Ruggell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Especula-se que o Liechtenstein tem um exército de Espantalhos escondido nos milharais de Ruggell.

Ruggell ou mais conhecido por seu nome turístico o lugar mais velho da Europa é uma das divisões do Liech... Lecch... Frankes... Daquele país que está encravado entre a Áustria e a Suíça e só pode ser visto via microscópio. A principal fonte de economia dessa região é a plantação de Milho, tradição caipira cultivada por séculos em Ruggell e no resto do mundo.

História[editar]

Conta-se que a região era tão desinteressante que nunca houveram conflitos por lá. Tudo isso se deve ao fato de que em Ruggell tudo funcionava bem demais, todos pagavam o Dízimo, todos cumpriam os dez mandamentos, ninguém brigava com o outro... Basicamente era uma vila de velhos de 30 anos.

A pior parte é que essa vida de saúde espiritual e física fazia com que Ruggell fosse o lugar com a maior qualidade de vida de toda a Idade Média, tudo por causa que todos os vícios como bordéis, cervejas e jogos não eram praticados lá. A pergunta incessante é como esses caipiras conseguiram se manter vivos?

Depois do renascimento as coisas mudaram e quando os caipiras daquela região souberam do que existia no "mundo real" muitos acabaram fugindo do Liechtenstein e principalmente de Ruggell.

Hoje em dia, faz 300 anos que ninguém morreu no território dessa comunidade, ora porque se mudavam ao atingir maioridade, ora porque se mudavam para um lugar menos chato do Liechtenstein.

Turismo[editar]

Conhecido [carece de fontes] por seus monumentos intactos e limpos, que de tão limpos e pequenos podem são limpados por uma faxineira todas as segundas, formam a comunidade mais velha, intransitável e rica... Em cultura conhecida pelo Liechtenstein. Apesar de não ter entrado no famoso almanaque "1001 lugares para se visitar antes de morrer" o pseudo-governo do Liechtenstein garante que as horas em solo Ruggellense serão das melhores férias de suas vidas.

O governo do Liechtenstein não aceita devoluções ou efeitos colaterais pós-férias em Ruggell.

População[editar]

Não é novidade dizer que só moram caipiras e velhas com osteoporose na região. Até hoje não chegou um computador na região, só um kit de pornografia por engano. Um grupo de habitantes de Ruggell decidiram atravessar a "fronteira da discórdia" (a qual se você atravessasse nunca mais voltaria) e entrarem na Áustria e roubarem um VHS para assistirem aos filmes.

Bem óbvio que o kit continua não assistido.