Rokuro Okajima

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

 

The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

Ou seja, o personagem principal de alguma coisa por aí.

E você está cansado de ouvir falar dele(a).

Goku Ferido.jpg


Rock
岡島緑郎,

Rock--2.jpg

Nerd à vista

Nome completo Rokuro Okajima
Idade 20 e pouco
Opção sexual Desconhecido
Máfia a que pertence Lagoon Company
Cargo Idiota oficial
Arma preferida Nenhuma
Hobbies
Nacionalidade Japonês
Objetivo Sobreviver e ver se traça a Revy
Frase Favorita "REVYYYYY!!!!!!"


Cquote1.png Você quis dizer: Rocky Balboa Cquote2.png
Google sobre Rokuro Okajima
Cquote1.png Puta cara inútil! Cquote2.png
Revy sobre Rock.
Cquote1.png Ah, pode matar. Cquote2.png
Antigos chefes de Rock sobre o funcionário.
Cquote1.png Vem cá gostoso. Cquote2.png
Eda sobre Rock.
Cquote1.png É idiota, mas eu pegava. Cquote2.png
Balalaika sobre Rock.

Rokuro Okajima, ou Rock para os mais íntimos é, por incrível que pareça, o protagonista da série Black Lagoon. Rock é justamente o único personagem que não se encaixa na história, ele é bonzinho e não sabe atirar, isso num mangá onde reinam a máfia e os psicopatas da mesma.

Apesar de tudo eles se dão bem.

Início[editar]

Houve o Big Bang. Depois de uns 15 bilhões de anos no fictício universo de Black Lagoon, é sempre bom ressaltar isso para os otakus, nasce um pirralhinho catarrento japonês, seus pais roqueiros, fãs de Antique Cafe decidem batizar o guri de Rokuro, nome do qual o garoto se envergonharia para o resto de sua azarada vida, assim nascia Rokuro Okajima.

Com a entrada de Rokuro a turma ficou completa. na verdade falta um animal fofo para ser o mascotinho...

Como todo japonês ele nasceu viciado em tênis de mesa e com vaga garantida numa faculdade pública, assim ele cresceu como todo joven nerd, teve asma, usou aparelho dentário, foi um poço de acne e não pegou japinha nenhuma, saiu do colegial totalmente virgem, entrou na faculdade e nada mudou. Formou-se em algum curso de exatas e foi para o competitivo mercado de trabalho.

Logo arranjou um empreguinho numa corporação, ali estava ele, empregado com um salário razoável, sua vida tendia a melhorar. Não. Ele logo se viu preso aos chefes e virou o mais completo capacho, um funcionário puxa-saco, chato e, nesse momento, todos perceberam que Rokuro era um total e completo idiota.

Rock e seu atestado de idiotice.

Cquote1.png Isso eu percebi quando olhei para a cara dele. Cquote2.png
Revy e a dedução.

Rock era tão irrelevante para seus chefes que em determinado momento ele é sequestrado pela Lagoon Company num assalto a um navio da empresa na qual Rokuro trabalhava e os sequestradores afim de tirar um dinheiro por fora pedem resgate à empresa que se nega a pagar e manda darem um fim no nerd. Por alguma razão incompreensível o Dutch fica com dó do cara e o deixa vivo e, ainda, convida-o para a trupe. Nesse momento morre Rokuro e nasce Rock, mas convém lembrar que elee continua a mesma anta.

Missões[editar]

A missão inicial de Rock é recuperar um quadro, olha que coisa cult, da época da Segunda guerra, é a missão de apresentação, onde o Rock conhece a galera, nessa missão surgem uns neonazistas escrotos que servem apenas para despertar a ira da Revy e para o autor fazer uns quadrinhos com tripas esvoaçantes, algo similar a Berserk, a Revy incorpora o espírito do Gatts e dá para imaginar o sangue todo o sorrisinho psicopata, ao fim Rock não fez nada só correu.

Cquote1.png Até que ele é bonitinho... Cquote2.png
Revy e seus pensamentos íntimos.

Conforme o tempo vai passando as coisas vão piorando, normal é a Lei de Murphy. Eles conseguem se meter com um pessoal da Farc's, sendo que eles estão na Tailândia, erros geográficos à parte Rock se mete num resgate de um guri que tem uma empregada highlander com um arsenal embaixo da saia, Rock nesse momento para variar não faz nada deixa tudo por conta da Revy e ele só pode dizer que a situação foi proveitosa pois aí ele conhece a doce Balalaika e o pessoal dos Lovelace.

Na sequência, entra a temática pedófila, com uns gêmeos romenos doidos que eram utilizados em produções de hentai guro e que perderam todos os parafusos,

Eles estão só acendendo cigarro.

Rock tenta salvá-los pois são duas crianças, mas falha miseravelmente, com direito a uma guria de 11 anos fazer striptease para ele e pedir para comê-la, sendo essa, provavelmente a situação em que Rock provavelmente esteve mais próximo de perder a virgindade, mas convenhamos, traçar mina de 11 anos é só para padres. Daí para frente a vida de Rock na Lagoon Company se estabiliza, ele passa a se meter com os mais variados tipos de psicopatas, passa dias inteiros fugindo de balas, rouba coisas, transporta coisas ilegais para os russos, ele aos poucos vai virando um mercenário, só quie ele continua com a viadagem de não usar armas e de ser um bom samaritano, características essas que deixam a Revy puta, mas até ela logo aceita isso vendo que pau que nasce torto não se ajeita.

O momento mais assustador da vida de Rock, quando foi cantado por Balalaika.

Rock x Revy[editar]

Sem dúvida esse é o hentai mais produzido pelos fãs punheteiros da série. Revy e Rock funcionam no mesmo esquema que os casaizinhos de Malhação, eles começam se odiando, mais aos poucos vai surgindo aquele sentimento, no meio das brigas, dos tiros, das cabeças decepadas e de crianças psicopatas taradas os dois vão se conhecendo...

Óbvio que não passa de romance piegas, coisa do autor que quer conquistar o público das gurias fãs de bandas coloridas.

Rock e sua recompensa, uma romena psicopata de 11 anos, ele arrasa corações, olhe seu ânimo.

Para começar Rock é nerd, ele não pegaria a Revy, ele é do tipo que sonha em casar, ter pirralhos e montar uma família, já a Revy pretende morrer de câncer de pulmão aos 25 anos, isso sem falar que aquilo é macho demais, portanto todo esse rolo é só para o autor ganhar páginas na hora de lançar o mangá. Na vida real jamais daria certo, mas nos hentais costuma render coisas bem quentes.

Rock x Balalaika/Eda/Benny[editar]

Aí é viagem dos fãs, eles não tem nada haver, a Eda é uma vaca, a Balalaika coitada, pega quem a encarar, o que torna o Rock uma possibilidade para ambas, mas ele é mole demais. Já os yaois que podem ser achados nos Rule 34 da internet é delírio de otakas gordinhas que sonham em dar para algum personagem emo de qualquer anime modinha.

Futuro do Rock[editar]

Após levar um pé na bunda da Revy, que morrerá de câncer de pulmão logo em seguida, Rock, provavelmente, acabará virando um analista em Roanapur, trabalhará para o Bao no bar, pois o Dutch vai chutá-lo também logo que ele fizer uma merda bem grande. Trabalhando para o bao ele ficará por dentro das novidades, vai estar por dentro das fofocas e assim dará seus palpites que serão sumariamente ignorados, nem o Leigharch, o irlandês doidão vai dar atenção a ele.

uma outra possibilidade é ele decidir mudar de anime, indo para um shoujo, onde ele pode ser feliz num mundo sem balas e onde existem garotas colegiais inseguras e idiotas brotando do chão, assim ele pode ter algum futuro ssentimental ou mesmo viver até os 70, pois se ele continuar em Roanapur antes dos 30 ele já vai ter abotoado o paletó de madeira.

Ver também[editar]