Robert Englund

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Freddy Krueger Cquote2.png
Google sobre Robert Englund
Cquote1.png Experimente também: Fralda Kagada Cquote2.png
Sugestão do Google para Robert Englund

Roberto Baitola Engolido é o Freddy Krueger. Pronto, acabou o artigo, porque não tem mais nada relevante sobre ele.

Sergiomalandro.jpg Haaaaa!!

Pegadinha do Mallandro!!

Você conhece o Mario?

Ok, isso foi muito idiota e não teve graça nenhuma. Vamos começar de verdade agora (mas ainda assim eu não garanto que vá ter graça, porque realmente não tem mais nada de relevante a ser dito).

Robert Barton Englund
Robert englund.jpg
RAWR!
Nascimento 6 de junho de 1947
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos Califórnia
Ocupação ator

De novo: Robert England é o ator responsável por interpretar o aterrorizante só que não vilão cinematográfico Freddy Krueger.

Carreira[editar]

Robert Englund em uma crise de identidade.

A primeira tentativa de Robert em se tornar ator foi em 1977, no primeiro filme de outra franquia tão infinita e milionária quanto A Hora do Pesadelo: Star Wars. Na ocasião, Robert foi tentar o papel de Luke Skywalker, o que é bem modesto para um iniciante, já querer estrear no cinema interpretando um protagonista em uma super-produção. Porém, infelizmente o filme seria gravado em língua inglesa e outros idiomas malucos inventados por George Lucas, idioma que Robert não sabia falar muito bem, já que foi alfabetizado em sueco ao invés de inglês. Para ajudá-lo a realizar seu sonho de conquistar Hollywood, ele então pede ajuda a Mark Hamill para que dublasse suas falas durante o teste de elenco, e por ser seu melhor amigo, claro que ele aceitou. Porém, a farsa foi descoberta e quem acabou interpretando Luke no final das contas foi o próprio Mark. Para Robert, chegou a ser oferecido o papel de Han Solo, mas ele ficou com o orgulho ferido e recusou. Sorte do Harrison Ford...

Decidido a alcançar seu objetivo de tornar-se ator profissional, Robert se inscreveu em um curso por correspondência do Fisk e aprendeu a falar ingrês muito bem, tornando-se capacitado a tentar novos papéis. Assim, conseguiu participar de um filme de terror dos Power Rangers: A Galáxia Perdida, interpretando um daqueles monstros podrões que dá para ver o zíper da fantasia.

Quando viu sua atuação, o então pobretão Wes Craven chegou à conclusão de que Robert era perfeito para interpretar Freddy Krueger em A Hora do Pesadelo, já que não poderia exigir um salário muito alto por aquela interpretação ruim; e como já era naturalmente feio, ele também economizaria dinheiro com a maquiagem do filme.

Desde 1984, Robert só é reconhecido como Freddy, que virou seu eterno ganha-pão, mesmo ele tendo participado de outras produções ao longo desses anos todos. Em uma tentativa desesperada de livrar-se de vez do personagem, ele chegou a recusar-se a interpretá-lo no remake cagado de 2010, mas não adiantou porra nenhuma, porque como qualquer um fica irreconhecível caracterizado como Freddy Krueger, o novo ator escolhido continuou sendo confundido com ele.

Vida pessoal[editar]

A Hora do Pesadelo influenciou tanto em sua vida que ele casou-se com uma mulher chamada Nancy, que não por acaso, é também o nome da mocinha do filme.

v d e h
One, two, Freddy's coming for you...
Freddy krueger.jpg



v d e h
Logo Terror.png
Boris-Karloff.png