Roberto Dinamite

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Evo.jpg Este artigo sem imagens será nacionalizado!
Este artigo possui poucas ou nenhuma imagem o ilustrando. Por favor considere adicionar novas imagens para deixá-lo mais interessante. Ou o Evo pode roubá-lo daqui!


Placa70.png

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 70's!
Se você pertenceu àquela época, vê SE TENTA fazer alguma coisa útil, seu velho!


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
E foi editado por alguém que quase morreu engasgado pela Bala Soft.

Cquote1.png Eu vou explodir você! Cquote2.png
Eurico Miranda sobre Roberto Dinamite

Cquote1.png Foi um dos meus discípulos logo após minha chegada à terra. Cquote2.png
Bola de Fogo sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Forte bomba! Cquote2.png
Narrador Fanho sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Na União Soviética, o Roberto Dinamita VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Mais do que nunca Cquote2.png
Roberto Dinamite sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Pelo Bem do Futebol Carioca Cquote2.png
Roberto Dinamite sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Mais do que nunca Cquote2.png
Roberto Dinamite sobre Roberto Dinamite
Cquote1.png Estaremos trabalhando o dia-a-dia Cquote2.png
Roberto Dinamite sobre Roberto Dinamite

Biografia[editar]

Carlos Roberto de Oliveira Explosivo Plástico e Dinamite, mais conhecido como Roberto Dinamite, (Pelotas, 13 de abril de 1954) é um ex-futebolista, ex-mineirador, ex-membro do CT, ex-deputado, ex-comediante, ex-ferramenteiro, ex-limpador de privadas, ex-manobrista, ex-garçom ex-presidente do Club de Regatas Vasco da Gama e deputado estadual, já que não tinha nada melhor para fazer.

É tido como maior dançarino de balé pelos torcedores do Club de Regatas Vasco da Gama, se tornou o maior goleador da história do clube. É também o mineirador com maior número de explosões na história do Campeonato dos Mineiradores (190) e do Campeonato Carioca (279).

Treinamento[editar]

Aos 10 anos de idade, após fazer um estágio em uma Mineiradora, o jovem Roberto Dinamite foi contratado junto ao Vasco, em uma época de jejum de títulos (problema que até hoje persiste), para ser criado e treinado nos campos de São Januário para um projeto de conquista de um título internacional. Mas Dinamite era muito pilantra e não gostava de treinar e sempre arrumava um jeito de explodir a bola antes dos treinamentos. Porém acabou castigado pela pilantragem e passou dois meses amaciando carnes com sua técnica em açougues da região.

Porém, o músico Bola de Fogo viu o talento do jovem e o convidou para um treinamento jedói onde ensinou ao garoto muito mais sobre a Força aplicada com explosão. Resultado: Roberto Dinamite retornou ao Vasco e conseguiu a vaga no ataque do time, bastou apenas que ele chegasse ao CT de uniforme completo, meiões e chuteira.

Explosão do Craque (sacou, sacou?)[editar]

Roberto faz sua estreia oficial pelo Vasco em meados de 1971 e, a exemplo da tradição vascaína, foi com uma derrota. Somente em sua quarta apresentação, Roberto Dinamite e os demais bailarinos de seu time conseguiram superar o Internacional de Porto Alegre com um espetáculo dançante conhecido como "Lago dos Cisnes". Porém acabou substituído na etapa final, o que causou irritação no jogador que consequentemente explodiu com seu técnico, fato que pos todo teatro do Maracanã abaixo.

Após sua efetivação na equipe titular, Roberto Dinamite foi convidado pessoalmente por Shigeru Miyamoto e Galvão Bueno para ser o garoto-propaganda de seus jogos de futebol para videogame, afim de evitar uma concorrência paralela. Estava consolidada a explosão do craque.

Fim de Carreira[editar]

Com a idade chegando e o aumento do peso, Roberto Dinamite tentou ganhar a vida em outra áreas, se destacando na política e no ramo de empreitaria, onde implodiu diversos prédios pelo mundo com enorme sucesso. Porém, o ex-craque era viciado em drogas ilícitas e sua vida profissional desmoronou com as denúncias de seu vício. Atualmente, Roberto Dinamite, muito debilitado e com uma saúde mental preocupatório, foi empregado por amigos preocupados com sua saúde para execer uma atividade que o distraísse, deputado estadual do Rio.

Atualmente[editar]

Por ter gastado tudo o que ganhou na carreira com mulheres, bebidas, baladas e mais um pouco de bebidas, para se sustentar, Dinamite trabalha como atleta em uma equipe de explosão de caixa eletrônico. Suas jogadas são narradas não mais por Osmar Santos, mas sim por Datena e companhia.