Riachinho (Minas Gerais)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Riachinho (Minas Gerais) (pronuncia-se "fim de mundo", "fim do mundo" ou "lugar nenhum") é uma cidade esquecida por todos em Minas Gerais. Até ano passado o governo mineiro podia jurar que era uma cidade fantasma isso até aparecer no Fantástico que apareceu círculos em uma plantação de mato em Riachinho. Por 3 segundos todos viram para Riachinho e depois esqueceram e voltaram a prestar atenção em coisas normais.

História[editar]

Encontro propício para a sobrevivência dos Playboys da cidade. Acontece que mais de 90% dos visitantes desse encontro vão de Uno, de Fusca ou de Gol e estão se achando o máximo. Mas é a característica de eventos como esse em Riachinho.

O município tem menos de 20 anos, provavelmente até mesmo aquele seu priminho sarna é mais velho do que esse negócio, Riachinho se emancipou no mesmo momento em que o Timor Leste e a Bósnia se emanciparam de seus respectivos países cafetões países-metrópoles. Isso serve de consolo para quem mora em Riachinho pois sim, há países mais ultrapassados que sua cidade.

Emancipado para dar o status de prefeito a um vaginocologista, digo, ginecologista muito admirado do município.

Ele conseguiu convencer todos os caipiras habitantes de Riachinho que o município poderia ficar bem melhor com ele como prefeito, só foi mostrar o resultado do teste para tirar a licença de motociclista. Foi 150% de aproveitamento, 50% da prova escrita, 50% por saber dirigir a moto e os outros 50% pois ele montou a moto de dentro pra fora.

Impressionados, eles o colocaram no poder onde ele ficou até um guri de 15 anos assumir no lugar dele (apesar de que uma criança de 3 anos já assumiu em cidades vizinhas), o guri está a 15 anos no poder do município e deixou o ginecologista pra trás depois de pagar a dívida da cidade com a antiga cidade cafetão de Riachinho.

Uma dívida enorme de 50 centavos, ele pagou e virou prefeito. Ainda não recebeu o salário pois, como todos estamos carecas de saber, Riachinho fica tão longe que nada chega lá, nem mesmo o salário do prefeito.

Município[editar]

Dos 100% do território total somente 3% dele é usado, o MST só não ocupa e acusa de terra improdutiva porque a terra É improdutiva mesmo.

A coisa mais próxima de ser produtiva é o time fracassado do município, que ninguém sabia que era um time profissional. Assim como a cidade, o estádio do time ficou na promessa, um uniforme decente também, patrocinadores também e o salário dos jogadores... É o que roda em torno do município, tanto que no site do IBGE não mostra uma foto de Riachinho mas sim do time da cidade.

O restante é o que podemos chamar de "vila de fofoqueiras". Se eu tivesse que falar mais de algo que rola nesse buraco onde você vive provavelmente seriam fofocas envolvendo casos homossexuais do secretário da educação com o vice prefeito (detalhe, o secretário da educação é uma Couve Flor que nasceu no jardim do vice prefeito) ou como aquela vizinha sua fez um corte de cabelo horrível.

São esse tipo de atitude que acaba atrapalhando o crescimento populacional dessa província. Pois se você já namorou três vezes e rompeu as três provavelmente toda a cidade sabe que você tem fama de galinha ou você não pode namorar mais ninguém pois quase todo mundo tem relação com suas exs. Sem falar que você vai vê-la todo dia comprando pão na padaria.

Convenientemente, padaria é o único negócio que dá certo em Riachinho, e olha que nem deixa o padeiro rico.

Ver também[editar]