Rio de Janeiro (estado)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Rio de Janeiro
Brasão do Rio de Janeiro
Brasão
Bandeira do Rio de Janeiro
Bandeira
Localização
[[Imagem:|280px|center|Localização do Rio de Janeiro]]
Região Sudeste
Capital Rio de Janeiro
Cidade mais importante Cidade de Deus
Estados limítrofes São Paulo, Espírito Santo, Maranhão, Colômbia e Santa Cruz
Características geográficas
População 15 Milhões de favelados, 100 Artistas da Globo, uma porrada de dubladores metidos à besta & 5000 Surfixxtaxx hab. 11
Densidade d = \frac{ m }{ v }
Clima de guerra
Indicadores
Analfabetismo 188,9% 28/07/2014
Mortalidade infantil 160,4% 28/07/2014
Expectativa de vida 16 anos 28/07/2014
IDH 0,000000666 28/07/2014
PIB R$ 12,545 28/07/2014
1%% do nacional
PIB per capita R$ 10000 dólares por assalto 28/07/2014
Outros
Gentílico riodejaneirense

Cquote1.pngVocê quis dizer: CS brasileiroCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: Rio de FevereiroCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: IraqueCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: GuerraCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: ColômbiaCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: FavelaCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: Faixa de GazaCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngVocê quis dizer: Bala PerdidaCquote2.png
Google sobre Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.pngExperimente também: Guanabara Cquote2.png
Sugestão do Google para Rio de Janeiro (estado)
Cquote1.png Cidade maravilhosa... Cquote2.png
Cego surdo desinformado sobre Rio de Janeiro
Cquote1.png É um estado assim, entende? Cquote2.png
Pelé sobre o estado do Rio de Janeiro
Cquote1.png Minha nova casa! Cquote2.png
Mosquito da Dengue sobre o estado do Rio de Janeiro
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre entrega de cargas no estado do Rio de Janeiro
Cquote1.png Pede para sair Cquote2.png
capitão Nascimento sobre Rio de Janeiro
Cquote1.png Aqui passa o trem bala! Cquote2.png
Usuários de trem sobre A Capital Fluminense
Cquote1.png Ô Rio de Janeiro do meu saco!!! Cquote2.png
Alborghetti sobre Rio de Janeiro
Cquote1.png SE PUDESSE EU MATARRA MIL!!!!!! Cquote2.png
Jeremias sobre fluminenses
Cquote1.png Quem nasce no Rio é peixe, e não carioca Cquote2.png
Pergunta interessante
Cquote1.png Uma imensa favela com alguns resquícios de cidade. Cquote2.png
Qualquer um sobre A Capital Fluminense
Cquote1.png Tenho medo. Cquote2.png
Regina Duarte sobre Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é um estado do Brasil situado entre São Paulo, Minas Gerais e o Espirito Santo (Amém). Já teve a capital do país mas, quando o Comando Vermelho assumiu o poder, os bandidos que lá viviam se mudaram para Brasília.

Bandeira do estado de RJ

A origem do nome é uma homenagem ao mês de Janeiro, mês de férias, já que seus habitantes não são muito chegados ao batente. A maioria da população, aliás, têm duas ocupações básicas: quando não estão traficando drogas, estão desfilando em uma escola de samba, quando não ambos ao mesmo tempo.

O hino oficial do estado é o mesmo do Flamengo no ritmo funk dos favelados do morro da Rocinha. O Hino 15 de Novembro foi abolido pelo presidente Lula por ser uma música repetitiva que começou a doer no ouvido dos patriotas. Nós brasileiros consideramos uma falta de respeito cantar funk pois esse ritmo pesado não presta.

Tabela de conteúdo

Demografia

Quilombo do Rio - Século XYZ.

A estrutura demográfica do Rio de Janeiro é relativamente simples. É composta por praias poluídas e mares de morro, ou melhor, mares de favelas em morros. Segundo fontes confiáveis de Águas de Lindóia, recentemente a área ocupada por favelas superou em m² a extensão de praias no litoral fluminense.

Já a população relativa passa de 800 pessoas por metro quadrado. Sendo 60% mulheres e 40% homens... Pesquisas apontam que desses homens cerca de 80% são cornos... Isso mostra que o carioca não sabe lidar com mulheres, perdendo-as principalmente para paulistas, seguido dos mineiros e dos gaúchos (Pros gaúchos já é humilhação).

Idioma

O idioma falado nas partes baixas do estado do Rio de Janeiro é o carioquês, um dialeto utilizado principalmente na Região Metropolitana, região esta caracterizada por suas cidades serem dormitórios para a capital. A história desse dialeto local vem de uma mistura de Latim, pigarro na garganta e som de vazamento de ar, caracteriza-se por causar dores nos ouvidos alheios brasileiros.

Também é um dos estados do Brasil onde o número 12 na verdade é "douze", além de a letra 's' ter sido abolida de seu idioma, substituida pela letra 'x'. Especialistas dizem que o Rio de janeiro é o berço do dialeto miguxês, linguagem falada pelos emos.

Há rumores que o excesso do uso da letra "X" é resultado de um plano de dominação traçado por Maria da Graça Meneguel, vulgo Xuxa Meneghel. Além de ter sido abandonada por Marlene Mattos, sua amazia de tantos anos e estrategista do golpe, a ex-rainha já está em idade bastante avançada. O que torna maior a sua frustração é o fato de ter gerado uma criança inútil Sasha, que não parece interessada em seguir os passos da mamy.

Economia

A economia do Rio de Janeiro é extremamente diversificada, tendo como seus pontos fortes a prostituição, o tráfico de drogas (grande empregador do estado) que ajuda milhares de favelados a virar notícia na mídia (principalmente na página policial) e a ampliar sua expectativa de vida (hoje alcançando cerca de 25 anos), bem como de playboys drogados da zona sul da capital, além do famoso mercado de balas perdidas, que movimenta o mercado funerário, tráfico de armas, hospitais, além das fábricas de cadeira de rodas.

É notável também o comércio de produtos roubados de turistas, tais como relógios, celulares e câmeras fotográficas.

População

A população do Rio deriva de vários lugares do Brasil e de Portugal. Os nordestinos, principalmente paraibanos, formam a grande massa trabalhadora deste estado, uma vez que a população nativa é conhecida justamente pela negação aos ofícios laborativos.

Estes imigrantes compõem 57% da população da capital do estado, e respondem por 92% dos que trabalham na cidade, uma vez que a mesma necessita de porteiros e vendedores de biscoito de polvilho para atender à demanda de turistas.

Os 8% dos cariocas (os fluminenses que têm azar de morar na capital) que resolveram trabalhar, concorrem à vagas de garis, como ficou destacado no último processo seletivo para contratação dos mesmos, onde milhares de cariocas fizeram fila para se inscrever, incluindo advogados, engenheiros formados e estudantes de escolas municipais (que por sinal já estão uniformizados como os garis).

Entre a comunidade de imigrantes que reside no estado, destaca-se de longe a portuguesa que, sendo a maior fonte de piadas para os brasileiros não poderia ficar longe dos maiores produtores de piada e vagabundos (não necessariamente nessa ordem) do país.

São os responsáveis também pelo controle de praticamente todas as padarias e bares do estado, sendo um de seus maiores empregadores afinal, quando não está no bar bebendo ou jogando conversa fora, o fluminense está na praia.

Celebridades do Estado do Rio de Janeiro

  • Zé Pequeno: Antigo governador da parte favelada do Rio que sempre soltava pipoco em quem zuasse ele.
  • Romário: Baixinho catador de travesti junto com Ronaldo fenômeno.
  • Roberto Marinho: O lendário jornalista dono da "Organizações Rede Bobo".
  • Jaime Arôxa: Só mais um nordestino alegre metido a carioca mala.
  • Felipe Dylon: Uma garota emo que adora surfar nas horas vagas.
  • Comando Vermelho: Graças a eles todos os ladrões do RJ no passado migraram para Brasília.
  • Xuxa: Ex-prostituta que ainda hoje faz seus programas na Rede Bobo de televisão.
  • BOPE, do filme Tropa de Elite: Os arquinimigos dos cariocas, e os principais causadores de guerras do morro.

Esporte

O futebol no estado é muito conhecido por administrações responsáveis e cartolas honestos. Os clubes deste estado não têm dívidas graças à nova política de finanças adotada pelos clubes: não devo e nego; enrolo enquanto puder.

Também são conhecidos por viradas de mesa para impedir ou mesmo resgatar seus clubes rebaixados.

Tais clubes são comumente beneficiados por juízes e tribunais desportivos. Por coincidência, o STJD e a CBF estão localizadas na capital do estado.

Outros esportes também são praticados no estado e beneficiados com a paz reinante no mesmo. Corridas de 500 metros com barreiras nas praias (conhecidos popularmente como arrastões), ginástica artística para fugir de balas perdidas, salto em distância para fugir de valas negras e automobilismo com ônibus e vans em meio ao trânsito urbano costumam atrair grandes multidões, principalmente na capital fluminense.

A famosa "infecção favelística"

A Expansão de Favelas Cariocas no Brasil (EFCB ou Exfacabras), conhecida vulgarmente como Infecção Favelística, foi um movimento na década de 50, com o objetivo de implantar favelas em outros estados do Brasil. Liderada por Zé Grandão, pai do Zé pequeno, formou o grupo dos manos e teve a ajuda do imigrantes nordestinos contra os paulistas em busca de direitos de mais terras, pois o Rio era muito pequeno pra tanto favelado.

Capital

Ver artigo principal: Rio de Janeiro

Pontos turísticos do Rio de Janeiro

v d e h
RIO DE JANEIRO
RJ
RJ


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas