Ritsuryō

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Juiz.jpg Certifico, a quem interessar possa e para os devidos fins, que este artigo trata de assuntos chatos jurídicos

Data venia, se você tiver alguma informação adicional a trazer aos autos, protocole uma petição solicitando a juntada de uma procuração que outorgue a você poderes para tanto, ou clique aqui.


Típica pedra onde os ensinamentos do Ritsuryo costumavam ser escritos. Essa em especial, ensina o leitor a montar uma bomba caseira com materiais simples que podem ser encontrados em casa.

O Ritsuryō, em japonês: 律令 (seja lá o que esses pauzinhos signifiquem) é um antigo sistema de leis japonês que existiu há bilhões e bilhões vários séculos atrás.

Ele baseadonas bizarras filosofias Confucionismo e também plagiadas do rigoroso sistema legislativo que já havia na China, o que mostra que desde aquel a época os japoneses já adoravam plagiar tudo o que vinha de fora. o sistema político de leis e roubalheiras baseados no Ritsuryō é chamado de "Ritsuryō-sei", em japonês: 律令制 (e novamente não fasso ideia de pra que servem esses pauzinhos). Esse nome vinha do fato de todo mundo já saber que o real motivo da existência desses códigos era apenas facilitar para os políticos daquela época roubar e desviar verbas do governo.

História[editar]

O ritsuryo escrito com o tradicional estilo japonês: letrinhas bizarras, de cima pra baixo, da direita pra esquerda, dentre outras escrotisses.

Durante o Período Asuka e o Período Nara, a corte imperial japonena estava extremamente entediada. Eles já haviam feito de tudo: já tinham roubado, já tinham matado, já tinham transado, já tinham bebido, já tinham até arranjado brigas com alguns mafagafos e ao perceberem que seriam mortos pelos bichos, jogado alguns camponeses para servirem de sacrifício. Agora, entretanto, só o que havia restado para eles era o tédio, o imenso e inacabável tédio que consumia a todos.

Então, para escapar desse horror, o imperador tgeve uma ideia, uma ideia genial: Se eles já tinham roubado de todas as forma\s que existiam, porque não criar novas formas de fazê-lo? Mas como conseguir isso? Ora, mas é só criar nova leis! Brilhante! E assim, o imperador e seus principais conselheirs se unem para discutir leis totalmente novas, e como isso era muito difícil, eles simplesmente foram lá e copiaram a China.

As reformas (ou revoluções, ou mudanças se preferir) nas quais ocorreram a inserção dessa novas leis, são conhecidas como a Reforma de Taika (ou revolução ou mudança, tanto faz!). Para que ninguem percebesse as besteiras contidas nessas leis, o imperador contratou os mais chatos e cmplicados burocratas do mundo e pediu para que eles a deixassem o mais complicadas que eles pudessem, para que assim ninguém conseguisse ler. Como resultado, os burocratas a entregaram ao imperador dividida em várias centenas de milhares de milhões de livros, sendo alguns deles:


  • Homo no rio Ōmi-ryō (近江令) – 22 volumes de técnicas para roubar dinheiro e fazer adultérios.
  • Achupa que molhe água no rio Asuka-kiyomihara-ryō (飛鳥浄御原令) – 22 volumes de técnicas de latrocíneo.
  • Tapou ri do rio Taihō-ritsuryō (大宝律令) – o mais importante, tem 11 volumes de técnicas de strip-tease e 6 volumes de técnicas plagiadas do Kama-Sutra.
  • Oral ri do rio Yōrō-ritsuryō (養老律令) – 10 volumes de dicas para se dar bem num campo de concentração, 10 volumes de formas de virar emo, revisado pelo próprio Adolf Hitler


O Ritsuryo nos dias de hoje[editar]

Apesar de ter durado por vários períodos da história japonesa (o que não faz muita diferença já que a maioria dos períodos acontece ao mesmo tempo), hoje em dia ele, e as técnicas que ele costumava ensinar, já são considerados ultrpassados e em grande parte esquecidos. Afinal de contas, agora temos técnicas muito mais coloridas e hightech para roubar dinheiro e incentivar a corupção certo?


v d e h
日本史

Nomi no sukune small.jpg