Rio Quente

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rio Quente é uma versão de estância turística melhorada de Caldas Novas. A existência desse município na verdade não passa de uma lenda urbana, há apenas o Resort Pousada do Rio Quente mesmo, que para não ter que ficar pagando impostos para os putos de Caldas Novas inventaram esse novo município.

História[editar]

Esta é a cidade de Rio Quente. Nada de mais.

Os primeiros registros de habitação no local ocorreu na sua descoberta em 1722 por paulistas esquisitos que ficaram maravilhados com águas termais e beleza natural da região. Rapidamente tornou-se um dos principais polos turísticos do interior do Brasil.

Curas foram atribuídas às águas quentes. Os antigos diziam que as nascentes hidrotermais eram capazes de curar por completo furúnculos nas nádegas. Aquela estância turística passou a ser conhecida no Brasil inteiro.

Durante muito tempo Rio Quente não passou de um distrito de Caldas Novas (uma bosta, literalmente), que ganhava fama graças à Pousada do Rio Quente, já que todo mundo que visitava Rio Quente, na hora de fazer propaganda se referia à região como "Caldas Novas".

Em 1988 um conglomerado de executivos compra 256.739 quilômetros quadrados de terra na região, e abrem um plebiscito entre eles que aprovou em 100% a criação do município de Rio Quente apenas para a grana dos turistas ficarem só para eles e deixar Caldas Novas decair cada vez mais.

Atualmente Rio Quente é conhecido por ser o único "município-resort turístico" do Brasil.

Geografia[editar]

Lá é igual o Rio de Janeiro, só tem morro e baixada! Pelo fato da cidade ficar aos pés da Serra de Caldas, a população convive pacificamente com onças, tatus, cobras, tatus-bola e tudo quanto é bicho! É tanto bicho que chega a confundir morador com os próprios animais (o que não é muito difícil). Inclusive, Rio Quente é a única cidade do Brasil em que a sua população (no caso tribo) tem um dialeto desconhecido pela humanidade e desde então vem sendo estudado.

Economia[editar]

Foto aérea de um pequeno escorregador do parque.

Rio Quente é um dos municípios mais ricos do Brasil, sua renda advêm 100% do turismo. A Pousada do Rio Quente pode ser considerada o município em si. Lá é onde toda a população trabalha de garçom, barman, atendente de hotel, personal trainer, cozinheiro, limpador de piscina e todas essas profissões para manter a pousada funcionando.

Tudo lá é caríssimo. Só para entrar é no mínimo leves parcelas de 6 vezes de 250,00 reais, para apenas 1 fim-de-semana. Latas de cerveja a 10 reais, pequenas barras de chocolate por 5 reais, e camisetas de 200 reais pra cima. Claro, isso na pousada, porque nas áreas fora dela só existe mesmo a casa dos funcionários.

Política[editar]

Típica de cidadezinha de interior, a politica local baseia-se na compra de votos com uma cesta básica e uma espécie de coronelismo, além de chantagem, ameaça e compras de cargos (alguns chegando a custar 20000 Reais).

A prefeitura é composta por sobrinhos, tios, genro, cumpadi, etc. do prefeito, enquanto a população padece por um investimento e nunca tem qualquer chance de algum concurso público para as vagas da prefeitura. Supostos investimentos só acontecem durante as campanhas políticas (investimento em gás, cesta básica, cachaça, dinheiro, construção de boteco, gasolina, etc).

A câmara de vereadores é composta por um seleto time de pinguços ,ex-pinguços, agiotas, pessoas que literalmente estão ali pra ganhar o deles, sem se preocupar com a população que os elegeu.

O eleitorado do Rio Quente atualmente é de 3352 eleitores, sendo 2200 só da cidade, e o resto votos de fora trazidos pelos vereadores e pelo prefeito do município pra garantir emprego dos vereadores uma eleição mais emocionante , alguns inclusive vão se aposentar na câmara, porque estão lá desde o mandato do então falecido ex primeiro prefeito.

População[editar]

Rio Quente possui 3.000 habitantes (sem contar com os turistas, porque senão o número salta para 20.000). Rio Quente é considerada a única cidade de Goiás onde ninguém trabalha na roça, pois todos trabalham como funcionários da Pousada do Rio Quente, um grande hotel fazenda que pensa que é um grande resort. Esse Resort fica no bairro Esplanada (mais social, é onde a Classe Alta mora).

Rio Quente de verdade mesmo (o subúrbio) ninguém conhece! Mas nem vale a pena mesmo, ninguém está perdendo nada...

Bairros[editar]

O subúrbio é divido em bairros com mais de 10 km de distância um do outro!

  • Fauna II - Onde você só vê gato, cachorro, menino bixiguento, bicicleta Monark e sem contar a poeira!
  • Fauna I - É onde mora os pobres metidos a ricos! Onde tem uma praça que foi eleita uma das mais belas do estado de Goias! Nessa praça, morador nenhum pode andar: de bicicleta, velocípe, Chinela Havaiana, e muito menos andar a pé, ou seja, a praça é só para os turistas e como não vai ninguém naquela merda, não tem nada de bom lá! é um lugar inóspito!
  • Morada da Serra - Onde moram as onças e o povo que correu das muriçocas!

Segurança[editar]

Rio Quente é uma cidade onde acontecem as ocorrências policiais mais bizarras (ou policiais que correm literalmente) de todo Goiás. Para aqueles que um dia forem visitar essa cidade, podem se deparar com coisas do tipo "falsificação de dinheiro com Papel de Babaloo, papel de Halls, Freegels".

Rio Quente tem um saldo positivo em suas ocorrências. Rio Quente é a única cidade no mundo que tem os ladrões politicamente corretos. Tal alcunha é concebida porque os ladrões da cidade roubam de tudo, tudo mesmo, menos dinheiro. Roubam maconha, roubam calcinhas, roubam pesque-pagues (mas não é o dinheiro não, são os peixes mesmo), roubam capacete, roubam plantas, roubam tamboretes, roubam tele-sena já raspada, roubam Ki-Suco, entram numa casa e arrancam o vidro da casa e o roubam. Um exemplo disso é um sequelado que roubou um calendário de 2003/2004 do Banco do Brasil.

Turismo[editar]

Pousada do Rio Quente[editar]

As piscinas termais são abertas 24 horas por dia. São as únicas no mundo onde você é liberado para mijar nas piscinas se quiser, graças a uma renovação completa e natural de 6 milhões de litros das águas a cada hora.

A Pousada do Rio Quente é a maior e mais cara estância hidrotermal do mundo. Atrai turistas de todo Brasil, dos quais 50% de quem está lá são funcionários públicos de Brasília, 40% são fazendeiros e playboys advindos do interior de São Paulo e os demais 10% são gente de toda parte do Brasil e do mundo.

Apesar de todas maravilhas e belezas, é tudo uma facada, só a diária é 800,00 e la vai paulada no apartamento mais fuleira e ela só inclui três toscas refeições diárias que minha avó faz melhor e os quartos são como de uma pousada qualquer. Só a latinha de cerveja é no mínimo 6,00 reais, e tudo isso só pra você ficar esquentando a bunda numa água quente no meio do mato... Já deu para reparar que ali não é lugar para qualquer um tirar férias...

A Pousada do Rio Quente conta com um sistema de cartão, onde tudo que você consome acumula o gasto nesse cartão, que na hora de pagar na saída já faliu muita gente. Esse cartão teoricamente deveria ser a prova d'água, mas ele constantemente fica dando defeito e você tem que ir toda hora na recepção pedir para trocar e consequentemente pagar 30 paus pelo valor do material do cartão que no mínimo deve ser ouro.

As opções de quem visita a pousada, além de ficar nas piscinas termais com bares caríssimos 24 horas, é visitar o Hot Park (esse só de dia... e só pra pobres! do tipo que nunca viu água sabe? parecem gente da roça! por quê rico que vai na pousada fica é no parque das fontes! ) e suas piscinas com cheiro de mijo. Considerado o maior parque aquático termal do mundo, oferece piscina com ondas, toboáguas e diversas opções desertas como campo de futebol e paintball.

Muita gente já decretou falência depois de ter visitado essa pousada. Os donos dessa rebimboca vivem trocando o nome da empresa, odeiam que chamam ali de pousada pois na ideologia deles se chamam Destination Resort, mas foda-se é pousada mesmo.

Cidade de Rio Quente (literalmente)[editar]

Turisticamente, a cidade de Rio Quente em si é inútil, sendo muito melhor Caldas Novas se for esse o caso, existindo apenas praças desertas onde todos são proibidos de frequentar, e por lá só estão turistas perdidos que perguntam "onde fica a "pousada?", isso se conseguirem ver alguém na rua, pois é mais fácilo encontrar o ET de Varginha do que alguma alma humana viva.