Rita Hayworth

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Luiza brunet dijon 1983.jpg

Rita Hayworth é uma ex-gostosa
Ela já inspirou muitas homenagens, mas foi o tempo quem realmente a comeu.

Donamorte1.jpg
Rita Hayworth já morreu!

Abotoou o paletó de madeira!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Tá olhando oque, mané?

Rita Hayworth foi uma ruiva (foi porque morreu e não por ter mudado a cor de suas madeixas) paaaaaaatcha gostosa, que foi comissária de bordo, mas acidentalmente se tornou atriz por ter confundido uma queda de avião com um avistamento de ovni (ela era natural de Roswell), coisa que seus superiores não puderam tolerar, após esse incidente, foi demitida e um tempo depois, o único sobrevivente do avião que caíra, a contratou como atriz, sem deixar de dizer: Eu sou seu amigo.

Um pouco mais[editar]

Seu nome completo era Margarita Carmem Cansino, Margarita, porque deveras era de ficar tonto, alí a natureza atingiu a perfeição, oque nem sempre é bom, já que depois a natureza quer fazer economia. Além de tudo a marvada dançava que era uma beleza, destilando aquela gostosura e batendo castanholas, sim, castanholas porque como nada é tão perfeito ela era cigana. Ah, mas se fosse do nosso tempo, como eu queria que ela viesse acampar no meu quintal...


Como em Columbia Picatures a maioria dos diretores não eram lá muito inteligentes e tinham problemas na visão e em muitas outras faculdades, inclusive aquela mesmo, demoraram a dar-lhe um papel classe A, em seu camarim inclusive algumas vezes faltou até papel higiênico. Mas mesmo atuando em filmes com roteiro e produção ruins, ela com sua beleza e talento fez milagre diante das câmeras, então a qualidade dos filmes em que atuou foram melhorando gradativamente, algumas vezes deixando seus naturais pentelhos cabelos ruivos, loiros, castanhos ou pretos, mas de qualquer forma, sempre ficava linda e gostosa.

Com isso surgiram seus maiores sucessos, entre eles:

Ator sortudo prestes a dar aquela mamada.
  • Salomé, onde Rita interpreta aquela personagem bíblica que, a exemplo de Dalila e Messalina owava o povo do Senhor... mas, esqueceram de avisar que o povo do Senhor, acabou com quase todo o povo delas antes disso, simplesmente porque eles faziam preces a um tal deus pagão Baal. Ora oque tem isso demais? Hoje em dia adora-se tantas porcarias do tipo Lady Gaga e coidas bem piores. Em todo caso, nesse filme o objetivo é aqueles dos melhores: mostrar toda a gostosura de Rita, o ítem histórico/bíblico fica em segundo plano.
  • Gilda, em que Rita Hayworth (ô sobrenome artístico artísticamente difícil!)
    O milagre é os dentes continuarem brancos.
    casa-se com o melhor amigo e salvador da vida de um ex alguma coisa seu e depois o seduz novamente, mas ela não tinha culpa, pois não sabia do pacto diabólico da amizade dos dois manés. O corno é um playboizinho viciado em jogos de cassino... o outro é dono de um cassino... mal dá pra perceber porque os dois são tão amigos. A coisa mais importante dessa trama toda é a jogada... a grande jogada... a jogada de cabelos que Gilda faz em uma cena, e foi a pior (ou melhor) jogada em que o playboyzinho estava envolvido.

Fuma! Fuma![editar]

Há poucas cenas em que ela não está soltando um fumaceiro infernal, ou envolta em um. Rita jamais havia fumado em sua vida antes de se tornar atriz, então teve que se tornar uma mega viciada porque todas as suas personagens eram fumantes inveteradas. Corrigindo, houve apenas uma que não fumava porque não largava o copo de uísque e a garrafa, não deixando sobrar mão nenhuma para o dito. Deste modo Rita morreu de câncer em várias partes de seu, já não tão lindo, corpo. Bem, naquele tempo se acreditava que o fumo fazia bem, abria os pulmões, bem como hoje em dia dizem que ler e escrever bastante faz bem e ajuda a evitar até mesmo o alzheimer... bom, vamos acreditando camarada.