Rio Pardo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Rua onde D. Pedro II cavacou. Foi tombada por patrimônio histórico e o prefeito deve lamber a rua uma vez por semana, para ver se não mudou o gosto.

Rio Pardo é uma cidade do Rio Grande do Sul de que acordo com a Wikipédia é uma cidade "grande e importante" mas que para a população não vale merda nenhuma, que chama a própria cidade de província, as outras demais cidades ao redor de Rio Pardo a consideram um lugar bom para se visitar... Ou não.

História[editar]

Um lugar onde os tropeiros costumavam parar para deixar os loucos, ir em bordeis e roubar sinos (o que apelidou as pessoas de Rio Pardo de "Ladrões de sineiro", ou nas línguas atuais "Filhos da puta) de vacas, assim cresceu a cidade de Rio Pardo que tinha esse nome devido aos gaúchos que também usavam o rio como banheiro, deixando assim o rio com a cor marrom.

A cidade se desenvolveu pois um barão achou um bom lugar para viver e que podia fazer merda sem ter um banheiro ou esgotamento apropriado. Ele chamou uns amigos portugueses que moravam no Brasil para irem morar lá e dar uma força que a coisa tava foda, no fim a cidade acabou sendo o que é hoje.

Mais uma cidade anônima da região dos vales. Considerada importante pelos gaúchos que acham que lá conseguem um churrasco melhor do que a "capital do churrasco", Nova Bréscia, Nova alguma coisa... Muitos caipiras das regiões nos arredores de Rio Pardo vão para as escolas de lá pois nas cidades deles não há escolas descentes.

Fatos Históricos[editar]

Não sei quem é esse cara mas deve ser importante por estar em uma pintura a óleo.

Em 1777 os espanhóis estava invadindo o rio grande quando chegaram as portas de rio pardo. ali não passaram, devido ao fedor de merda da cidade.Daí surgiu o codinome da cidade: Tranqueira Invicta. Até hoje, segue trancada.

Para mostrar que Rio Pardo está na história. Por exemplo, D. João elevou a condição de Rio Pardo de "Cidade-banheiro" para "Vila-banheiro", mostrnaod que rio pardo tinha recebido até atenção daquele imperador gordo, no dia seguinte que declarou isso ele fugiu do Brasil com todo o dinheiro do banco do brasil, que não era mais do brasil.

Fez importantes destauques na Guerra do Paraguai... Mesmo sendo muito longe do paraguai e se destacou na Revolução Farroupilha mas foi um município de santa catarina que ganhou o brilhante nome de Anita Garibaldi, era a primeira alternativa de nome para Rio Pardo mas eles acharam melhor o outro nome pois "ficava mais legal"... sei.

Pontos turísticos[editar]

Com pontos turísticos mais ou menos, não é mesmo assim uma cidade que faça você se hospedar o lugar por justamente não ter graça de ficar só no hotel, já que não se tem nada para fazer por lá.

  • Casa que hospedou D. Pedro II e Conde EU
  • Casa que D. Pedro carinhosamente pediu para entrar no banheiro e usá-lo
  • Lugar do rio onde D. Pedro II teve que cagar já que não tinha banheiro na casa onde ele tinha pedido
  • Restaurante onde D. Pedro II comeu e acabou ficando com infecção intestinal
  • Cortiço onde ficou o cavalo de D. Pedro que acabou ficando com infecção intestinal também, D. Pedro alugou um burro e saiu de lá.
  • Dias depois, D. Pedro II declarava a independência do Brasil.
  • As mais de 25 farmácias (a principal atividade econômica do Rio Pardo).

Cidadãos ilustres[editar]

Realmente a piada da cidade, uma porção de gente que todos desconhecem mas por terem feito algo e estarem com pinturas a óleo eles são "importantes" então a cidade é só "rica em cultura" e então tem uns museus. Os professores tentam encher os alunos de civismo pois esse pessoal fez alguma coisa pela história.

José Joaquim é um dos Rio Pardenses que chegou a posto de general, algo incrível para um Rio Pardense. O restante é só pessoas que participaram em guerras e coisas do gênero. Ou foi quem ofereceu a casa para D. Pedro II cagar.

Fatos Controversos[editar]

  • Virando a esquerda em Rio Pardo, você acha um portal para Vera Cruz (Rio Grande do Sul).
  • Se você fica mais de 2 dias na cidade você se acostuma com o cheiro de bosta.
  • Não ande de carro na cidade, pois como as ruas são históricas, os inúmeros buracos são tombados pelo patrimônio histórico e não serão consertados.
  • Se ainda assim for andar de carro, evite o congestionamento do trevo da cidade, pois nos horários de pico, formam -se filas de carros atrás de um corcel, Del Rey ou assemelhado que está parado aguardando a passagem de um caminhão que está vindo muito perto, lá pela frente da Bistex.
  • se conseguir passar de carro pelo trevo, a melhor (única) rua para trafegar é a da LADEIRA.
  • Em Rio Pardo as construções são históricas, e são tombadas pelo Patrimônio Histórico ou pelo vento mesmo, ao que vier primeiro.
  • As ruas são esburacadas, e isso é intencional, deve-se ao fato de que Dom Pedro tropeçava neles quando andou por elas, nunca tente consertar um buraco nesta cidade, pois poderá ser preso por destruir a história!
  • Alguns moradores de Santa Cruz do sul, cidade-vizinha, tem por hábito chamar Rio Pardo de cidade da latinha (lá tinha isso, lá tinha aquilo...), este apelido é real, pois Rio Pardo já teve um porto importante, já teve cinema, trens de passageiros e até aeródromo, mas nada disso tem mais... No entanto ainda tem praia, coisa que os mesmos Santa-cruzenses adoram vir ̶m̶o̶l̶h̶a̶r̶ ̶a̶ ̶b̶u̶n̶d̶a̶ se banhar em Rio Pardo.
  • Rio Pardo se preocupa com a segurança no transito, a velocidade é controlada pelos buracos e ainda conta com uma única e moderna sinaleira q̶u̶e̶ ̶n̶ã̶o̶ ̶s̶e̶r̶v̶e̶ ̶p̶a̶r̶a̶ ̶n̶a̶d̶a̶ no centro.

o que fazer em Rio Pardo[editar]

  • Para quem quer ̶b̶o̶l̶i̶n̶a̶r̶ namorar, existe um ̶m̶o̶t̶e̶l̶ local próprio para isso, é na praça São Francisco. O local é o point de todos os ̶c̶a̶b̶a̶ç̶o̶s̶ garotos levarem as minas para namorar as escondidas durante o dia, e para quem vai a noite o local é escuro, ideal para ̶f̶o̶d̶e̶r̶ ter mais privacidade.
  • Para quem curte uma praia, Rio Pardo tem várias:
> Praia dos  ̶e̶n̶g̶a̶s̶g̶a̶d̶o̶s̶  Ingazeiros- Local onde juntam os  ̶e̶s̶g̶o̶t̶o̶s̶ rios Jacuí e Pardo, as suas margens se encontra a avenida perimetral, onde é possível observar o por-do-sol enquanto os  ̶e̶x̶i̶b̶i̶d̶o̶s̶  motoristas andam se arrastando exibindo suas carangas tentando chamar a atenção.
> Praia do porto ferreira: Local distante do centro, e dominado pelos  ̶p̶o̶l̶a̶c̶o̶s̶ Santa-cruzenses, como na cidade deles  não tem praia, estes a anos se instalaram no local e há quem diga que querem anexar a cidade deles o balneário.
> Prainha do pardinho: Balneário secreto, localizado próximo aos trilhos do trem, somente tem acesso a pé pela mata, é o ponto de encontro certo para grupos de  ̶s̶u̶r̶u̶b̶a̶s̶  amigos que curtem  ̶s̶e̶x̶o̶ natureza, pescar, caçar, ou dar uns tapas na pantera sem ser visto.
  • Para quem quer trabalhar, tente a sorte em Santa Cruz do sul.