Roberto, o Bruce

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Enolagay2.jpg Este artigo é relacionado à história.

Lembre-se que o cangaço não predominou em todo o Nordeste.

Paisagem escócia.jpg

Thws artekille ys Scotch!!!

Este artigo é Escocês!!! Usa Kilt, bebe whisky e Irn-Bru, arremessa troncos de arvores e martelos, toca gaita-de-foles, é fã do David Coulthard e é primo do Duncan MacLeod!!!


Se você traiu William Wallace, caia fora daqui!!!

Scotland-wallace.jpg
Roberto liderando as tropas da Escócia e de Hong Kong

Roberto Carlos I, o Bruce Lee, foi o libertador da Escócia e de Hong Kong. Continuou o trabalho de William Wallace no combate às tropas inglesas e paraguaias. Morreu envenenado enquanto gravava um filme. Ficou imortalizado no filme O Voo do Dragão, onde derrotou Chuck Norris e libertou a Escócia.

O Bruce[editar]

Roberto Bruce era um grande artista marcial, lutador de Kung fu. Ele batalhou junto com o Coração Valente na guerra contra o Reino da Inglaterra. Quando William Wallace foi assassinado, Roberto foi o primeiro a chorar na árvore da noite triste.

Por ser o maior lutador de Kung fu daquele reino, Roberto Bruce Lee foi condecorado como Rei Dragão Escocês. Ele reuniu todo o povo da Escócia e Hong Kong na batalha de libertação. Com Bruce no poder, os ingleses foram derrotados e expulsos destas localidades.

Carreira no cinema[editar]

Roberto Bruce Lee, após a vitória contra os ingleses, decidiu fazer carreira em Hollywood e Chinawood. Com filmes inspirados em batalhas contra os ingleses, Roberto Bruce Lee ficou famoso, inspirando vários outros artistas marciais a se tornarem atores.

Foi no cinema também que Roberto morreu. Estava comendo macarrão com camarão, envenenado com Coca Cola e morreu de ataque das veias arteriais das glândulas azuis. Acredita-se que o autor do crime tenha sido o derrotado Chuck Norris, com uma vingança inglesa contra o nobre povo escocês e hongkonguiano.

Ver também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!