Rubens Ewald Filho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O Primeiro Tio Oscar de Rubens

Cquote1.pngVocê quis dizer: Mauricio de Souza?Cquote2.png
Google sobre Rubens Ewald Filho
Cquote1.pngVocê quis dizer: Ator frustrado?Cquote2.png
Google sobre Rubens Ewald Filho
Cquote1.png Vagabundo! Vagabundo! Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre Rubens Ewald Filho


Tabela de conteúdo

[editar] Quem é esse cabra?

Rubens Ewald Filho é um vagabundo chato crítico de cinema e cientista brasileiro. Rubens nasceu em Cinemalândia no estado do Acre, na época do avião movido a lenha. Além de ser escritor é o mais conhecido e o mais respeitado chato-crítico de cinema brasileiro. É também o inventor da profissão de narrador do Oscar e da crítica blockbuster. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Vida, Canal do Boi, Televendas, Almanaque Fontoura. Atualmente trabalha como crítico de cinema dos filmes exibidos pela Rádio Difusora de Itapiroca Itapipoca. Tambem comenta os filmes exibidos no Cine Ostracismo, da Rede Vida. Rubens é venerado pelos maiores preguiçosos do Brasil por ter inventado um trabalho onde se trabalha somente um dia por ano. Que é o de comentárista da entrega do Oscar. Comentarista do OSCAR desde 10.000 AC, o gênio da crítica inventou uma fórmula chamada fórmula RUBASKARA, onde é só trocar o nome do filme e substituir o X por palavras como "não gostei", "genial", "fabuloso", "uma bosta".

[editar] A Infância do Macho Veio

Nem morto.

Ainda criança, conseguiu a incrível façanha de começar a escrever antes de começar a andar. Aos doze anos ele já fazia contas de somar e dividir e já ficava em pé sozinho. Nessa época começou a escrever em um caderno os filmes pôrnos que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores que ele achava mais gato, diretor mais masculo, diretor de fotografia que fazia o melhor angulo, roteirista que escrevia mais "Oh yes...oh yes...oh yes!". Nascia ali o ridículo crítico de cinema.

[editar] A carreira de atriz

Rubens também participou de alguns filmes, nos quais ele se saiu muito mal, caso contrário ele jamais seria um bom crítico, pois todo crítico é um ator frustado. Seu maior filme foi Xuxa Contra aquele Baixinho na Cama, onde ele fez o papel de agente do conselho tutelar corrompido pela Xuxa Produções.


[editar] O escritor

Rubens escreveu o livro "O Oscar e Eu". O livro contém revelações muito íntimas das 364 noites que ele não estava narrando a premiação e sim vendo filmes (aqueles filmes...sobre aquele esporte) com seu "amigo" Oscar Pé de Mesa.

[editar] A Narração do Oscar 2011 por Rubens Ewald

- Eeeeestaaaa valendo!

- Bola com James Franco que bate para Anne Hathaway.

- Pelas barbas do profeta! Entra no palco a gostosa atriz Lindsay Lohan.

- Pelo amor dos meus filhinhos! Tire essa cachaceira daí!

- Lá vai o Brasil tentar mais um Oscar de melhor filme estrangeiro com uma porcaria de filme sobre desgraça social.

- No pau! Quem sabe no próximo! Quem vai levar é um filme sobre um menino judeu num campo de concentração pela miléeeeeesima vez!!

- Agora, é hora da categoria melhor filme....a mais esperada da noite! Os indicados são um monte de blockbuster, que Hollywood já filmou e refilmou duzentas mil vezes.

- Lá vai mais blockbuster pela meia esquerda. Driblou um ator coadjuvante, driblou o diretor de fotografia que fez um sensacional trabalho em Carruagem de Fogo na década de 70. Passou a bola para o diretor de uma comédia romântica....e é falta ali na entrada do palco.

- O que foi que só você viu, José Wilker?

- Não vi nada, Rubens! Porque eu sou um ator de talento, e a regra é clara. Tem que ser ator frustrado para ser crítico de cinema! Já a falta, quem vai bater é um ator bonitão que dormiu com todo o pessoal da academia e tem grandes chances.

- Correu....bateu!

- Ééééé… mais um Oscar para filme sobre o holocausto, meu povo! Encha o peito, solte um grito da garganta e confira comigo no replay! Foi, foi, foi, foi ele, Steven Spilberg, o craque da camisa número "24"! Eram jogados redondos uma hora e trinta minutos da última sessão!

[editar] Ver também

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas