São Domingos da Morte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
BandeiraES.JPG Este artigo é CAPIXABA!

Ele só aparece na televisão quando acontece tragédia, tem o pulmão preto de tanto pó de minério, torce pra time carioca e passeia na Vitória-Minas. Apesar disso, é trabalhador gente-fina, ao contrário dos seus primos sulistas.

Nós não vivemos apenas de Roberto Carlos.

NovoWikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: São Domingos do Norte.
Bracapixaba
Bandeira desconhecida

Cquote1.png Você quis dizer: Fim do Mundo? Cquote2.png
Google sobre São Domingos

Cquote1.png É aquele lugarzinho que tem que passar para chegar a lugar nenhum! Cquote2.png
Colatinense sobre São Domingos do Norte

Cquote1.png Dont'cha! Cquote2.png
Ex-prefeita sobre São Domingos do Norte

Cquote1.png É, já durmi naquele coreto muitas vezes antes do padre me expulsar Cquote2.png
Mendigo sobre o coreto de São Domingos

Cquote1.png Aquele é nosso orelhão! Cquote2.png
Taxistas de São Domingos sobre o orelhão do meio da BR que apareceu no G1

Cquote1.png Vocês vão tudo se [email protected]#*!! Esse orelhão é nosso pra marcá pograma Cquote2.png
Putas da cidade, ruins e caras a propósito, sobre o comentário acima

Cquote1.png Aonde é isso? Cquote2.png
Pessoas de outras cidades sobre São Domingos do Norte

História[editar]

Há milhões de anos atrás, seres extraterrestres estavam habitando nosso planeta e resolveram trazer alguns de seus habitantes para essas bandas da região, pessoas como Sebastianinha Guedes por exemplo, são seres de outra galáxia que se reproduziram por aqui, o resto vieram dos dinossauros e macacos normalmente como manda a evolução. Tempos depois esse povo travou uma guerra com os índios da região, que logo depois se envolveram sexualmente misturando a genética totalmente já fudida dando origem a esse povo lindo que aqui habita hoje.

Geografia[editar]

A cidade conta com apenas uma estrada principal, a Avenida Honório Fraga, o famoso CENTRO (onde, aliás, só tem esse bairro na cidade), e sua região é 97% composta de morro, e o resto é zona rural. O turismo na região se da ao fato do município ser cheio de pedras, porém são pedras de crack, isso é assunto pra outro tópico. O Córrego São Domingos que corta a cidade é 98% fezes e o resto água, não vamos considera-lo como parte da geografia da cidade.

Clima[editar]

No inverno não faz frio, mas sempre tem aquelas capiais que inventam que está o maior frio da Europa só para usar aquele All Star cano longo ridículo rosa que NÃO está mofando no armário para usá-lo novamente. E no calor todas se vestem como putas no forno, menos as putas que se vestem assim em qualquer estação do ano. Tem também as cafonas que esperam o ano todo para a primeira brisa de inverno soprar, usar aquela bota cano longo de cowboy horrível que mataria até um cego de vergonha.

Política[editar]

Como todo lugar, cachorrada é o que não falta. Mas na política de lá vale tudo, inclusive candidatos bêbados de rua se candidatando, inclusive o pessoal espertinho da prefeitura para tirar licença e depois não recebe nem o voto dele nas urnas para contar história. Falando em política, lembramos de prefeitura, vale lembrar que todos os funcionários da prefeitura possui um Facebook, desde o ex-prefeito até a faxineira e os funcionários vivem atualizando seus status assim: "estou cagando" "aff que sono, quero ir embora" "bom dia faces" ou alguma frase do Bob Marley ou Caio Fernando de Abreu (WHO???), alguns até apostam na sorte e instalam joguinhos gays como gunbound, tibia e the sims. Deve ser exatamente por isso que a cidade jamais evolui.

Demografia[editar]

20% –Da Roça 10% – Vida Loka & Morrão 10% – Fofoqueiro 40% – Putas 0,1% – "Normais" 9,9% – Viados & Travestis

A bem da verdade de 2005 até nossos dias São Domingos do Norte evoluiu e muito. Chegaram putas novos e garotas de programas que cobram de 50,00 a 150,00, quase igualando Vila Velha e Vitória, assim como o aumento exacerbado de viados e florzinhas surgindo. Já estamos quase no ranking nacional. Se começar a crescer assim tão rápido São Domingos do Norte começará a logo a exportação de putas bem gostosas para o exterior.

Economia[editar]

A cidade é repleta de butecos, bares e espeluncas. O comércio da cidade gira em torno do "Carrefour", cuja população encontra de um simples doce até aceleradores de partículas nucleares. Para dizer que a cidade não tem locais de vida noturna citarei dois lugares mais frequentados: Paradinha e Paradinha. O paradinha é um local onde você encontra aquele pessoal mais barra pesada da cidade como Vida Lokas, Putas e Viados. A cidade também conta com bares na periferia como o do Peito de Aço Nariz Branco de Pó, onde na última apresentação que teve sairam 2 baleados e um morto. Há também os panhadores de café que saem de Minas e Bahia para infernizar a cidade na época de colheita e fazer o comércio girar. A academia da cidade é o lugar onde mais morrem pessoas no Brasil por tétano, então se for malhar, lembre-se, passe no posto de saúde mais próximo de sua casa e vacine-se. Os supermercados da cidade são os piores da região noroeste do estado, temos o ATENDE MAL onde os preços são absurdamente altos e encontra-se comida vencida nas prateleiras e tem mais VÁRIAS pessoas já reclamaram que não puderam sair com a mercadoria do mercadinho pois faltou 0,05 centavos para pagar a compra! É assim que a economia gira na cidade, ah e vale lembrar que tudo que os outros tem o ATENDE MAL quer copiar, montaram até uma farmácia agora. Os outros mercados nem se fala, nem nota fiscal eles emitem, então nem vou me dar ao luxo de transcrever nesse artigo científico a respeito deles. Lojas de roupas com preços absurdos, salões de beleza que as mulheres saem mais feia do que quando entraram, rodoviária que na verdade é um buteco, clubes que aceitam qualquer um (MENOS O CUZÃO QUE ESTÁ BANIDO DE QUASE TODA A CIDADE PELO SEGUINTE MOTIVO: ODIADO POR TODOS), postos de gasolina assaltados de 15 em 15 dias, e é assim que a cidade mantém sua economia.

Educação[editar]

A cidade possui apenas uma escola em perímetro urbano. E lá você vai encontrar todas as espécies de pessoas da cidade, por exemplo, na hora do recreio as meninas que se acham TOP compram um chipão de 50 centavos e um refrigerante vagabundo para comer na frente dos capiais para se sentirem superiores, essa atitude resulta em estrias e celulites, fazendo assim com que o corpo delas fique quadrado igual o Bob Esponja e gordas como baleias. Vale lembrar que elas levam câmeras digitais para a escola e tiram fotos o dia todo ao invés de estudar (por isso que são umas antas) para atualizar seus pouco frequentados Facebook. Aonde só tem fotos de meninas, feias e quase sem roupa, se ainda fosse alguma coisa que prestasse. Ficam se achando as "toda boa" andando pelo perímetro urbano com seus, namorados horríveis e feios(na verdade eles são verdadeiros cãos) com um short que não tapa nada da bunda delas, que é cheia de estria e celulite e muito mais. Muitas pessoas na cidade não possuem o ensino fundamental completo, perfis em páginas sociais estão lá para todos tirarem suas próprias conclusões.

Cultura[editar]

São Domingos do Norte é considerada a cidade do Espírito Santo mais sem cultura. Anualmente a cidade promove algum evento cultural aonde é apresentado as "obras de arte" dos capiais da redondeza. Vale lembrar que a cidade possui um hino que ninguém NUNCA ouviu na vida, feito por uma pessoa anônima e que um dia a população aprenderá a cantar, assim espera-se. A biblioteca da cidade (que muda de lugar periódicamente) conta com uma bibliotecária esquizofrênica que sobe em cima das mesas da biblioteca para dançar e cantar músicas dos anos 50, época da infância dela, que aliás ela virou um mito na cidade, quem nunca ouviu falar da tal Marli da Biblioteca, com várias campanhas políticas fracassadas e textos de revolução mais doidos que a própria. A cultura da cidade ultimamente se baseia em músicas faveladas de funk ouvidos nas caixinhas de som diretamente vindas da China (ou de alguma boca de fumo), músicas como Rap e Funk carioca embalam a cultura da sociedade. Não podemos esquecer dos sertanejos universitários que alegram as mais sem graça festas dos "Fiu", grupo de retardados anônimos que não sabem falar outra palavra além de "fiu" e a palavra "top", alguém avisa que a década passada já passou.

Pontos Turísticos[editar]

O município conta com cafezais, usados para homens tirarem fotos nus (o mais famoso foi de um ex-farmaceutico/usuário da cidade com um advogado); o famoso Lixão onde 75% da população já frequentou seus famosos luais (desculpa para não dizer orgia); Subaco da Cobra, onde há uma população mais concentrada de Vida Lokas; Cruzeiro, onde jamais ninguém se arriscou a subir; Estádio, um lugar frequentado pela população apenas na luz do dia, pois a verba para os refletores foi acidentalmente consumida pelas autoridades; Orelhão no Meio da BR, ficou famoso pela sua aparição no G1 da Globo(que recentemente foi virado para o lado de dentro do canteiro da cidade, visando diminuir o número de putas atropeladas) , vários turistas passam por lá diariamente para registrar tirando fotos e fazendo vídeos e postando nos seus falecidos Orkuts.

Dumer[editar]

O assim chamado córrego Dumer, é uma pequena e perigosa comunidade no fim do fim de São Domingos do Norte. Conta com uma enorme e moderna escola caindo aos pedaços que é orgulho da região. O posto de saúde com 5 anos já pensa no suicídio. Com apenas dois supermercados nos seus 100 metros de extensão, uma farmácia e uma padaria, já pensa em se emancipar como fez seu antecessor. Mas vale lembrar que todos os moradores já se pegaram atrás da quadra da escola, fazendo com que a população se conhecer melhor... é claro, deveria citar que as meninas são 7,5/10 e os carar 3,5/10, e que todos já se comem desde sempre, não é

Julia, Samara., Kauandrey e Cleber entre outros todos.

Feito com Carinho por Alguém às 10h06min de 29 de janeiro de 2019 (-02)

Jornal da Cidade[editar]

Em 2010 algum morador dessa cidade, bem informado lançou um jornal,na verdade foi uma folhinha que foi colocada na porta de varios moradores, a pessoa que escreveu era bem informada sobre os assuntos da prefeitura e da cidade, diz sobre o então prefeito nesse treicho A prefeitura deveria arrecadar dinheiro para comprar óleo de peroba para passar na cara de pau do prefeito , outro treicho comenta sobre o acedio de alguns professores aos alunos das escolas municipais. Até hoje os a população não descobriu que inventou esse jornal, mas fontes confiáveis, falam que não passa de inveja da ex prefeita que não teve capacidade de administrar, e sim de roubar! Mas para manter informado e so frequentar salao de beleza e fabrica de costura