Rolando

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
185.gif Todos seu imagem são pertence a nós!
Este artigo possui pouca nenhuma imagem faça seu tempo! Mova Anônimo para grande justiça!
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Rolando.

Cquote1.png Você quis dizer: Ronaldo Cquote2.png
Google sobre Rolando
Cquote1.png Ele era tão gordo que para andar, ele tinha que rolar no chão! Cquote2.png
ALgum noob lendo aqui sobre Rolando

Rolando, também referido como Roldão (Roland em francês e alemão, Rolando ou Roldán em castelhano, Orlando em italiano, Rotllà ou Rottlant em catalão, em brasileiro, Ronaldo) é um personagem da literatura medieval e renascentista europeia inspirado num obscuro conde que viveu no século VIII, na época da dinastia carolíngia, sendo o maior rei já existido naquela época em que os obesos eram menos de 0,00000003% da população.

A história de Rolando[editar]

As lendas que se desenvolveram ao redor de Rolando estão relacionadas com um personagem real, um tal conde Hruodland, vassalo de Carlos Magno, que pesava uns 300 kilos por comer muita torta de porco e prefeito da marca da Bretanha. Este conde participou da campanha militar que o rei levou a cabo na península ibérica em 778, à época dominada em sua maior parte por muçulmanos liderados por um grande barrigudo. No curso da campanha, Carlos aliou-se a certos líderes muçulmanos contra outros, saqueou Pamplona e sitiou Saragoça com o peso de suas tropas, e do próprio Rolando também. Um levantamento dos saxões obrigou o rei a retirar-se para assegurar a fronteira oriental do reino. No dia 15 de agosto de 778, a retaguarda do exército franco foi atacada por trás pelos bascos cristãos (vascones) ao transitar pelos Pireneus - possivelmente na passagem de Roncesvales (na atual Navarra, Espanha) com suas ongas e grossas lanças sobre eles. Essa batalha ou escaramuça (referida hoje como batalha de Roncesvales) é citada por Eginhardo, biógrafo de Carlos Magno, que em sua Vita Caroli Magni (c. 830) relata que os soldados francos da retaguarda, incluído "Hruodland, prefeito das marcas da Bretanha" (Hruodlandus Brittannici limitis praefectus), foram todos mortos por um buraco vindas por trás. Essa menção na obra de Eginhardo é a única referência histórica a Rolando que data da época carolíngia, apesar de que o Rolando tava comendo um frango assado de 15 kilos enquanto o exercito é que tava fazendo o trabalho mais pesado.

Veja também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!