Rutênio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rutênio, ou platina de tolo, é um metal desconhecido e não muito importante que está ali para fazer número na tabela periódica. Como não é o número 42, mas sim o 44, está com dois elétrons e prótons a mais de ser a resposta para o sentido da vida, do universo e de tudo mais. É tão imprestável que nem para servir de material para pontas de caneta serve, usam tungstênio, por isso pouco se sabe sobre o rutênio.

Descoberta[editar]

Uma bala de revólver totalmente feita de rutênio, a única munição existente possível capaz de matar o ET Bilu, um ser intergalático.

Os primeiros a descobrirem a provável existência do rutênio foram os químicos russos do século XIX, cujos camponeses habitantes dos Montes Urais eram muito acostumados a ir para os leitos dos rios gelados da região caçar calango russo para o jantar. Eventualmente estes camponeses encontravam uma pedra brilhosa que o Mago Rasputin gostava de comprar para fabricar cajados mágicos, era a platina, mas esse mineral possuía uma impureza que impedia que o cajado adquirisse toda sua força necessária, era o elemento rutênio ali presente, que não é um bom condutor de mana.

Foi só em 1844 que o alquimista Karlos Carlos, ao mergulhar pedaços de platina numa solução de Água de Fiji (na qual a platina não é solúvel e o rutênio é), determinou que aquele pó residual do minério de platina era o rutênio, o elemento 44 da tabela periódica criada pelo Papai Noel da Química.

Características[editar]

O rutênio, caso alguém bem desocupado se prontifique a reunir o seu pó afim de criar um metal, se apresenta como um metal quebradiço, liso e brilhoso que nãos erve para quase nada, já que não é cortante o bastante para servir de lâmina nem pesado o bastante para servir de porrete. Embora possa ser criada balas de revólver de rutênio que são excelentes para matar o ET Bilu e outros seres intergaláticos que não sejam os Transformes (imunes à rutênio por serem de platina).

Por ser um metal de transição, o rutênio queria muito fazer parte do grupo da platina, mas foi excluído por ser muito inútil e não se equiparar à beleza de irídio, ouro, prata, paládio e ródio, os integrantes dessa exclusiva panelinha de ouro (literalmente).

Usos[editar]

O rutênio é só uma platina piorada, então acaba não tendo muito uso já que para tudo que poderiam fabricar de rutênio, fica melhor fazer com platina. Só para por dó e não deixar esse elemento sentir-se muito isolado e esquecido, algumas pessoas fazem adição de pequenas quantidades de rutênio em ligas metálicas, claro que nunca resulta em qualquer efeito prático, é só para manter uma política de inclusão social, tal qual as cotas para negros nas universidades.

Por ser um elemento sem importância, o corpo humano não vê necessidade no rutênio, então pedras de rutênio não devem ser ingeridas porque simplesmente não são digeridas pelo organismo e sairão por inteiro nas fezes. Um cuidado especial é requerido para com o tetraóxido de rutênio, que é um veneno presente em máquinas de tomografia, um mal necessário para quem quer tirar fotos do que há dentro de seus corpos, o que explica a grande quantidade de mortes de pessoas que vão para o hospital.