Rio Vermelho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rio Vermelho é uma cidadezinha que fica em Minas Gerais. A explicação para o nome da cidade vem do "fenômeno da maré vermelha" que causou pânico na cidade, pensando que as doze pragas do Egito (eram doze mesmo?) teriam chegado em Minas também.

Naquele dia que a população diminuiu para 18000 quando era antes 20000. Rio Vermelho poderia ser também mais duas cidades espalhadas pelo Brasil.

História[editar]

Gelatina de framboesa Corante de Rio Vermelho.

Quando viajantes de Minas Gerais estavam passando para vender vibradores em Belo Horizonte que até então era a única cidade que prestava de lá, eles se depararam com um rio para poder fazer uma pausa e poder beber água.

A época era 1939, as pessoas ainda usavam cavalos para poder passear e sempre aproveitavam para fazer uma parada para comer cup-noodles a melhor herança da Segunda Guerra Mundial. Mas naquele riacho foi diferente: ele tinha cor... de sangue.

Como caipira é burro mesmo, pensaram que era um sinal do apocalipse e acabaram se afogando no rio. De novo, mais dois viajantes pararam para usar o rio como banheiro (em outras palavras, aquela prática que sua avó faz toda manhã) e viram a água vermelha. Dessa vez, como eram de São Paulo, foram subindo o rio para descobrir que tinha uma pessoa com a bandeira do Corinthians que estava onde começava a ficar vermelho o rio. Pensando que era um dos cavaleiros do Apocalipse, os paulista se mataram também.

Fundação[editar]

A fundação ocorreu quando vieram pessoas de uma terra desconhecida onde todos são FDPs. Eles viram o rio vermelho e como eles eram seguidores da besta apocalíptica, Maradona, eles beberam a água do rio, mas acabaram se sentindo mal e foram ao médico. Estavam infectados por compostos tóxicos que "coincidentemente" não poderiam ser retirados do corpo deles por serem argentinos.

O médico fundou um consultório perto daquele rio e junto com o consultório, veio um monte de pobre que queria morar perto do médico. Assim nascia Rio Vermelho: a cidade que mais matou argentinos na história do Brasil.

Economia[editar]

Baseada a agropecuária e agricultura (as únicas coisas que pessoas do interior fazem) a cidade cresceu consideravelmente, mas o número de pessoas que usam a "forca pública" é muito grande. A "forca pública" é um serviço da prefeitura que deixa forcas na praça para os suicidas em potencial se enforcarem.

A economia é movimentada por isso e também como o uso de agrotóxicos deixa a água vermelha, a cidade nunca perderá clientes... Ou não.