Rio Piracicaba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rio Piracicaba é um rio que passa por Minas Gerais e acaba Deus sabe onde. Porém, o fato é que Rio Piracicaba foi fundada por uma assembleia da igreja católica que queria expandir seus domínios militares e dominar toda a América do Sul, Oceania e África. Rio Piracicaba seria um local estratégico para isso. Porém, acabaram sendo barrados pelo Et de Varginha que impediu que houvessem guerras futuras entre o Estado do Triângulo e Rio Piracicaba.

Cquote1.png Mas isso não faz o mínimo sentido! Cquote2.png
Você sobre a história acima

Nada que vem do interior doo país é confiável, tal como algo que sangra por 5 dias e não morre.

Fundação[editar]

O Rio Piracicaba e seu Sal.

Foi fundada em 1700 e lá vai pedrada. Como foi fundada por padres e pela igreja, implementaram uma governância sobre a cidade que hoje é associada apenas as maiores ditaduras teocráticas já vistas. Como os pobres precisavam de trabalho e de terra para cultivar produtos de má qualidade, cederam um espaço especial em Rio Piracicaba.

O rio era considerado proibido e ninguém podia ir para lá, ninguém sabia porque. Só a assembleia ia para lá com 3 gostosas que ficavam rodando a bolsinha na estrada em que passavam os viajantes na época.

Cultura[editar]

A cultura de Rio Piracicaba surgiu depois do escândalo que envolveu o padre e a prostituta. A cidade ganhou muitas superstições depois que o padre ficou em saia justa (na verdade, ele sempre usou saia, como todo bom padre, mas dessa vez falo no sentido figurado).

Um homem muito desbocado foi para o confessionário do padre pela quinquagésima vez encher o saco dele. Sabendo que o homem era muito mão fechada (tal como a maioria da gente que vive em Rio Piracicaba) ele falou que cada vez que ele falasse palavrão, iria pagar 10 reais para a primeira pessoa que aparecesse na rua.

Nisso, ele sai da igreja e bate o dedinho do pé em uma pedra. Sendo muito fresco, quebrou o dedinho do pé e soltou um belo de:

Cquote1.png Puta que... Cquote2.png
O homem sobre sua mãe

Ele chegou em uma mulher rodando a bolsinha, a primeira que achou na rua e disse:

Cquote1.png Pega! 10 reais! Cquote2.png
Homem
Cquote1.png Não, é 20! Cquote2.png
Mulher
Cquote1.png Mas o padre disse que era 10! Cquote2.png
Homem
Cquote1.png Ah, mas o padre é cliente antigo... Cquote2.png
Mulher

Depois daquele dia, a supestição principal da cidade é: nunca pague 10 reais para prostitutas.