando o cão bota pra ele beber, duas doses, e olhe lá, de Martini Bianco"

"No Uruguai, Darth Vader leva, no máximo, você para o lado branco encardido da força"

"No Uruguai, todas as torradeiras torram, no máximo, bolachas água e sal"

"No Uruguai, esta paz é, no máximo, uma pequena parte do que os verdadeiros guerreiros lutam para ter"

"No Uruguai, os artistas do carnaval tocam, no máximo, em cima de vidros elétricos"

História e Desenvolvimento[editar]

Existem registros da utilização da Restrição Uruguaia desde a pré-história. Entretanto, o movimento restrito uruguaio, véio! passou esquecido por milênios, até ser resgatado pelo presidente pampeiro Reremias Rossê Del Nascimiento. A medida fora tomada, na década de trinta do século XX, de acordo com o governo da época, por uma questão "geográfica".

O Uruguai é um enclave montanhoso situado entre o Rio Grande do Sul e a Argentina. Tal posicionamento geográfico sempre preocupou o governo uruguaio, temeroso diante da ameaça de aumento de casos de homossexualismo e banditismo. Pensou-se em fechar as fronteiras do país, no anseio de se controlar a imigração proveniente dos seus dois vizinhos. Tal medida foi vetada pelo congresso. O então presidente, o excelentíssimo cabra ômi Reremias, sugeriu que se fizesse uma campanha de Restrição à entrada de gaúchos e argentinos no país, contando com a colaboração do povo. Como forma de populismo nacionalista, Reremias evocava em seus discursos o nativismo uruguaio, idealizado pela figura do índio charrua, índios restringistas por natureza. A campanha funcionou, os intrusos foram expulsos, e a cultura de restrição entrou na agenda de todo e qualquer uruguaio, mas, no máximo, até a água do mate ficar aquecida.

Tempos Modernos e Expansão[editar]

A Restrição Uruguaia que conhecemos hoje, como depuradora de verdades absolutas, começou a virar moda depois das primeiras participações de equipes uruguaias na Taça Libertadores da América. Os charruas modernos diziam aos seus adversários: "No Uruguai, nem todos os jogadores estão dopados por esteróides" ou "No Uruguai, nem todos os juízes são comprados". Essa catimba era extremamente eficaz, já que ao mesmo tempo que o jogador dizia ser impossível ganhar, ele dava uma esperança.

O método fez muito sucesso, e logo queria-se expandir pelo resto do continente. Eu disse "queria", pois um paradoxo perfeito acabou com a graça dos restricionistas. Num bar qualquer de Montevidéu, discutia-se a possibildade de expansão da Restrição pelo mundo. Eis que, um determinado conviva, com a capacidade de discernimento seriamente afetada pela pitoresca cerveja nacional, perguntou: "não é um paradoxo, expandir uma restrição?" Até hoje, não encontrou-se uma resposta satisfatória para a pergunta, e, ainda bem, a Restrição Uruguaia permanece apenas no Uruguai. No máximo, atravessa as fronteiras de Rivera e chega a Santana do Livramento.

v d e h
Na União Soviética as Metodologias de Debate acessam Você!!