São Bento do Sapucaí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Bandeira da Islandia (1918 e 1944).png Este artigo é GELAAAAAADO!

Mamutes vigiam o artigo, então vá pra casa, coloque um casaco e beba um chocolate-quente. Cuidado com o Yeti e não lute contra Sub-Zero!

Galinhacaipira.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Foto de morador se divertindo no rio que corta a cidade.

Cquote1.png Você quis dizer: Pedra do Cu Baú Cquote2.png
Google sobre São Bento do Sapucaí
Cquote1.png Você quis dizer: Campos do Jordão de pobre Cquote2.png
Google sobre São Bento do Sapucaí
Cquote1.png Vamos na lan-house jogar CS? Cquote2.png
Típico morador da cidade, convidando um amigo para ir se divertir em uma das 874646878778 lan-houses

São Bento do Sapucaí, também conhecida como "metrópole de Sapucaí-Mirim" é uma cidadezinha localizada no INTERIOR do estado de São Paulo. Seus habitantes, pensam que a Pedra do Baú pertence a cidade, enquanto, na verdade, ela pertence a Campos do Jordão,que roubou a Pedra e só deixou idosos para popular a cidade.

História[editar]

A bunda de São Bento do Sapucaí, que na verdade pertence a Campos do Jordão.

São Bento se tornou referência para Sapucaí mirim, e a pedra do baú foi objeto de muita inveja para Campos do Jordão. Após muita intriga entre as duas cidades sobre quem iria mandar no monumento.

Clima[editar]

Um dos ex-prefeitos da cidade

O clima da cidade é próximo do Inferno no verão e próximo do clima jordanense no inverno, já que seus moradores fazem o possível para se parecer com a "Suíça Brasileira".

Religiosidade[editar]

Uma das 874646878778 lan-houses da cidade.

A vila cidade conta com uma igreja matriz, onde são realizados cultos satânicos todos os sábados e domingos,temos também a Igreja Batista da Lagoinha, onde é louvado o Deus da Pedra do Baú e aos Santos Zé Pereiras, na escola de samba do padre. Além dessas, encontramos uma igreja de crente a cada esquina, mas caso deseje adentrar alguma, melhor tomar cuidado para não receber uma pedrada católica.

A Música[editar]

Em entrevista exclusiva à DescicloTV, uma moradora do tal inferno delatou:

"Odeio funk, acho que deteriora muito a imagem do Brasil no exterior... Às pessoas de fora devem pensar que nós ficamos grávidas com 12/13 anos e que nosso país é uma bagunça. Realmente me dá um certo nojo em relação a esse estilo musical, na geração passada era tudo tão diferente, tínhamos Raul Seixas, Legião Urbana, músicas com fundamento, sentido e coisas que expressavam o sentimento dos jovens, poder sair com seus amigos sem medo, e até poder guardar recordações (minha mãe tem vários daqueles bilhetinhos guardados). E agora saber que se algum rapaz começar a falar com você, é com segundas intenções... A maioria das vezes que os jovens saem, sempre acontece algo de ruim... Eu tenho vergonha desse tipo de música, e de ter nascido nessa época. Acho que o funk estraga a imagem do Brasil, e acho errado intitular ele como algo "cultural" do Brasil"

Pontos Turísticos[editar]

Típico morador trabalhando para manter a economia da cidade ativa.
Campo de Futebol da cidade.

O maior ponto turístico da cidade é a Pedra do Baú, que faz parte dos pontos turísticos de São Bento. Outros pontos turísticos são:

  • Mirante do Cruzeiro(Um morro com um cemitério e uma cruz)
  • Uma cachoeira que um dia já teve água e hoje em dia só serve pra pegar micose.

Política[editar]

A situação política da cidade é estável, com governantes tarados e corruptos, que prometem mercado municipal novo e constrõem apenas metade. Além disso, ainda existem várias obras futuras prometidas pelos governantes, como:

  • Mineração da Pedra do Baú
  • Construção de um aeroporto na Pedra do Baú
  • Construção de um teleférico ligando o centro da cidade e a Pedra do Baú
  • Criação do Partido Liberal Comunista Social Democrático da Pedra do Baú
  • Memorial a Pedra do Baú
  • Duplicação da Pedra do Baú
  • Instituição do dia em louvor à Pedra do Baú
  • Compra de parte da cidade de Campos do Jordão

População[editar]

O povo da cidade pensa viver em uma mega-metrópole, enquanto na verdade a cidade não passa de uma cidade do interior mesmo, o único trunfo da cidade é seu pequeno número de turistas que aparece na cidade uma vez por ano. Também é comum encontrar pessoas que arrumam um minúsculo quarto na casa e dizem que montaram uma pousada (como se não bastasse as 987984651654897871654 pousadas que já existem no local). Não é raro também encontrar moradores que compram um celular e já pensam ser Deus ou habitantes que vendem Wi-fi com o nome de "internet via-rádio" ilegalmente.

Economia[editar]

A cidade vive basicamente da agricultura de subsistência, já que é a única atividade agrícola em uma cidade de interior. Todos os dias são produzidas 64043170358659 de toneladas de bananas para serem vendidas em uma das feiras livres da cidade ou no Ceasa. Além de banana também é plantado

  • banana nanica
  • banana prata
  • banana terra
  • banana verde
  • banana-maçã
  • banana ouro
  • banana da Pedra do Baú
  • banana selvagem
  • banana carnívora

Lazer[editar]

Para se divertirem, é comum os sambentistas irem jogar um jogo desnecessário de futebol no campo da cidade ou ir até a praça central,que de tão merda recebe o nome de privada caipira: "pinicão", para fumar maconha ou ouvir um showzinho ruim dos barzinhos que vendem bebida aos jovens menores de idade. Também existem quadras e vários outros locais destinados ao lazer, mas nunca ninguém aparece lá. Durante o verão, os sambentistas vão as 14614281453143148 cachoeiras da cidade para pegarem micose, fumarem maconha escondido dos pais ou fazerem gravações cinematográficas de cunho erótico, da qual o maior destaque foi "Pornokids".

Transporte[editar]

O transporte da cidade ainda é precário, feito por mulas, carroças e fuscas quebrados. A rodoviária muda mais de lugar que uma cigana, mas tem sempre alguém lá, porquê a coxinha é boa. A sinalização também é péssima: sempre existe uma placa de trânsito coberta por mato ou uma folha de bananeira.