Rodentia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rodentia
Orgia depravada de roedores
Orgia depravada de roedores
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Superclasse: Quadrúpedes
Classe: Mamadores
Subclasse: Theria
Infraclasse: Placentários
Ordem: Roedores

Rodentia (Roedores) é uma ordem de animais que roem coisas, são reconhecidos como pequenos animais que fazem ninhos ao lado de seu lixo. A vida útil média de um roedores é 2-3 (horas), mas para melhores resultados, armazene seu roedor em um local fresco e escuro e não se esqueça de alimentá-lo com uma dieta saudável de lixo regularmente.

Os roedores são considerados pela OMS como uma praga irreversível transmissor de doenças, sendo eles portanto encontrados em qualquer lugar do planeta, mesmo na ilha mais isolada do Pacífico lá terá um roedor, até na Austrália existem roedores venenosos como o ornitorrinco-dos-dentes-afiados.

Os roedores são extremamente diversificados e são encontrados em diversos tamanhos distintos, existem roedores de 6 milímetros de comprimento como o camundongo-pigmeu até a capivara que chega a 100kg. Eles também tem diferentes personalidades havendo roedores malvados como as chupa-cabras ou gays como o porquinho-da-índia. Sua diversidade habitacional também é marcante, podendo ser encontrados roedores vivendo sob o solo assaltando plantações de desenhos da Hanna Barbera, roedores que só vivem nas copas de árvore colhendo nozes, vivendo em lagoas poluídas como as capivaras comendo pedaços de lixo, ou chafurdando no teu lixo como a ratazana-gigante-de-esgoto. Aliás, roedores comem de tudo, seus dentes afiados são próprios para triturar qualquer coisa que nem precisa ser alimento, como plástico por exemplo, que em reação com sua saliva repleta de stafilococus gera o húmus do qual os roedores podem se alimentar (ou se for um esquilo, ele tem que sofrer para encontrar nozes, já viu o preço do quilo da noz que absurdo?).

Anatomia[editar]

A característica anatômica mais marcante dos roedores são seus proeminentes dentes incisivos que possuem formato de pênis de porco em ereção. São extremamente afiados por estarem constantemente em atrito e mordendo porcarias por aí. Sabe-se que dentes de roedores são mais preciosos que marfim para a fabricação de facas ginsu e por isso quantidades industriais de ratinhos são criados e torturados em laboratório para fornecer mais e mais dentes.

Outra característica dos roedores é sua capacidade acelerada de reprodução, que ao contrário dos outros mamíferos não é feita de maneira sexuada (os roedores transam apenas por libertinagem, e não para fins reprodutivos). A reprodução dos roedores é feita por morte, ou seja, se você mata um surgem mais três cópias dele em algum outro lugar do mundo.

Os roedores possuem um pelo grosso ideal para grudar em porcarias e sujeiras do esgoto dando-lhes um aspecto realmente nojento e ameaçador, algo que usam para defesa. Aqueles roedores mais vaidosos como esquilos optam por viver escondidos em árvores.

Há a crença popular de que os roedores são na verdade seres de quatro patas, só que os biólogos hoje sabem que eles na verdade detém apenas três pernas e um rabo. As pessoas confundem a cauda com uma perna, e uma lombriga presa aos seus respectivos ânus como uma cauda. A cauda de roedor, aliás, é considerado uma iguaria em alguns países do terceiro mundo.

Famílias[editar]