Ryoji Kaji

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladraompce.jpg Ryoji Kaji é um ladrão.

Este artigo é sobre alguém em que votamos de 4 em 4 anos.
Se ele ainda não lhe roubou, vai roubar.

Guarde bem sua carteira antes de ler este artigo.

Ladrao01.gif
PoR-Death.gif Ryoji Kaji já morreu!

Já entregou as moedas de bronze ao Caronte!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Kaji
加持 リョウジ

Evangelion-kaji-amor-sexo.jpg

País declarado Japão
Idade declarada 30
Ocupação declarada Babá da Asuka
Onde aparece Evangelion
Eva que tem nenhum
Habilidades galinhar garotas
Status mor-to

Cquote1.png Amor não tem nada a ver com o sexo. Cquote2.png
É isso aí Kaji

Cquote1.png Você nunca se perguntou porque os "monstros" (anjels) só atacam Tókio e não outras cidades? Cquote2.png
Kaji foi a única pessoa que se perguntou

Cquote1.png "Anjels"??? Não é angels? Com "G"? Seu noob! Cquote2.png
Pessoa atenta sobre a incorreção da frase acima

Cquote1.png Foi de propósito. É uma mistura de "anjo" com "angel". Anjel. Cquote2.png
Desculpa esfarrapada sobre a incorreção acima


Ryoji Kaji é um espião que trabalha simultaneamente para a NERV japonesa, para a SEELE, para o governo japonês, para o governo alemão, para a NERV alemã, para a ONU, para a máfia japonesa, para o Vaticano e para o mercado negro de melancias (é um alimento raro no mundo/Japão pós segundo impacto).

Suas táticas de espionagem incluem associações com mulheres bonitas e poderosas, e uma rede de inteligência composta por mendigos (ninguém repara no que um mendigo faz).

Misato e Kaji na famosa cena do elevador


Participação em Evangelion[editar]

Kaji trabalha como agente nônuplo, graças as suas formidáveis características de espionagem, como muitos contatos, excelente atuação, total desinibição, intuição e sorte. Uma característica muito importante em sua sobrevivência no perigoso mundo da espionagem corporativa é seus contatos muito físicos com mulheres poderosas que o protegem de seus patrões irados e ciumentos sérios e sociopatas.

Ele joga pra todos os lados, dá pra todo mundo, ninguém sabe o que ele quer (embora talvez seja verdade que ele queira ter uma vida aventureira, arriscada, viajar muito e transar idem) e seu personagem só foi inserido para colocar mais homens normais em meio de tantas mulheres malucas e dominadoras.

A única cena séria de Kaji foi quando ele rouba um mosquito aprisionado em âmbar, contendo o DNA do anjo Adam, encerrando sua participação formal na série. Depois o criador de Evangelion passou capítulos bolando uma maneira de matá-lo.


Relacionamentos[editar]

Kaji fez isso com a mulher da manutenção e tem gente que ainda não acha que não fez coisa a mais! Meu Deus, como existe gente inocente no mundo...

Com Misato Katsuragi[editar]

Kaji possui com Misato uma relação amor-tem-tudo-a-ver-com-sexo, já foram vistos juntos em situações muito constrangedoras. Por exemplo, transando num beco e se pegando no elevador. E o Shinji já invadiu o quarto deles quando estavam na cama. A relação entre os dois é puramente para satisfação sexual, já foi comprovado, não tem outra explicação afetiva ou reprodutiva (embora o Kaji diga que sim, só para agradar os ouvidos mais puritanos).

Com Ritsuko Akagi[editar]

Kaji possui uma relação amorosa-afetiva-sensual com a mulher da manutenção, quase como se estivesse chifrando a Misato. Não é a toa que a Misato esbaforeja quando vê os dois juntos.

Com Asuka Langley Soryu[editar]

Essa é barra pesadíssima. Todo mundo sabe que Asuka é uma tsundere - mas sem o lado carinhoso. Kaji teve que fugir, porque o fogo dela estava demais.

Com Shinji Ikari[editar]

Kaji defende seu amor Shinji da fúria de Misato

É uma relação que Kaji gostaria de levar adiante, se tivesse oportunidade. Ele até levou Shinji para conhecer seu canteiro de melancias, coisa que ele não faz com qualquer um. Mais três episódios, na ausência de Kaworu Nagisa e se demitindo de todas as associações suspeitas das quais faz parte, Kaji realmente conseguiria alguma coisa física com o Shinji.

Shinji foi a única pessoa a quem Kaji contou seu passado suspeito (órfão ladrão de galinhas, roubou um salame num galpão militar, foi pego, ameaçado de morte, escapou com ajuda de uma latinha de ervilhas vazia. Depois disso foi para a escola levar uma vida direita, onde encontrou a Misato e os dois transavam no banheiro ao invés de assistir as aulas. E em algum momento aí ele quis ser espião, mas ninguém sabe porque, como, onde, sei lá).

Com melancias[editar]

Kaji choraria com esta imagem de desperdício de uma fruta tão notável

Kaji possui um canteiro de melancias secreto, que nem a máfia sabe a localização, porque as melancias e frutas em geral são cobiçadíssimas no Japão. É a relação amorosa formal de Kaji, que ele não troca por nada, nem por um ménage a trois com Misato e Ritsuko reconciliadas. Antes de morrer ele confiou seu canteiro e Shinji e Misato, para que o regassem e não deixassem as melancias sumirem do mundo.


Veja também[editar]

Disponível em "http://desciclopedia.org/index.php?title=Ryoji_Kaji&oldid=3375694"